Guerra I
Felizmente foram resgatados vivos quatros ou cinco reféns israelenses dos quase cento e vinte que ainda estão sob a guarda dos Hamas (organização guerrilheira palestina) e que foram raptados durante o bárbaro ataque desta organização em algumas colônias judaicas em outubro do ano passado quando, segundo a mídia internacional, cerca de um mil e quinhentos moradores destas colônias foram assassinados, motivos da luta judeus e árabes. Os resgatados apresentavam boa saúde e com boa aparência. Inclusive a moça que foi levada (de jipe, se não me engano) e cujo vídeo onde ela pedia socorro foi divulgado nas redes sociais do mundo inteiro. A reação do Governo de Israel não fez por esperar. E também foi cruel. Muito cruel. Tal Governo, através do seu bem aparelhado exército contendo as mais modernas armas de combate e sempre apoiado (e sustentado) pelo presidente norte-americano Biden, não titubeou em “varrer” o por palestino do mapa e o que parece da extinção dos palestinos (que nem exército possuem). A alegação era que as integrantes do Hamas se escondiam ou se misturavam entre a população de Gaza (onde se concentravam cerca de dois milhões de árabes, já num espaço reduzido antes dos combates). Não houve a preocupação de separar o “joio do trigo” (como se diz na língua portuguesa) propositalmente ou não. E daí vieram os bombardeiros em qualquer dos alvos: residências, mesquitas, escolas, hospitais (inclusive hospitais da Cruz Vermelha, uma organização médica que sempre é neutra em qualquer combate). E o crédito de tudo isto desde outubro até junho são quarenta mil palestinos mortos entre a população civil e o Hamas na Palestina. Quando isto vai acabar? As nações ocidentais, as mais poderosas como os Estados Unidos, Inglaterra, Alemanha, França, entre outras reclamam (com luvas de pelica”) ou fazem “vistas grossas” diante de tal acontecimento. O presidente norte-americano Biden com vistas a próxima eleição presidencial da nação aprece que está tomando algumas medidas para a trégua dos embates. Mas isto é por causa de uma grande rejeição nas pesquisas eleitorais em parte pelo maciço apoio doa governo de Israel. Só por isso.

Guerra II
Ainda é uma “guerrinha” o que está acontecendo no Estado do Paraná cujo governador é o senhor Ratinho Junior. Mas pode se alastrar por todo o Brasil. Tudo porque o citado governante resolveu privatizar algumas escolas públicas de lá. Tudo ainda não está muito claro, mas tal projeto já passou na Assembleia Estadual e agora é lei educacional. Houve reclamações intensas de grupo de professores estaduais, inclusive as já tradicionais pancadarias a cargo dos seguranças da Casa das Leis. O que significaria isto? Ao que parece é que algumas escolas estaduais serão administradas por empresas privadas que irão administrar com dinheiro público. E| como será está coordenação? As ideologias de algumas empresas privadas prevalecerão? Serão retrógadas, religiosas, segregacionista? Antirrepublicanas? A escola pública ainda é considerada democrática. E quem irá controlar o dinheiro dado pelo Governo? As empresas serão idôneas? Há muito o que se discutir sobre o assunto. É uma decisão grave do citado Estado. Muito grave.

Se fato é foto…
O sorocabano José Luiz Zana (jornalista) do lado esquerdo, que durante muitos anos foi gerente de jornalismo na Tv Tem (Afilada Rede Globo) aqui de Itapetininga, atualmente na função de editor no jornal Cruzeiro do Sul em Sorocaba, ao lado do designer gráfico Hans Donner.

Últimas

Correio Politico – Edição 1010

Experiência e Renovação A Federação Brasil Esperança (PV, PT e Pc do B) está com uma chapa forte de pré-candidatos a vereador. Unindo experiência e renovação, a chapa de pré-candidatos...

Câmara aprova projeto de substituição de sacos plásticos convencionais por ecológicos

Prefeitura e Câmara suspendem publicações em sites

Devido à lei eleitoral, a Prefeitura e a Câmara de Itapetininga suspenderam, temporariamente, a exibição de notícias no site e no semanário oficial que impliquem em publicidade institucional. A medida...

Confira as principais notícias de 2022

Jeferson Brun lança pré-candidatura

O atual prefeito de Itapetininga, Jeferson Brun, atualmente filiado ao Republicanos, lançou oficialmente sua pré-candidatura a prefeito de Itapetininga. Caso se confirme o apoio oficial, Brun terá a companhia de...

Novos nomes surgem para  vice-prefeito

Novos nomes surgem para vice-prefeito

Na edição passada, o Jornal Correio publicou seis nomes que estão na disputa para entrar de vice-prefeito em Itapetininga. Mais duas pessoas estão ainda no jogo como ex-secretário municipal de...

Clima desfavorável afeta produção de figo na cidade

Clima desfavorável afeta produção de figo na cidade

No município de Itapetininga, o clima desfavorável marcou a temporada de colheita de figos neste ano, conforme relata Daniel Nache, produtor local. “Este ano foi desafiador desde o início, com...

Rodovias registram 12 mortos em acidentes

Rodovias registram 12 mortos em acidentes

Durante o feriado prolongado de 9 de julho, as rodovias administradas pela CCR SPVias em Itapetininga e região registraram um saldo de 12 mortos e 51 feridos em 22 acidentes....

mais lidas

Assine o Jornal e tenha acesso ilimitado

a todo conteúdo e edições do jornal mais querido de Itapetininga

Bem vindo de volta!

Faça login na sua conta abaixo


Criar nova conta!

Preencha os formulários abaixo para se cadastrar

Redefinir senha

Por favor, digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.