Agenda – 29/11/2013

Mãe e filhos
No dezesseis de novembro na comemoração dos oitenta anos da itapetiningana Maria Margarida Piedade Novaes, em Avaré (esquerda para direita): José de Araujo Novaes Neto, o “Pôio”, prefeito de Avaré, Pedro Luís Piedade Novaes, o “Piú”, Ricardo Piedade Novaes, Lucila Aparecida Piedade Novaes, Margarida (a mãe), Lucia Maria Novaes, José Araujo Novaes Neto, o Juca, Luis Cesar Piedade Novaes, o “Ise” e Margarida Maria, a Maída.

 

Nesta data
Os oitenta anos de existência da itapetiningana Maria Margarida Piedade Novaes foi devidamente comemorado no penúltimo sábado, dezesseis, na fazenda da família em Avaré. Descendente de tradicionalíssima família itapetiningana (clã Piedade), Maria Margarida é viúva de Paulo Dias Novaes, o conhecido “doutor Paulinho”, médico cirurgião geral e que foi vereador naquela cidade, por várias legislaturas, vice-prefeito, prefeito e deputado estadual. O casal teve oito filhos: o primeiro, José Araujo Novaes Neto (Juca), procurador da prefeitura de São Paulo, organizador da Fampop (o famoso festival de música de Avaré), advogado de artistas, membro do Ecad (sociedade arrecadadora de direitos autorais) e integrante do conjunto musical “Trovadores Urbanos”, junto com outros três irmãos e com bastante atuação na mídia paulistana; o segundo, Paulo Dias Novaes Filho, o “Pôio”, médico cirurgião geral e ginecologista. Foi vereador e é o atual prefeito de Avaré (P.M.D.B.), o terceiro, Luiz Cesar Piedade Novaes (Ise), relações públicas; o quarto, Margarida Maria Piedade Novaes (Maída), jornalista; coordenadora maior dos “Trovadores Urbanos”; o quinto, Lúcia Maria Piedade Novaes, assessora empresarial do conjunto “Trovadores Urbanos”; o sexto, Lucíla Aparecida Piedade Novaes, cantora, professora de música, pianista, trabalha com côro infantil “Trovadores Mirins”, em São Paulo, que está também aparecendo na mídia paulistana, além de fazer trabalho com crianças carentes; o sétimo, Ricardo Piedade Novaes, advogado e músico do “Trovadores Urbanos” e o oitavo, Pedro Luís Piedade Novaes, o “Piú”, juiz federal em Araçatuba, interior paulista. Com a presença de todos os filhos, netos e familiares, a aniversariante Maria Margarida Piedade Novaes (filha de Honorina Lemos Piedade, a “Nina” e do tropeiro Luiz do Amaral Piedade), “soltou” a sua linda voz e comoveu a todos. Uma festa bonita, bonita.


Bodas

Filha de Marcia Aparecida Silva Terra Barsanti e Roberto Paes Barsanti, ele, empresário de construção de piscinas, a itapetiningana Juliana Paes Barsanti, organizadora de eventos, adentrou, na penúltima sexta-feira, quinze, na nave da Catedral Nossa Senhora dos Prazeres, a Matriz, aqui, acompanhada do pai, exatamente às cinco horas e quarenta e cinco minutos para casar com Gustavo Pereira Morales (filho de Agda Rita Pereira Morales e Oswaldo Morales Filho, residentes em Vinhedo, interior paulista), o noivo, publicitário em São Paulo, Juliana chegou num Ford Lincon, um modelo de década de 1950 (existem apenas dois no Brasil) portanto um vestido vindo de Barcelona, Espanha e na cabeça usava uma jóia em outro branco com cristais “swarovski” assinada pela designer Diana Cantídio (de São Paulo). Na entrada, a banda Lyra, de sorocaba executou o tema musical do filme “Pinóquio”, de Walt Disney e a Marcha Nupcial” de Mendelssohn. A recepção foi no Spazio Calegari, na avenida Cinco de Novembro, com o “buffet” Rondello, de Sorocaba e doces da Karamelo e que reuniu quase trezentos convidados. Os novos Juliana (Barsanti) e Gustavo (Morales) voaram para o “resort” Iberostar., na Praia do Forte, na Bahia, em lua de mel.

 

Homenagem

A intensa chuva caída um pouco antes não atrapalhou em nada a festiva noite que aconteceu na última quinta-feira, vinte e um, no auditório da Câmara Municipal, quando a educadora Vera Lúcia Abdala recebeu o título de “Cidadã Itapetiningana”, projeto do vereador Itamar José Martins (PMDB) e aprovado por todos os vereadores. Vera Abdala veio para esta cidade em 1986 (outubro) para exercer cargo efetivo de supervisora estadual de ensino e depois tornou-se delegada estadual de ensino (hoje:dirigente). Apresentou-se em 1991, lecionando em escolas particulares daqui e na primeira gestão do alcaide Roberto Ramalho Tavares ocupou a função de secretária municipal de Educação e na segunda gestão do mesmo prefeito, coordenadora da Universidade Aberta do Brasil, a U.A.B.. Aposentada do magistério mas, não da vida, Vera Abdala é uma ativa “promoter” levando itapetininganos para viagens de lazer no interior paulista e para assistirem peças em teatros paulistanos. Emocionadíssimos, os vereadores Itamar José Martins (PMDB) e Marcus Tadeu. Quarentei Cardoso (PSDB) quase que não conseguiram terminar seus discursos. E Vera foi intensamente aplaudida pelo seus amigos presentes.

Reunião
Diretora aposentada da sede estadual de ensino, Elza Zanolli está coordenando um novo grupo de aposentados do magistério estadual daqui. Nesse novo grupo inclue-se professores, coordenadores, vice-diretores, diretores e supervisores de ensino. O último encontro aconteceu no restaurante “Du Rosa”, em Vila Rio Branco, na penúltima quarta-feira, vinte, com muitos participantes. O objetivo é sempre reunir os amigos-colegas de tantos anos de trabalho, “matar as saudades”, e planejar novos encontros e até viagens (o grupo foi recentemente para Buenos Aires, Argentina). Tudo indica que o próximo encontro aconteça no próximo dezoito (dezembro) na residência de Therezinha Matarazzo Carreira, na avenida Padre Brunetti em Vila Rio Branco, à noite.


Cidade Luz

Na sala “Paulo Ozi (“Senadinho”) tradicional ponto de encontro de veteranos associados do Clube Venâncio Ayres”, o animado Bruno Sacco comentando: “Há seis anos atrás, passei sessenta dias em Paris, na França e adaptei-me completamente à cidade. Fazia compras, ia a supermercados, andava de metrô e até falava um pouco de “francês” com as pessoas. E Paris é sempre Paris”.


Sem vagas

Em virtude do feriado do dia quinze (República) e de inúmero casamentos realizados aqui, a cidade estava com seus principais hotéis lotados, lotados.

Últimas

Rita de Cássia Moraes Leonel

Rogério Sardela retorna aos palcos

Depois de quatorze anos, um experiente ator da cena teatral itapetiningana retornou aos tablados, Rogério Sardela, com a peça “Agora Eu Tô Solteiro” de sua autoria. A comédia é dirigida...

Preconceito de marca: as relações raciais em Itapetininga

Preconceito de marca: as relações raciais em Itapetininga

Um longo trabalho de investigação sociológica feito por Oracy Nogueira que reúne 12 enunciados comparativos sobre o preconceito nas relações raciais em Itapetininga, originou um estudo com o título “Preconceito...

Rita de Cássia Moraes Leonel

Rita de Cássia Moraes Leonel

Família Mello Moraes Família Moraes Leonel   Primeiramente, a Rita nunca iria deixar a gente escrever ou falar algo sobre ela. Certamente se incomodaria com isso… Mas não dá pra...

Semana registra 44 novos casos de Covid-19

HLOB tem queda nas cirurgias eletivas em 2024

O Hospital Doutor Léo Orsi Bernardes (HLOB) registrou uma queda no número de cirurgias eletivas realizadas em 2024, comparado ao ano anterior. Segundo a assessoria de imprensa do HLOB, no...

mais lidas

Assine o Jornal e tenha acesso ilimitado

a todo conteúdo e edições do jornal mais querido de Itapetininga

Bem vindo de volta!

Faça login na sua conta abaixo


Criar nova conta!

Preencha os formulários abaixo para se cadastrar

Redefinir senha

Por favor, digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.