Desengatar

Era linda, negra, misteriosa… Ficava sentada no tapete da sala, no sofá, parecia sentir-se a dona da casa… Quando eu passava, ela me olhava de um jeito inquiridor…
Às vezes, eu a expulsava da sala e ela virava um corisco pela porta… Era ágil como todo bichano…
De repente, a fulana ficou lerdinha, lerdinha… E começou a emagrecer, emagrecer… Lembro que até perguntei pro pessoal quantos anos ela tinha… Minha filha respondeu: ”quando a tia a deixou aqui, já tinha mais de dez!”. Compramos uma ração especial para ver se a bichinha se animava, mas, ché! Não corria mais, parecia uma lesma peluda de quatro patas se arrastando pela casa… Judiação!
Um dia, de manhã, surpreendi meu cunhado tentando dar vitamina com uma seringa pra danada… Fiquei surpreso: não sabia que o moço gostava tanto da felina!
Todos na família combinaram que na próxima semana, iríamos procurar um veterinário, mas…
No último dia do ano, minha filha vem contar: pai, a gata morreu, tá lá deitada, quietinha, quietinha… Fui conferir e era verdade… Não tinha mais nada do corisco que eu havia conhecido… Vou enterrá-la no jardim do quintal, pensei!
E assim procedi e enquanto cavava um buraco no jardim, uma ideia me ocorreu: gato não morre, desengata!
E enterrei-a ao lado de uma roseira…

Últimas

Começou esta semana a vacinação contra a gripe em idosos e profissionais da saúde

Sábado é dia de vacinação contra a Covid e Gripe

Com a grande adesão da população às repescagens da vacinação contra Covid-19 realizadas aos sábados no shopping de Itapetininga, a Secretaria de Saúde do município decidiu incluir no esquema de...

Vitrine – Realismo

Vitrine – Realismo

A coluna Vitrine desta semana apresenta algumas produções dos alunos do Art Studio & Atelier Henrik Ribeiro.Henrik Ribeiro trabalha há dois anos e meio como tatuador. Ele sempre pensou em...

mais lidas

Assine o Jornal e tenha acesso ilimitado

a todo conteúdo e edições do jornal mais querido de Itapetininga