Momento
Um instante do casal Marina (Rodrigues) – Claudio Barsanti Wey, ela, fisioterapeuta e ele, médico dermatologista, vice-presidente da Unimed de Itapetininga.

Personagem
A vinda do ator Eduardo Sterblitch (ex-“Pânico”, na Rede TV! e TV Bandeirantes) agora na TV Globo, para Itapetininga, nos últimos dezoito e dezenove de junho quando foi recebido pelo secretário da Cultura e Turismo Roberto Soares Hungria Neto (Governo Simone Marquetto) teve várias razões práticas. O moço Eduardo veio pesquisar (como pesquisou) material cultural desta urbe (como gestos, sotaques, expressões gramaticais, música local e tudo mais) para mostrar para o elenco da próxima novela das seis e meia da tarde da emissora carioca, de título, “Éramos Seis”, extraído do romance de mesmo nome da Senhora Leandro Dupré, e como é sabido tem Itapetininga (do início do século) como semi-protagonista (logo depois da cidade de São Paulo). Eduardo (Sterblitch) entrou em contato com várias pessoas daqui. Além de tudo isso, Eduardo terá um importante papel de “Zéca da Farmácia” (segundo o próprio), ou melhor, do itapetiningano “Zéca”, noivo de “Olga” (ou “Orga”), irmã da protagonista principal “Lola” (vivida por Glória Pires). No “Éramos Seis” do SBT (em 1994) quem interpretou “Zeca” foi o ator Osmar Prado. O ator Eduardo aproveitou para ver várias fotografias de farmácias itapetininganas das décadas de 1920, 30 e 40. Nestas décadas, principalmente, as farmácias aqui eram ponto de encontro de proeminentes cidadãos locais, lugar de muitas discussões políticas nacionais, estaduais e municipais, situações do cotidiano e muita fofoca. Eduardo Sterblitch confessou que está ansioso para o início das gravações.

No pós-espetáculo
Os namorados itapetininganos Silmara Piedade (psicopedagoga da secretaria municipal de Educação de Alambari) e Fábio Silveira Campos (da secretaria da Cultura e Turismo daqui) assistiram, no último vinte e dois (junho), num sábado, à noite, no “Tom Brasil”, rua Bragança Paulista, Vila Cruzeiro, Granja Julieta, o recital de Gilberto Gil, de título “Ok, ok, ok”, juntamente com quatro mil assistentes que lotaram a vibrante plateia que aplaudia o tempo inteiro o cantor e compositor. Na saída Silmara e Fábio esbarraram numa figura que eles conheciam pela televisão mas que no momento levaram alguns segundos para reconhecê-la. Tratava-se de Renata Lo Prete a comandante do “Jornal da Globo”, último noticiário da noite da emissora e também do “Globo News Painel”, às onze da noite, aos sábados na Globo News. Renata Lo Prete é tida como uma das apresentadoras mais preparadas da tv nacional. Ou a mais.

Birthday em São Paulo
aProfessora de Filosofia daqui, a itapetiningana Neusa Aboarrage Melges de Andrade comemorou seu natalício (dezenove de junho) em Sampa, num requintado restaurante do bairro de Pinheiros, Sampa, de propriedade do francês Petrit Spahija. O proprietário do referido bistrô, aliás, é casado com a atriz Maria Fernanda Cândido, da TV Globo e considerada uma das mais belas mulheres da telinha brasileira. Na comemoração do natalício de Neusa, sua irmã Teresa Aboarrage, Cinthya Aboarrage Melges de Andrade (filha de Nusa) com o namorado Will e os sobrinhos da aniversariante Rogério Aboarrage e Cristiny Anastassiadis.

No jornal do C.P.P.
Ou do Centro do Professorado Paulista, edição estadual de junho corrente na seção sobre o CPP de Itapetininga (direção de Dalva das Graças Mendes) saiu publicado o Primeiro Sarau Hispano-Brasileiro (página onze) que aconteceu na residência de Vasti de Souza Almeida/Josué Gerson de Almeida, em Vila Rosa, nesta urbe e que envolveu alunos da professora Bety Carmona, que leciona espanhol na sede do CPP na rua Coronel Clementino (quatro turmas). No texto do Jornal, os títulos das músicas cantadas no sarau de maio: “La barca”, “Solamente una vez”, “El día que me quieras”, “Gracias a la vida”, “Bésame mucho”, “Perfidia”, “Cuando calienta el Sol”, “Sabor a mí, “Quizás, quizás, quizás”, encerrando com “Cumpleaños felices”. Os associados locais do Centro do Professorado Paulista são: professores (principalmente do Fundamental I), diretores da escola e supervisores de ensino a nível estadual.

Ainda sobre o C.P.P. de Itapetininga
A diretora do Centro do Professorado local, a dinâmica Dalva das Graças Mendes recebeu no último vinte e cinco (junho), à tarde, a visita de José Maria Cancelliero, presidente do Centro do Professorado Paulista estadual (sede central: avenida da Liberdade, 928, próximo a Estação São Joaquim, Metrô), Silvio dos Santos Martins, segundo vice presidente e outros membros da entidade. Visitaram a sede campestre e não pouparam elogios a administração da professora Dalva (que é supervisora estadual de ensino, já aposentada). O presidente José Maria Cancelliero deixou bem claro que a entidade paulista está lutando arduamente por um reajuste salarial para os professores que há muito (e muito!) tempo não têm aumento de salários. A desculpa do atual governante do Estado é esperar pela Reforma da Previdência. Aliás, os governadores do PSDB, todos eles, há vinte e cinco anos, não contemplam o professorado com um salário digno.

Mais C.P.P. daqui
A diretora Dalva das Graças Mendes levará entre doze a quinze do próximo setembro (de quinta-feira até domingo) associados e simpatizantes da entidade para Poços de Caldas, Minas Gerais, onde ficarão devidamente alojados na nova sede do Centro do Professorado Paulista, lá. Pensão completa e o clima saudável de Poços, famosa estância mineira (na volta parada em Andradas para a compra de vinhos). E Dalva lembra que Poços de Caldas é igual a passeios, doces, salgados, chás, chocolates, malhas, artesanatos, flores, jardins, lojas baratas, confraternizações e muita alegria.

Montanhas
Entre as dezenas de itapetininganos que seguiram com a “promoter” Vera Lúcia Abdala, entre os últimos vinte e oito a trinta (junho), para São Lourenço, Minas Gerais e que ficaram alojados no Hotel Sul América (com suculentas refeições): Zélia Vieira Paschoalique, Luzia Helena do Amaral Bergamin, Maria Aparecida Rosa Morenghi; as irmãs Márcia e Ana Camargo Mello, Edite Ruivo, Maria do Rosário Ruivo Válio, Lourdes Fernandes, Rachel Ozi, Márcia-José Guido Almeida, Neusa Maria Santos Campos-José Marcos Almeida Campos. As compotas de doces, típicos da região, foram comprados na Casa Miramar, uma das principais de lá.

Do Sul
Professora da rede estadual de ensino (ensino fundamental I) daqui, já aposentada, Maria Eloisa Peterlinkar é participante ativa do Coral da Associação do Bem Viver, entidade itapetiningana (próxima ao Itauto e avenida José de Almeida Carvalho). Eloisa também toma parte do itapetiningano Grupo de Dança Gaúcha Estância Tropeira (que são nossas raízes) e que está se apresentando no “Arraiá da Lua”, esporadicamente, aos sábados e domingos deste julho no Largo do Rosário, aqui.

Friozinho
O agente de turismo Marcelo Tomio Adati leva itapetininganos, nos próximos três (sábado) e quatro (domingo) de agosto para Campos do Jordão, estação climática, interior paulista.

Birthday no domingo
No próximo, catorze, Eza Abraão Isaac muda de idade. Eza é proprietária da “Loja 66”, uma das principais do Mercado Municipal, próximo ao Correio.

Portas Abertas
A prefeita Simone Marquetto participando da inauguração do Café e Chocolateria Kopenhagen na rua Júlio Prestes, esquina com Bernardino de Campos, no últimos três, penúltima quarta-feira.

Últimas

Câmara cassa mandato do vereador Codorna

Câmara cassa mandato do vereador Codorna

Na última quinta-feira, dia 22, em Sessão Extraordinária realizada na Câmara Municipal de Itapetininga (CMI), 15 dos 19 vereadores votaram pela cassação do mandato do parlamentar de oposição Eduardo Codorna...

Prefeitura promove Campanha com exames de Hepatite B e C

Prefeitura promove Campanha com exames de Hepatite B e C

No mês em que é celebrado o “Dia Internacional do Combate às Hepatites Virais”, a Prefeitura de Itapetininga, por meio da Secretaria de Saúde e Departamento de Vigilância Epidemiológica promovem...

mais lidas

Assine o Jornal e tenha acesso ilimitado

a todo conteúdo e edições do jornal mais querido de Itapetininga