Um padre e seu amor pela cidade

Alberto Isaac
Um padre que esteve por muito tempo no município de Guareí, para chamar a atenção e atrair mais paroquianos às missas dominicais, utilizava-se sempre um método inusitado e inteligente.

Ele comparecia, não como habitualmente, mas sim levado por um balanço (tirolesa), da galeria onde permanece o coral da Igreja, passando por cima dos fiéis que lá se encontravam, até o altar. E isso, muito antes da existência desses padres performáticos e artísticos que conhecemos hoje.

Quem contava essa história era o saudoso Reinaldo de Moraes, que na época, entre 1940 e 1950, estiva em Itapetininga, que idolatrava e tinha orgulho de sua terra, Guareí.
Estimado e respeitado por toda a comunidade da vizinha cidade (Guareí, que tornou-se famosa, em razão de pesquisas da Petrobras ali realizadas), o padre atendia a qualquer habitante daquela região (mesmo que não fosse católico).

Extremamente gentil, ouvia atentamente solicitações até absurdas e impossíveis de serem atendidas e concretizadas.

Pessoas em grande quantidade de Guareí , municípios vizinhos, além de outras regiões, o procuravam diariamente para os mais diversos pedidos. Suas missas eram animadas e seus sermões ilustrados com exemplos da cidade, o que trazia ânimo e mais fé aos que participavam das celebrações.

De uma humildade extrema, discípulo sacramentado pelo Divino Espírito Santo, aquele padre poderia ser considerado um santo, vindo ao mundo para praticar o bem e refletir com sapiência a Santa Palavra Divina: “Olhai para o ser humano cristãmente e auxiliá-lo em tudo que necessita, dando-lhe o alimento espiritual que é a sagrada palavra do Criador”.

Reinaldo Moraes, filho de comerciante daquele município, Ugolino de Moraes, então estudante da época e posteriormente formado no magistério, na “Peixoto Gomide”, exímio clarinetista, contava também, que as missas daquele saudoso e venturoso Padre, era considerado como um “bálsamo para as criaturas que frequentavam a igreja”.
Pode-se afirmar, “um Santo que passou e deixou só gratas e bondosas lembranças à cidade de Guareí e região

Últimas

Câmara cassa mandato do vereador Codorna

Câmara cassa mandato do vereador Codorna

Na última quinta-feira, dia 22, em Sessão Extraordinária realizada na Câmara Municipal de Itapetininga (CMI), 15 dos 19 vereadores votaram pela cassação do mandato do parlamentar de oposição Eduardo Codorna...

Prefeitura promove Campanha com exames de Hepatite B e C

Prefeitura promove Campanha com exames de Hepatite B e C

No mês em que é celebrado o “Dia Internacional do Combate às Hepatites Virais”, a Prefeitura de Itapetininga, por meio da Secretaria de Saúde e Departamento de Vigilância Epidemiológica promovem...

Filmes para quem gosta de comer… e cozinhar

Filmes para quem gosta de comer… e cozinhar

BAO (2018). O curta-metragem dirigido por Domee Shi fala de amor, e usa comida para representar uma mãe cuidando e acompanhando o crescimento do filho. Tem um viés bastante simbólico,...

mais lidas

Assine o Jornal e tenha acesso ilimitado

a todo conteúdo e edições do jornal mais querido de Itapetininga