O lendário Fortunato e sua luta

Naquela quadra do tempo, o entusiasmo pela luta de box em Itapetininga ultrapassa o limite do município, tal a fama que circulava nas ruas sobre este nobre e perigoso esporte. Os aficionados locais, a maioria jovem e alguns de idade madura, ouviam pelo rádio e liam nos jornais a respeito dos grandes lutadores da época: os irmãos Gracie, Eder Jofre, Waldemar Oliveira e principalmente o fabuloso e fantástico boxeador Joe Luis, americano e um dos imbatíveis no rinque. Um ícone desse esporte em todos os quadrantes do universo. Tal qual o extraordinário Muhamed Ali (Cassius Clay, recentemente falecido).
Em nossa cidade, como não poderia ficar à parte de todos movimentos sociais, destacavam-se de maneira bem saliente os conhecidos Ary Pena, genro do proprietário da Padaria São João, Sampaio (funcionário do DER), Virgilião, Tico-Tico, Argemiro (Miro ex-funcionário do Café Santo André), Ari Codorna, Waldemar Bicudo e, posteriormente, o hoje professor aposentado Darci Rolim Pinto, exibindo-se há anos atrás com seu ídolo Eder Jofre. Até os dias atuais, decorridos vários anos, Darci é visto constantemente nas ruas e admirado, vestindo camiseta, exibindo estampas com a fotografia do lutador e amigo Eder Jofre.
E estes jovens e tantos outros treinavam com afinco e dedicação, se esmerando nas lutas que disputavam com adversários de outras cidades. O local do treino situava-se em um galpão existente em frente à padaria São João, possuindo todos apetrechos para os exercícios necessários àquele esporte.
Vários deles competiram então no torneio Bandeirantes, disputado periodicamente na cidade de S. Paulo e que reunia atletas de várias modalidades esportivas, de todo Estado.
Em Itapetininga exibiram-se vários boxeadores de alto nível em circos e nos palcos dos cines teatros, com grande concorrência de público – tanto masculino como feminino.
Um deles, Mineirinho, fixou-se na cidade definitivamente e além de praticar aquela modalidade esportiva foi nomeado funcionário do Departamento de Estrada de Rodagem. Enfrentou e venceu diversas lutas realizadas nesta cidade.
Um capítulo à parte, e memorável acontecimento foi por ocasião de uma luta travada entre o categorizado Corôa de Padre – oriundo da capital paulista, com títulos conquistados, com um itapetiningano. Este, Fortunato, residente nos fundos da mansão de Godofredo Belfort, na rua Quintino Bocaiuva. O folclórico e mitológico Fortunato, casado e com sete filhos, prestador de serviços gerais e atuando mais como “chapa”, aquele que auxilia no desembarque de mercadorias que chegam de caminhões, decidiu enfrentar Corôa de Pedra entre as quatro cordas do rinque. Com quase dois metros de altura, alto, peso pesado, diante de centenas de pessoas, no Cine Ideal – na rua Monsenhor Soares, Fortunato de calção branco abaixo dos joelhos e camiseta regata branca, surgiu no palco como um gigante de ébano.
Os espectadores vibravam e entusiasticamente. Fortunato foi ao ataque: vários socos se perderam no ar e Corôa de Padre – profissional no ramo – atinge-o várias vezes no rosto. Nosso atleta já entrava em estado crítico e cambaleava. Na primeira fileira da plateia encontravam-se seus quatro filhos maiores e incentivavam o pai, quase desabando na lona. Gritavam alucinadamente, “pai guenta firme e nóis já vai ai socorre-lo e pegar esse tar de Corôa de Padre”. Imediatamente subiram no palco para atacar e derrotar o adversário do pai que se encontrava atordoado pelos murros que levava. Impedidos por policiais que lá se encontravam, foram retirados do cinema e Fortunato vencido gritava em altos brados que desejava revanche. O espetáculo terminou com os espectadores retirando-se satisfeitos e rindo do espetáculo, que foi realizado para angariar fundos destinados a uma instituição de caridade desta cidade.

Últimas

Começou esta semana a vacinação contra a gripe em idosos e profissionais da saúde

Sábado é dia de vacinação contra a Covid e Gripe

Com a grande adesão da população às repescagens da vacinação contra Covid-19 realizadas aos sábados no shopping de Itapetininga, a Secretaria de Saúde do município decidiu incluir no esquema de...

Vitrine – Realismo

Vitrine – Realismo

A coluna Vitrine desta semana apresenta algumas produções dos alunos do Art Studio & Atelier Henrik Ribeiro.Henrik Ribeiro trabalha há dois anos e meio como tatuador. Ele sempre pensou em...

Confira a programação no aniversário de Alambari

Confira a programação no aniversário de Alambari

A prefeitura de Alambari preparou diversas atividades em comemoração ao 30° aniversário de emancipação político-administrativa. A agenda começou no último sábado, dia 14, com concurso da rainha do rodeio e...

mais lidas

Assine o Jornal e tenha acesso ilimitado

a todo conteúdo e edições do jornal mais querido de Itapetininga