Todos estão sob a mira da justiça

Quando eu cheguei, só ouvi esta oração: – “Todos estão sob a mira da justiça.” A frase fora dita por Carlos de Alenquer.
Os três estavam coversando e eram amigos: Paulo, José e Carlos. Eram advogados e não procurei entrar no mérito da questão, uma vez que aprendi com o rei Salomão: “Quem se mete em questão alheia é como aquele que toma um cão pelas orelhas.” Como eu tenho certo medo de cachorro, embora sempre ouço falar que é o melhor amigo do homem, rindo para eles, esperei a minha vez para entrar na conversa.
Como o diálogo dos três amigos mudou de trajetória, só guardei a expressão filosófica: – “Todos estão sob a mira da justiça.”
Paulo, o apóstolo, escrevendo para os cristãos de Éfeso, disse: “Ele vos deu vida, estando vós mortos nos vossos delitos e pecados, nos quais andastes outrora segundo o curso deste mundo…” o vocábulo “delito”, segundo o Aurélio, que é o amigo de todos, é o fato que a lei declara punível; crime, e, na mesma acepção, culpa, falta, pecado. Logo, numa conclusão lógica, todos são culpados e estão na mira da justiça.
Davi, o segundo rei de Israel, de um modo poético, assim se expressou: “Do céu olha o Senhor para os filhos dos homens para ver se há alguém que entenda, se há quem busque a Deus. Todos se extraviaram e juntamente se corromperam; não há quem faça o bem, não há nem um sequer.”
Alenquer estava certo no seu pensamento filosófico, embora eu não saiba do assunto da conversa. Todos os homens estão sob a mira da justiça divina. Todos, segundo a bandeirante do cristianismo estão andando segundo o curso deste mundo. (Uso o termo “bandeirante”, porque São Paulo foi quem levou as doutrinas do Evangelho para os lugares mais longínquos.)
Qual é o curso deste mundo? O apóstolo responde, não citando o lugar, onde o curso vai terminar, mas diz de um modo velado, usando eufemismos: “segundo o príncipe da potestade do ar;” “do espírito que agora atua nos filhos da desobediência.” Procure, caro leitor, saber quem é esse príncipe e quem é esse espírito. Deus é amor, mas é justiça. Os dois andam de braços dados. O escritor da carta aos Hebreus afirma que Deus é juiz e, depois, no mesmo texto, assevera: “Horrível coisa é cair nas mãos do Deus vivo.”
Nem tudo está perdido, Jesus, que é a concretização do amor divino, disse ao ladrão na cruz que ficou do seu lado: “Hoje estarás comigo no paraíso.” Por que Jesus o salvou? Eis a resposta, fazendo uma exegese do texto sagrado. O amigo dos bens alheios reconheceu o seu pecado. Arrependeu-se. Reconheceu o poder de Jesus para salvá-lo e creu nele, chamando-o de Senhor. Diante de sua declaração de fé, Cristo levou-o para o céu.

Últimas

CORREIO POLÍTICO 1012

CORREIO POLÍTICO 1012

Presidente Lula na região Na próxima terça-feira, dia 23, o presidente Lula estará na nossa região, em visita ao Campus Universitário Lagoa do Sino, da Universidade Federal de São Carlos...

Curso superior gratuito paralisa sua expansão

Curso superior gratuito paralisa sua expansão

Nos últimos oito anos, a expansão dos cursos gratuitos de graduação da Fatec e do IFSP foi paralisada em Itapetininga. No período, ex-prefeita Simone Marquetto (MDB), que governou a cidade...

Justiça Eleitoral paulista fará transmissão de boletins de urna por satélite nas Eleições 2022

TSE divide R$ 4,9 bi a 29 partidos políticos

Com R$ 4,9 bilhões, o Fundo Especial de Campanha já tem o destino certo dos valores para cada partido político no Brasil. Como já era projetado, o PL e o...

Instalação de curso  de Medicina é marco

Instalação de curso de Medicina é marco

A educação de nível superior registrou um forte avanço na gestão Simone Marquetto com a abertura do curso de Medicina do campus da Universidade São Caetano do Sul (USCS). A...

mais lidas

Assine o Jornal e tenha acesso ilimitado

a todo conteúdo e edições do jornal mais querido de Itapetininga

Bem vindo de volta!

Faça login na sua conta abaixo


Criar nova conta!

Preencha os formulários abaixo para se cadastrar

Redefinir senha

Por favor, digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.