De novo?

Leio no Correio de Itapetininga da semana passada (15 a 21 de março de 2024) numa ótima reportagem assinada pela jornalista Juliana Cirila que a cidade de Itapetininga registrou 120 casos de Covid-19 em uma semana. Nenhum letal. Mas devido ao grande número de casos, muitos podem pensar: E se ela voltar com toda a força novamente no Brasil e no mundo? Felizmente é apenas um pensamento pois ainda estamos protegidos pela bendita vacina (ou vacinas). Mas pode ocorrer outro pensamento negativo: “Até quando elas serão eficazes?” ou “não está na hora de tomar novas doses? Haverá doses para todos? E se não der certo?

A humanidade aguentará uma nova pandemia? A primeira da Covid 19 que começou no Brasil lá pelos idos de março de 220, logo após o carnaval que sempre congrega multidões e estendeu-se até a metade de 20222 (por aí).

E foi um horror! Pegou o mundo ocidental e oriental de surpresa, principalmente quando ainda não havia vacina. Esta só surgiu em janeiro de 2021. A vida parou nos quatros cantos do planeta. Víamos pela mídia, principalmente pela televisão o número de mortes causados pela Covid 19 de uma maneira avassaladora. Tínhamos que ficar em casa, fechados, não podendo receber nenhum parente, amigo e outros.

Imagine uma situação em que alguém muito próximo de você pode leva-lo a morte. E mesmo você também, em relação aos outros. E quem precisava sair para trabalhar? E necessitava de transporte coletivo? Surgiram as máscaras, mas só elas não seriam necessárias para salvar vidas. Quem não trabalhasse e precisasse sair colocava-as, mas não sentiam-se bem pois faltava respiração. Muitas vezes o uso delas impedia de identificar uma pessoa conhecida. O convívio social quase acabou mesmo entre os familiares.

A economia quase quebrou. O comercio ficou estagnado, muitos estabelecimentos tiveram que fechar as portas. As falências aumentaram. Hospitais lotados. Heróis (o termo é este) anônimos que cuidavam das pessoas infectadas também adoeceram. E morreram.

Surgiram então as salvadoras vacinas. Mesmo assim, alguns (ou muitos!) desacreditavam delas e chegaram a fazerem campanhas contra elas. Inclusive mandatários do poder executivos que saiam ás ruas sem devidas máscaras, dando um péssimo exemplo para seus correligionários. “Quem toma a vacina do Covid vira jacaré” diziam os menos avisados intelectualmente. Foram os Estados brasileiros (e não a Federação) que tomaram a iniciativa de aplica-las na população. É necessário que os países fiquem atentíssimos com um possível aumento de novos casos. Não se brinca com doenças. Principalmente quando elas são mortíferas. A humanidade já sofre com a desigualdade social, com guerras, com o ambiente desarrumado, com a violência. Não dá para aguentar a volta desta pandemia. Não dá.

Últimas

Usuários aprovam transporte coletivo gratuito

Após 100 dias população aprova ônibus gratuito

Com avaliação positiva da maioria da população, o transporte público gratuito em Itapetininga fez cem dias no início do mês de abril. A medida foi implementada pelo prefeito Jeferson Brun...

Cidade confirma primeiro caso de varíola dos macacos

Itapetininga registra novo caso de Chikungunya

Itapetininga registrou um novo caso de Chikungunya nesta quinta-feira, o paciente é uma mulher de 25 anos, que já está recuperada. O caso é autóctone, ou seja, que se origina...

Correio Político 998

Correio Político 998

Sueli Marquetto Presente no leilão durante a abertura da 51ª EXPOAGRO 2024, a deputada federal (PMDB) Simone Marquetto, circulou entre os convidados nas diversas mesas, conversando bastante com estes, sempre...

Pronto Socorro 2 do Hlob começa a funcionar

Pronto Socorro 2 do Hlob começa a funcionar

O Hospital Doutor Léo Orsi Bernardes, sob gestão da Beneficência Nipo-Brasileira de São Paulo (Enkyo), abriu ontem (17/04), de forma emergencial, o Pronto Socorro 2, devido à alta demanda de...

mais lidas

Assine o Jornal e tenha acesso ilimitado

a todo conteúdo e edições do jornal mais querido de Itapetininga

Bem vindo de volta!

Faça login na sua conta abaixo


Criar nova conta!

Preencha os formulários abaixo para se cadastrar

Redefinir senha

Por favor, digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.