Início Cidade Áreas de saúde e estética deverão crescer após pandemia

Áreas de saúde e estética deverão crescer após pandemia

65
0
publicidade

Profissões ligadas às áreas da saúde, bem-estar e estética devem sair fortalecidas da quarentena forçada pela pandemia do novo coronavírus. É o que afirma Fernanda Arruda de Góis, docente da área de saúde e bem-estar do Senac Itapetininga.

“Eu acredito que algumas profissões estarão em alta quando o isolamento terminar, especialmente as que são ligadas à saúde, como os técnicos de enfermagem, enfermeiros e médicos. São profissões que sairão mais fortalecidas aos olhos da sociedade, por seu caráter de serviço essencial à preservação da vida”, diz ela.

Fernanda cita também profissões que se relacionam não apenas com a saúde física, mas também à saúde mental. Ela observa que, devido ao aumento de casos de depressão e de ansiedade, em razão da pandemia, o mercado de trabalho voltado à área da beleza e estética deverá ter um aumento de demanda. “As pessoas precisam cuidar de si, precisam se sentir bem. E a estética ajuda nesse processo de autoestima e de readaptação”, afirma.

Para a docente Juciney Queiroz de Carvalho Borges, do Senac Itapetininga, a importância da estética vai além de promover apenas a beleza exterior. “Ela abrange desde um relaxamento corporal até um tratamento contínuo e conscientização da necessidade de cuidar bem da saúde, de ter um estilo de vida saudável, e isso tem a ver também com uma mente sadia”, frisa.

Levantamento realizado pela Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (ABIHPEC), juntamente com o Instituto FSB Pesquisa, mostra que o Brasil tornou-se o terceiro país com o maior mercado de estética no mundo, ficando atrás, apenas, dos Estados Unidos e da China. De acordo com as projeções, no ritmo atual de crescimento, o Brasil deverá chegar ao segundo lugar em breve.

Portanto, para aqueles que sempre sonharam seguir carreira em alguma dessas áreas, ou mesmo quem perdeu o emprego ou teve a renda mensal reduzida, o momento pode ser uma boa oportunidade de realização profissional, de requalificação para voltar ao mercado de trabalho ou de novos aprendizados para complementação da renda.

publicidade

Para atuar em qualquer profissão nas áreas de saúde, bem-estar e estética, Juciney diz que os candidatos precisam preencher alguns requisitos. “Primeiro é preciso gostar de gente, ou seja, gostar de cuidar das pessoas. E segundo, tem de estudar sempre, pois temos inovações nestas áreas o tempo todo e é importante saber se determinado tratamento ou produto oferece tudo aquilo que ele promete. E, acima de tudo, é preciso ter postura profissional e trabalhar com ética e respeito ao próximo”, ressalta.

Procura em alta
Pesquisa divulgada recentemente pela Catho, empresa de recrutamento, mostra que houve um aumento de 700% na procura por profissionais da área de enfermagem, em comparação com o mesmo período do ano passado.

“Com esse novo cenário, todas as profissões estão se adaptando ao novo normal. Algumas atividades, como as ligadas à área da saúde, passaram a ser ainda mais necessárias, o que aumentou a demanda por profissionais no mercado”, avalia Fernanda. “Com certeza, a profissão deverá se manter em alta no mercado, ainda mais agora que pudemos ter a certeza do quanto a sua atuação é essencial”, afirma.

Diante desse novo cenário, em que ficou demonstrada que a garantia da saúde é essencial para o bom desempenho das atividades profissionais, Fernanda acredita que as empresas passarão a dar atenção especial às equipes de enfermagem do trabalho. Entre as tarefas que cabem a esses profissionais estão a de informar, orientar e conscientizar o trabalhador sobre o uso dos dispositivos de segurança, tanto pessoal como coletivo, dentro do ambiente laboral, prevenindo e diminuindo agravos a saúde e protegendo a integridade e a capacidade de trabalho dos funcionários.

Deixe uma resposta

Por favor digite seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui