Home Cidade Correio destaca a retrospectiva do esporte em 2020

Correio destaca a retrospectiva do esporte em 2020

75
0
A torcida que sempre fez parte dos eventos esportivos, deu lugar a estádios e ginásios vazios sem a presença do público. Arquivo/Jornal Correio

Juliana Cirila 

Nesse início de ano o Jornal Correio faz uma retrospectiva do esporte em Itapetininga. Em um ano atípico como foi 2020 não seria diferente por conta da pandemia do coronavírus. Mesmo com tantas baixas que ocorreram nesse ano, o esporte se reinventou e a torcida que sempre é participativa nos eventos esportivos, deu lugar a ginásios vazios sem a presença do público.
O primeiro mês do ano começou com derrota do Vôlei Itapetininga para o Vôlei Campinas no Ginásio Taquaral pela Superliga, o time se despediu da Copa Brasil de Voleibol. O Sesi-Sp abria inscrições para o programa “Atleta do Futuro” com mais de 25 modalidades com idade entre 6 e 17 anos. A skatista Isabelly Ávila com 15 anos se tornou primeira atleta do skate da cidade a se profissionalizar. Ainda em janeiro se iniciou o projeto de férias de “Tênis de Mesa”. O jogador de futebol profissional Francis Campos voltou a jogar no Brasil depois de uma temporada de destaque no Japão. A atleta paralímpica Jessica Giacomelli foi convocada para a seleção brasileira de atletismo.
Em fevereiro foi definido os grupos da “Copa Futsal Feliz” para atletas de idade de 8 a 14 anos. A equipe de ciclismo de Itapetininga (ACICLI) participou e venceu uma prova de resistência, em um circuito único de 20 quilômetros e participou de outros na região com direito a conquista de medalhas. No mesmo mês também aconteciam os preparativos para a 1ª etapa do Circuito Correr e Caminhar e começava as aulas gratuitas de ritmos.
Ainda em fevereiro foram abertas as inscrições para o Campeonato Varzeano 2020 e a escolinha Municipal de Esporte e a Casa do Adolescente abriram inscrições. O Vôlei Itapetininga venceu o time do Sesi-Sp pela Superliga e enfrentou o Vôlei de Ponta Grossa em casa. A atleta Sueli Pereira Soares participou de um camping paraolímpico na capital Paulista. Atletas da região participaram de peneira do Clube de Regatas do Flamengo. As atletas Juliana Murosaki e Isabela Galvão subiram ao pódio durante a disputa do Campeonato Brasileiro de Badminton.
O terceiro mês do ano começou com o Vôlei Itapetininga vencendo de virada o time de Ribeirão preto, a abertura da “Copa Criança Feliz” e Itapetininga se tornou campeã regional de Sumô. A skatista Isabelly Ávila e seu pai Garcia Rodrigues marcaram presença na inauguração de uma pista de skate em Dubai. E teve início ao torneio Municipal de Futebol Master e a equipe de Itapetininga participando de torneio de Vôlei Minobol em Avaré.
Ainda em março o Jornal Correio entrevistou os caratecas Vinicius Blois e Beatriz Martins que são destaques em campeonatos da região e algumas itapetininganas que participaram da “Corrida da Mulher” que aconteceu no Parque do Ibirapuera. A equipe de natação de Itapetininga subiu ao pódio em competição em São Roque.
Em março, devido a pandemia, foram suspensas as atividades esportivas em Itapetininga.
Em abril com os eventos esportivos suspensos na cidade e no mundo todo, o Museu do Futebol promoveu conversas online com idosos.
Em maio o professor aposentado Mauro Pires falou de sua paixão pelo ciclismo e do seu projeto que acolhe ciclista que estão de passagem pela Ilha Comprida. As academias seguiam fechadas.
Na metade do ano teve a despedida do ex-técnico da seleção feminina de futebol Vadão, o treinador nutria um amor por Itapetininga, principalmente pelo time Derac. A Federação Paulista de Futebol estudava colocar os times em concentração para dar continuidade ao campeonato Paulista. Clubes tradicionais de Itapetininga apostaramm em lives (transmissões ao vivo nas redes sociais) para manter os associados em movimento. A Associação Desportiva e Social da Rio Branco promoveu ações solidaria.
Ainda em junho o Clube Atlético Sorocabano (CASI) completou 75 anos em comemoração ao aniversário do clube foi lançado um livro chamado “Memorias de Antônio Abrami”. O governo autorizou a volta do futebol profissional e a atleta Jessica Giacomelli participou de competições online. E o itapetiningano José Neto foi eleito o melhor técnico da história do Novo Basquete Brasil (NBB).
Em julho a skatista Isabelly Ávila passou a integrar a Seleção Brasileira de Skates e a disputar uma vaga para Olimpíadas. A Confederação Brasileira de Futebol anunciou um novo calendário para o futebol brasileiro com tabela detalhada e o Governo de SP autorizou partidas de futebol sem torcidas e a retomada do esporte em geral. O Vôlei Itapetininga renovou com a comissão técnica e anunciou elenco para a temporada 2020/2021. Torcedores do São Paulo fizeram doações de marmitas para moradores de rua.
Logo no início do oitavo mês do ano é comemorado o dia do Capoeirista. Após 10 anos fechado por conta da reforma o Ginásio Mario Carlos foi inaugurado, mas moradores reclamam da falta de arquibancada. Academias e clubes retornam as atividades esportivas com 30% de sua capacidade e o time do Vôlei Itapetininga volta a treinar após atletas realizarem teste do Covid.
E setembro chegou trazendo o time do Vôlei Itapetininga de volta às quadras pelo Campeonato Paulista e o triatleta Paulo Henrique Vieira Martins, conhecido como PH contou ao Jornal Correio sua história de superação através do esporte.
No decimo mês do ano, o Vôlei Itapetininga garantiu o terceiro lugar no Campeonato Paulista e cancelou a participação no Troféu Viva Vôlei em decorrência de um surto de Covid. Teve a inauguração do Pipódromo Municipal na Vila Célia e um grupo de ciclista fiz um passeio até a primeira casa de Itapetininga e no final do mês foi comemorado o dia do Judoca em homenagem ao fundador da arte marcial Jigoro Kano.
E o penúltimo mês do ano chegou e os atletas do Vôlei Itapetininga se preparam para a Superliga e recebem o novo reforço para a temporada Renan Buiatti, enquanto o Casi promovia uma Corrida Noturna em homenagem aos seus 75 anos. Os adolescentes Hanry Alves Bonini Ramos e Leonardo Santos Araújo se destacam em competições de tênis ficando entre os 20 melhores da categoria.
Dezembro a cidade se despediu de uma figura muito conhecida no futebol Nelson “Borracha”. O triatleta PH conquista 3ª lugar no Paulista de Duathlon Standard e com aposta de um time jovem o Vôlei Itapetininga termina o primeiro turno da Superliga em 5º lugar, com o 2º maior pontuador (Renan) e o melhor bloqueador da competição (Johan). A corrida comemorativa do Casi reuniu centenas de atletas. A equipe do Varal Solidário promoveu uma corrida entre amigos onde o objetivo era arrecadar alimentos para famílias assistidas pelo projeto.

Deixe uma resposta

Por favor digite seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui