Início Cidade Pessoas relatam sonhos e planos interrompidos pela pandemia

Pessoas relatam sonhos e planos interrompidos pela pandemia

0
0

Juliana Cirila 

Quando se inicia um ano novo há planos e sonhos para serem realizados e em 2020 não foi diferente, muitas pessoas esperavam pela sua formatura, pela viagem dos sonhos e até mesmo a chance de comprar uma casa própria. Porem muito planos foram adiados quando um novo vírus fez o mundo parar.

O estudante de medicina Felipe Elsin Alves da Silva viu seus planos serem interrompidos quando teve que deixar a cidade de Rosário na Argentina e voltar para a casa em Itapetininga. “Eu levantava cedo e me preparava para a aula e nos finais de semana aproveitava para descansar. Tive que mudar a rota sabendo que não vai ser como antes.”

Silva conta que ter que voltar para a casa não foi tão difícil pois aproveitou essa oportunidade para rever os amigos e familiares. “Ficar perto dos familiares é o mais fácil, o difícil é deixar todos os planos e estimativas por uma situação que não sabemos quando vai voltar ao normal. A solução é me adaptar ao novo normal, aprender sozinho ou com aulas on-line é o mais difícil.”

A técnica de enfermagem Evelin Araújo teve sua colação de grau e festa de formatura cancelada. “Estávamos pagando nossa festa de formatura que teria acontecido no dia 8 de julho, no mesmo dia da nossa colação de grau também, porém devido a pandemia tudo foi cancelado, no fim não programamos nenhuma comemoração para quando tudo isso passar.”

Jamile Carla Silva Ramiro, estudante, acabou perdendo o emprego e também a chance de comprar sua casa própria. “Estava vendo para comprar meu apartamento, já estava tudo certo no banco, mas acabou que fui afastada do emprego e posteriormente me mandaram embora por conta da pandemia. Continuo sonhando com a casa própria e agora com um emprego também e assim que conseguir vou voltar a procurar um apartamento para mim.”

A funcionária pública Carolina Damião teve a tão sonhada lua-de-mel adiada por conta da pandemia. “Após um ano difícil que foi o de 2019, meu esposo estava no quinto período da faculdade e acabou ficando com  depressão, mesmo muita dificuldade e com a  ajuda de muitos amigos e parentes ele conseguiu se formar e hoje tínhamos o sonho de fazer uma viagem, uma lua-de-mel que nunca conseguimos ter, para comemorar tudo isso, toda essa vitória e benção do ano mais difícil que tivemos, até então. Mas, como ninguém esperava veio a pandemia e adiou tudo isso”

Para a funcionária publica o mais importante nesse momento é estar todos juntos e bem. “Depois de tudo que passamos o ano passado, nossa meta agora é sobreviver, mesmo com a flexibilização, ainda não daria para viajarmos, por conta do distanciamento, sem data vamos deixar nossa viagem para quando tudo isso passar.”

*Sob Supervisão Carla Monteiro

Deixe uma resposta

Por favor digite seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui