A Saga Da Picada

A primeira vez que ouvi a notícia sobre o primeiro caso do Corona Vírus aqui no Brasil foi através do meu querido amigo João Fernando Gines, escriturário da Secretaria de Cultura e Turismo de Itapetininga, conhecido por muitos como Xodó. Conheço João há muitos anos, é da mesma geração que a minha, mas a nossa amizade se estreitou quando trabalhei como diretor de turismo, na mesma Secretaria.
Foi numa quinta-feira dia 20 de fevereiro de 2020, me lembro bem, pois antecedia os 5 dias da festa mais esperada do ano e que eu adoro, o carnaval. Neste ano eu e Silmara Piedade, passamos o carnaval no templo do samba, a cidade maravilhosa do Rio de Janeiro. Xodó me manda uma mensagem muito assustado, um dia anos de viajarmos, pelo Whats App com os seguintes dizeres: “Mano do céu, já tem um caso confirmado de COVID no Brasil”.
O infectado foi um senhor de 61 anos que viajou à Itália, e deu entrada no Hospital Albert Einstein no dia anterior 19/02. Não dei a devida atenção e preocupação e partimos para o Rio, mal saberíamos que 1 ano e meio depois Itapetininga registraria 597 mortos (até o fechamento deste artigo 30/06) e o brasil um verdadeiro holocausto; 516 mil mortes pela terrível pandemia.
Na última semana dia 25 de junho, foi o dia mais esperado de toda minha vida, sem sombra de dúvidas. Enfim chegou o grande dia que pessoas da minha idade (44 anos) iriam ser vacinadas, e foi o mesmo João Fernando, o grande amigo Xodó que me avisou que era naquele dia que seriamos vacinados e já tomado a dose todo contente me mandou um zap zap que era a vacina da indústria farmacêutica Pfeizer.
Foi tudo muito emocionante. Entrei no meu “carango” segui o destino pela marginal do chá (local onde brinquei minha infância toda, era tudo mata e arvores e tinha até uma biquinha, Saudosos tempos!) ,que aliás ficou linda, toda iluminada e com uma bela pista de caminhada e ciclismo, segui sentido ao local da vacinação no ginásio “Ayrton Senna”. Coloquei num daqueles apps de rádio, numa estação que só “rola” musica dos anos 80, a musica do momento era I Want You My Life (Eu Quero Minha Vida) da banda australiana Mens at Work, um super clássico que adorooooo! e a tradução do nome da canção tinha tudo a ver, propício para o momento.
Chegando lá me deparo com aquela grande fila de carros, mas não tinha problema, foi a fila mais contente em que eu fiquei em toda minha existência. Fui encontrando com muitos conhecidos, todos com largos sorrisos nos lábios e olhos emocionados, e me chegava a todo momento varias fotos por whats de amigo já vacinado.
Pego uma senha cedida gentilmente por um funcionário da prefeitura, aproveito este espaço para parabenizar toda a organização através da prefeita Simone Marquetto e a todos os envolvidos, uma estrutura montada impecável, principalmente pela simpatia e humanidade de todos que ali estavam trabalhando.
Finalmente chega minha vez! Sou atendido por sorrisos de acalanto dos funcionários que aplicam as vacinam. Saio do carro estendo o braço para a aplicação da vacina. Ufaaaaaa !!! Que alivio na mente no corpo e na alma. Estou vacinado. Naqueles segundos que a dose adentra o meu sangue, passa um filme na minha cabeça. e
Foi um misto de sentimento de muita alegria, emoção, mas também de muita tristeza pela perda de muitos amigos e conhecido e por mais dos 500 mil morto em todo o país, sendo que por puro descaso e negacionismo mortal do nosso presidente Jair Bolsonaro as vacinas eram para ter sido compradas a muito meses antes. Só a empresa Pfeizer fez inúmeras propostas ao governo, ele se quer respondeu.
Mas como diz Chico Buarque numa de suas belas canções: “Amanhã Vai Ser Outro Dia”
VIVA A CIÊNCIA
VIVA O SUS
Até a próxima

Últimas

Câmara cassa mandato do vereador Codorna

Câmara cassa mandato do vereador Codorna

Na última quinta-feira, dia 22, em Sessão Extraordinária realizada na Câmara Municipal de Itapetininga (CMI), 15 dos 19 vereadores votaram pela cassação do mandato do parlamentar de oposição Eduardo Codorna...

Prefeitura promove Campanha com exames de Hepatite B e C

Prefeitura promove Campanha com exames de Hepatite B e C

No mês em que é celebrado o “Dia Internacional do Combate às Hepatites Virais”, a Prefeitura de Itapetininga, por meio da Secretaria de Saúde e Departamento de Vigilância Epidemiológica promovem...

mais lidas

Assine o Jornal e tenha acesso ilimitado

a todo conteúdo e edições do jornal mais querido de Itapetininga