Dr Abelardo em mais uma das suas

Senhor respeitável, todas as épocas e lugares, sem preocupações comezinhas de qualquer espécie. Sem pressas , nem dialética, nem problemática, enfim sem coisa nenhuma à exceção da sua veneranda personalidade e de uma indestrutível coerência de ideias, conhecido em toda Itapetininga nos anos 1940 e 1950, onde mantinha um salão de barbearia na Rua Aristides Lobo, frente a velha casa de Salomão Abib.

Costumava passear pelas ruas, contatando com os seus semelhantes, a procura das logicas das coisas . E numa de suas andanças Dr Abelardo entrou no Bar 21 Estados, do saudoso Arthur Matarazzo, na Rua Monsenhor Soares e disse: -Desculpe, dirigiu-se ao dono. Aqui há corrente de ar ?

– Pois… na verdade, respondeu o dono, surpreendido pela pergunta. – Creio que não.  –Há ou não há?  Insistiu Abelardo .As correntes de ar são logo notadas e não opinião. São correntes de ar .

-Agora não há, afirmou o dono do bar.  A janela está fechada.

-Porque ? perguntou Abelardo,

-Porque as correntes de ar fazem mal , respondeu

-Eu sei , eu sei, disse Abelardo, mas com as janelas fechadas não correntes.

-O senhor quer sentar-se a mesa, convidou o proprietário

– Eu? Perguntou Abelardo. –Para que ?

-Não sei , respondeu o Dono., que na realidade não sabia de o que Dr Abelardo queria.

-Talvez queira tomar ou comer algo….

-Eu não ! Exclamou o barbeiro. Eu não, repetiu. Eu perguntei apenas se neste bar havia corrente de ar.

-E eu lhe disse que não, entoou já irritado o comerciante.

-Não tem porque a janela está fechada , mas se estivesse aberta, então teria. E como as  correntes de ar fazem mal, vou embora.

– Mas ninguém abra a janela, disse o dono, que não aguentava mais a conversa fiada.

-Se ninguém abre a janela, como sabe o senhor que com a janela aberta há corrente de ar?

-É …. que, gaguejou o dono , quando está aberta nota-se.

-Ah! Gritou o Dr Abelardo, perdendo sua estranha paciência . – Como então abriu a janela? Então para que toda essa história que me contou? Só para eu sentar numa mesa e apanhar uma pneumonia? Agradeço-lhe muito, mas vou a outro bar.

O Dr Abelardo saiu resmungando e sacudindo a cabeça, cheia de indignação. Em seguida entrou na padaria do Sr Vadozinho, próxima ao saudoso Cine Olana.

O Sr Arthur Matarazzo nunca entendeu o que se passou

Últimas

CORREIO POLÍTICO 1012

CORREIO POLÍTICO 1012

Presidente Lula na região Na próxima terça-feira, dia 23, o presidente Lula estará na nossa região, em visita ao Campus Universitário Lagoa do Sino, da Universidade Federal de São Carlos...

Curso superior gratuito paralisa sua expansão

Curso superior gratuito paralisa sua expansão

Nos últimos oito anos, a expansão dos cursos gratuitos de graduação da Fatec e do IFSP foi paralisada em Itapetininga. No período, ex-prefeita Simone Marquetto (MDB), que governou a cidade...

Justiça Eleitoral paulista fará transmissão de boletins de urna por satélite nas Eleições 2022

TSE divide R$ 4,9 bi a 29 partidos políticos

Com R$ 4,9 bilhões, o Fundo Especial de Campanha já tem o destino certo dos valores para cada partido político no Brasil. Como já era projetado, o PL e o...

Instalação de curso  de Medicina é marco

Instalação de curso de Medicina é marco

A educação de nível superior registrou um forte avanço na gestão Simone Marquetto com a abertura do curso de Medicina do campus da Universidade São Caetano do Sul (USCS). A...

mais lidas

Assine o Jornal e tenha acesso ilimitado

a todo conteúdo e edições do jornal mais querido de Itapetininga

Bem vindo de volta!

Faça login na sua conta abaixo


Criar nova conta!

Preencha os formulários abaixo para se cadastrar

Redefinir senha

Por favor, digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.