Três assuntos

Pontinhos cruéis…
No momento em que escrevo esta coluna, a Sociedade Esportiva Palmeiras acaba de vencer o Fluminense carioca por 1×0. Agora basta o Palmeiras (ou alviverde) empatar com o adversário quarta-feira, à noite, para ser declarado campeão pelo Campeonato Brasileiro de 2023. O time paulista deu uma desanimada quando perdeu para o portenho Boca Juniors no Campeonato Sul Americano de Futebol, mas o treinador português Abel Ferreira reagiu, fez as modificações necessárias e tocou o time para frente.
E note-se, no final do 1° turno o Botafogo estava com 14 pontos na frente do verdão. Um dia antes, num sábado a noite, dois de dezembro, o Atlético Mineiro, também pretendente ao título, ganhava do São Paulo, no Mineirão (Estádio do Cruzeiro) e empatava em pontos com o Palmeiras. Mas isto, no dia anterior.
O título ainda não está decidido (somente quarta-feira, seis). É um espetáculo emocionante, mesmo para quem não aprecia muito o futebol, assistir as partidas finais do Brasileirão, pelo menos a entrada dos times nas arenas. As torcidas demonstram sua criatividade com desenhos ilustrativos dos times “do coração”. E ver (pela televisão, é lógico) e escutar os gritos fanáticos dos torcedores, como do Atlético Mineiro dizendo: “eu acredito!”, “eu acredito!”.
Um pontinho a mais, apenas um pontinho (a mais) dá o título a um clube. Por isso, cada jogo, mesmo no início do Campeonato, já é uma decisão, que pode levar o clube ao almejado título.

Vigor
É impressionante como alguns dos “strong-man” oitentões estão em atividade, levando milhares (e milhares) de pessoas às casas noturnas, aos estádios ou aonde quer que se apresentem. Oitentões como: Caetano Veloso, Gilberto Gil, Roberto Carlos, Ney Matogrosso, Paul Mccartney, Jorge Ben Jor, Chico Buarque de Holanda (quase chegando lá) entre outros.
No palco, sempre firmes, aguantam ficar duas horas em pé, soltando a voz. E sempre lotando a plateia. Em seus recitais, se você não comprar dois ou três meses antes, fica sem vê-los. O que é uma pena.

Novamente
No “Vale a pena ver de novo” (TV Globo, 17 horas) começou uma nova novela “Paraíso Tropical” com Wagner Moura e Camila Pitanga, entre outros. E é a voz da exuberante Maria Bethânia, que abre as legendas cantando “Sábado em Copacabana” (depois de trabalhar toda a semana; meu sábado não vou desperdiçar…).

 

Se fato é foto…


Os itapetininganos Fábio Oliveira (safoxonista/ músico da Banda Municipal de Itapetininga) e Hélio Fontes Jr (médico dermatologista/músico) executando músicas da mais alta qualidade e com alta demanda para as festividades de fim de ano em Itapetininga. Foto – Arquivo Pessoal

Últimas

CORREIO POLÍTICO 997

CORREIO POLÍTICO 997

Exército Após o final do prazo para a filiação de possíveis candidatos, continua a corrida atrás de partidos políticos. Um número maior de partidos traz mais candidatos a vereador e...

Itapetininga tem quase 300 casos de dengue confirmados

Cidade registra 450 casos de Dengue em uma semana

Itapetininga registrou 450 novos casos de Dengue em uma semana. Ao todo, a cidade confirmou neste ano 1.531 casos positivos da doença. Um único caso de Chikungunya foi identificado em...

Queimadas aumentam em mais de 30% em 2024

Queimadas aumentam em mais de 30% em 2024

Em Itapetininga, nos primeiros quatro meses do ano, houve um aumento de 30% nos registros de queimadas em comparação com o mesmo período do ano passado. De acordo com os...

mais lidas

Assine o Jornal e tenha acesso ilimitado

a todo conteúdo e edições do jornal mais querido de Itapetininga

Bem vindo de volta!

Faça login na sua conta abaixo


Criar nova conta!

Preencha os formulários abaixo para se cadastrar

Redefinir senha

Por favor, digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.