A reação dos tamborins

Anos atrás quem gostasse muito de carnaval, mesmo que fosse somente para assisti-lo e não conseguisse esperar o ano seguinte para ver os folguedos gravava em fita de vídeo as fuzarcas daqueles três dias de fevereiro (ou ocasionalmente em março) para ver e sentir durante o ano inteiro. Muitas horas de gravação, principalmente dos desfiles das escolas de samba do Grupo Especial, no Sambódromo carioca da avenida Marques de Sapucaí. Com o advento da internet o trabalho ficou bem mais fácil.
É só colocar no Google o nome da escola de samba preferida que via na TV Globo (a única, em muitos anos, que transmite o desfile), o ano ou o título de enredo e em segundos a escola de samba escolhida (por você) aparecerá na passarela carioca (ou de São Paulo, como plano B). Daí você não precisará esperar o ano seguinte para satisfazer o desejo de sentir a folia de Momo. Durante a pandemia (tenebrosa) fiz isto, muitas vezes, e assistia por alguns minutos, diariamente para desanuviar o ambiente. Tentava fugir, por algum tempo das estarrecedoras estatísticas de mortes diárias dos seres humanos via coronavírus. E o desfile de uma escola de samba sempre é uma alegria de viver. A partir de um enredo promovido por um carnavalesco o samba escolhido da escola tem a obrigação de desvenda-lo. Muitas vezes tanto o tema como a música e letra que o acompanha é um tanto difícil ou complexo, para o cidadão urbano que vive nesta região sudoeste do país. Principalmente quando o samba enredo louva os deuses da África e suas influencias na Bahia ou como os indígenas brasileiros descobriram o guaraná. O repertório de palavras africanas ou dos índios são um tanto estranhas. Mas, tudo é bonito tudo é bem Brasil.
E para satisfação dos carnavalescos, bem ou mal, haverá folia em fevereiro. No Rio de Janeiro, já está acontecendo movimentação para isto. As cantoras Anitta, Iza, Preta Gil, entre outras já estão organizando seus blocos, compostos por milhares de foliões cada um.
O Cordão do Bola Preta, mais antigo do Rio que possui como porta-bandeira a deliciosa Leandra Leal e que chega a arregimentar um milhão de pessoas, já está escolhendo a canção tema. Os tradicionais blocos Banda de Ipanema e “Simpatia é quase amor” já estão ensaiando os passos. A Banda de Ipanema faz um desfile antigo tipo anos 1940 e 1950, cujo os participantes cantam marchinhas, sambas e marchas-rancho daquela época e mais antiga ainda como as imorredouras “As pastorinhas” (a Estrela Dalva no céu desposta…), “Confete” (pedacinho colorido de saudade…), “Malmequer” (eu perguntei ao malmequer se o seu amor ainda me quer…), “Lata d’água” (na cabeça, lá vai Maria…). Mas, agora, como tudo é carnaval existem blocos cariocas e paulistas que executam músicas dos “Os Beatles”, “The Rolling Stones”, “Elvis Presley”. Para mim, tais músicas são “corpos estranhos” no tríduo de Momo. Sem contar as sofrências do sertanejo country, nada a ver…
Daí, a boa notícia é o novo programa da TV Globo “Seleção do Samba” aos sábados com inicio a 1h da madrugada, animado por Luís Roberto (que dá conta do recado) onde três escolas de samba (em cada sábado) escolhem naquele momento, o seu samba enredo. Cada escola apresenta três e um só é escolhido para aquela agremiação. O júri é composto por membros de cada entidades. Muito interessante. Pelo menos é o som do tamborim que voltamos a ouvir na tela da televisão, depois de algum tempo. Evoé…

Últimas

CORREIO POLÍTICO 997

CORREIO POLÍTICO 997

Exército Após o final do prazo para a filiação de possíveis candidatos, continua a corrida atrás de partidos políticos. Um número maior de partidos traz mais candidatos a vereador e...

Itapetininga tem quase 300 casos de dengue confirmados

Cidade registra 450 casos de Dengue em uma semana

Itapetininga registrou 450 novos casos de Dengue em uma semana. Ao todo, a cidade confirmou neste ano 1.531 casos positivos da doença. Um único caso de Chikungunya foi identificado em...

Queimadas aumentam em mais de 30% em 2024

Queimadas aumentam em mais de 30% em 2024

Em Itapetininga, nos primeiros quatro meses do ano, houve um aumento de 30% nos registros de queimadas em comparação com o mesmo período do ano passado. De acordo com os...

mais lidas

Assine o Jornal e tenha acesso ilimitado

a todo conteúdo e edições do jornal mais querido de Itapetininga

Bem vindo de volta!

Faça login na sua conta abaixo


Criar nova conta!

Preencha os formulários abaixo para se cadastrar

Redefinir senha

Por favor, digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.