Conhecer e Viver

Carlos fez Direito e hoje é bacharel, mas nunca advogou. Márcio fez Ciências Contábeis, mas hoje trabalha na Policia Cível. Marcelo fez Medicina, porém nunca quis saber de exercer a profissão e tornou-se num grande jogador de futebol. É verdade que de louco e de médico cada um tem um pouco. Em Teologia é assim. Todo mundo quer saber mais do que um teólogo que passou vários anos estudando num Seminário interno. Todo mundo acha isso e aquilo e por aí vai.
Lucas, o médico que se tornou historiador e exerceu as duas profissões, concomitantemente, narra um fato interessante. Diz ele que um príncipe, naturalmente filho de um régulo, procurou Jesus e perguntou-lhe:-“Bom Mestre que hei de fazer para herdar a vida eterna?” Era príncipe e como o trono lhe pertenceria por direito monárquico, achava que assim aconteceria com o reino dos céus. Era jovem e não tinha muita experiência da vida. Como era bajulado por todos, cria que os homens eram bons. Foi por isso que sem conhecer chamou Jesus de bom Mestre. Cristo, iniciando a aula, corrige-o, afirmando que ninguém é bom, a não ser Deus. Naquele tempo os homens estavam preocupados com a salvação da alma. Hoje, os homens, vão à igreja para serem curados, prósperos materialmente e receber revelações. Os religiosos, inescrupulosos, exploram a fé dos coitados e cansados da vida e prometem o que não podem cumprir. As igrejas enchem de pessoas, como uma loteca, quando o prêmio está acumulado. Deixa para lá. Cada um dará conta de si mesmo a Deus, embora Deus cure e atende as orações.
Jesus fez uma pergunta indireta para o príncipe: -“Sabes os mandamentos: não adulterarás, não matarás, não furtarás, não dirás falso testemunho, honra teu pai e a tua mãe. O jovem disse que observava tais mandamentos desde a mais tenra idade. O Mestre só citou os mandamentos que se referem aos homens e não a Deus. Depois, diante da resposta, Cristo afirmou que ainda lhe faltava uma coisa e disse:-“ Vende tudo quanto tens, reparte–o pelos pobres e terás um tesouro no céu. Vem e segue-me.” É verdade que Jesus não exigia tanto, mas quis experimentá-lo. O jovem dissera que guardava os mandamentos que se referem ao próximo e podem ser resumidos numa única palavra: amor. Jesus quis que ele o seguisse. Só pode seguir a Jesus quem ama a Deus, porque Jesus é Deus.
Diante do pedido de Cristo, o jovem ficou triste e foi embora. Todos conhecem os mandamentos, mas viver o decálogo não é fácil.
Há muitos que querem ser religiosos, assumindo o pastorado de uma igreja já formada, mas são poucos os que querem implantar uma igreja.
Conhecer e viver, quão difícil é!

Últimas

Vitrine – Realismo

Vitrine – Realismo

A coluna Vitrine desta semana apresenta algumas produções dos alnos do Art Studio & Atelier Henrik Ribeiro.Henrik Ribeiro trabalha há dois anos e meio como tatuador. Ele sempre pensou em...

Confira a programação no aniversário de Alambari

Confira a programação no aniversário de Alambari

A prefeitura de Alambari preparou diversas atividades em comemoração ao 30° aniversário de emancipação político-administrativa. A agenda começou no último sábado, dia 14, com concurso da rainha do rodeio e...

Atletas participam de competições no Rio de Janeiro

Atletas participam de competições no Rio de Janeiro

A Prefeitura de Itapetininga, por meio da Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude parabeniza a brilhante participação dos atletas Paulo Henrique Vieira Martins "PH", e Vinícius Proença, onde representaram Itapetininga,...

mais lidas

Assine o Jornal e tenha acesso ilimitado

a todo conteúdo e edições do jornal mais querido de Itapetininga