Agenda – 465

Irmãs
Em recente acontecimento social aqui, as itapetininganas (esquerda para direita): Bianca Barsanti Grecca e Gisele Barsanti Carvalho (residentes em Indaiatuba, região de Campinas) e filhas do casal Eliana (Suardi) – Silvio Rubens Barsanti, o Nêgo, ex-banespianos.

 

Broadway
A “promoter” Leomira Camargo Nunes levará nos próximos fevereiro e março sua turma, integrantes do itapetiningano grupo “Vamos ao Teatro”, para assistir dois espetáculos musicais que fizeram (e ainda fazem) muito sucesso em New York, U.S.A. Em fevereiro, num sábado, dia vinte e dois, os itapetininganos assistem “A Madrinha Embriagada”, uma adaptação feita por Miguel Falabella (que também dirigiu a peça) da comédia (musical) americana “The Drosy Chaperone”, cuja história foi transferida para São Paulo na década de 1920. E no elenco, atores famosos como Saulo Vasconcelos e Stella Miranda. Em março, também num sábado e no dia vinte e dois, “O Rei Leão”, grande sucesso nos Estados Unidos e muitos milhões de dólares gastos na encenação lá e aqui. “A Madrinha Embriagada”, no teatro do Sesi, na avenida Paulista e “O Rei Leão” no teatro Renault, antigo Abril na avenida Brigadeiro Luís Antônio. Em ambos os dias, o local da partida será na praça Siqueira Campos (também chamado largo da Santa Casa). E antes das peças visitas aos shoppings, lógico.

Luzes
A coordenadora Ana Maria Pires Nalesso e a “Principal Turismo” pensando seriamente em levar dezenas de itapetininganos para as delícias de Las Vegas, Nevada, Estados Unidos, no próximo abril entre quatro (numa sexta-feira) até treze (domingo), por aí. E o hotel a ser escolhido para a hospedagem já deverá ser uma atração a parte.

A volta?
Comenta-se (e o comentário é grande) que a professora Dalva Alves dos Santos, atualmente residindo em São Roque voltará a morar aqui e certamente reencontrará muitos e muitos amigos. Dalva, que é “itapetiningana da gema”, só para lembrar, formou-se no curso de Magistério no então Instituto de Educação “Peixoto Gomide”, em 1958 e logo tornou-se professora e depois diretora da Escola do Sesi (que na época ficava próxima a rua Padre Albuquerque e avenida Peixoto Gomide. Dalva foi também durante muito tempo professora do Departamento de Administração da Fundação “Karnig Bazarian”, a FKB e integrante da Associação “Bem Viver” coordenada por Maria Margarida Mazzarino. Dalva Santos muda de idade neste domingo, dois de fevereiro.

Zabumba
Ex-presidente da A.B.E.S.I. ou Associação de Blocos e Escolas de Samba de Itapetininga, Mário Antônio da Silva ensaiando seu bloco carnavalesco “Imperador do Samba”, na quadra do DER, nestas noites quentes de Verão.

Tempo, tempo
Em relação ao calorão que anda fazendo ultimamente, o empresário Zecaborba Hungria (Pão de Mel Supermercado) comentando que é muito melhor do que aquele enorme frio que fez em junho e julho o ano passado. Já o fiscal federal aposentado Renato Nogueira achando que o calor está exagerado e prejudicando a saúde das pessoas.

Saúde
O biomédico itapetiningano Eduardo Camargo Nunes (filho de Leomira (Camargo) e do saudoso José Nunes) está coordenando o departamento de Biomedicina (onde também atuará como professor) da poderosa Faculdades do Sudoeste Paulista, recentemente instalada aqui na cidade, no antigo prédio da Itauto.

Lusa
É quase certa a viagem do casal Marília (Palomo) – José Ciro de Paulo Barreira, ele, médico psiquiatra, aqui, para Portugal no próximo abril, começando por Lisboa.

Oração
Diretora da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da Associação de Ensino, daqui, Alice Vega Alvers Ozi participando de uma das missas do “Cerco de Jericó” na Catedral da Matriz no penúltimo domingo, dezenove, lotada de fiéis.

Distância
Diretor da escola da rede estadual de ensino, aqui, Vancley Sacco, sempre irônico, comentando “Aos sábados, quando jogo futebol pelos “Veteranos de Itapetininga”, em Alambari com times de lá, quando volto, fico um tempo atordoado por causa do fuso horário…”.

Mudança
O médico psiquiatra Arthurantônio Chagas Monteiro transfere nos próximos abril ou maio seu consultório da rua Expedicionários para a rua Otaviano Ramos, travessa da avenida Padre Brunetti em Vila Rio Branco. Segundo o médico Arthurantônio, está praticamente impossível estacionar na Expedicionários e futuramente o funcionamento de uma delegacia de polícia e estabelecimentos comerciais na mesma rua próxima ao consultório irá aumentar o problema. Como Arthurantônio quer dar conforto a seus clientes, fez a opção pela transferência do consultório. E também em abril (ou maio) o médico Arthurantônio Monteiro lança novo livro (com noite de autógrafos!) de título “Minerais Tóxicos” com prefácio de Hélio Rubens de Arruda Miranda.

Birthdays
Mudam de idade no início de fevereiro: domingo, dois, o médico oftalmologista Alceu Cardoso Neto e no mesmo dia, Paulo Ozi Junior; no três, segunda-feira, Maria Aparecida Cardoso Serafim, professora da rede estadual de ensino, aposentada; na terça-feira, quatro, Ana Rosa Françani Rocha Fogaça, supervisora estadual de ensino já aposentada; quinta-feira, seis, o dentista Iraí Barsanti Camargo e no mesmo dia, Maria Theresa da Silveira Ofri Vieira.

Últimas

Começou esta semana a vacinação contra a gripe em idosos e profissionais da saúde

Sábado é dia de vacinação contra a Covid e Gripe

Com a grande adesão da população às repescagens da vacinação contra Covid-19 realizadas aos sábados no shopping de Itapetininga, a Secretaria de Saúde do município decidiu incluir no esquema de...

Vitrine – Realismo

Vitrine – Realismo

A coluna Vitrine desta semana apresenta algumas produções dos alunos do Art Studio & Atelier Henrik Ribeiro.Henrik Ribeiro trabalha há dois anos e meio como tatuador. Ele sempre pensou em...

Confira a programação no aniversário de Alambari

Confira a programação no aniversário de Alambari

A prefeitura de Alambari preparou diversas atividades em comemoração ao 30° aniversário de emancipação político-administrativa. A agenda começou no último sábado, dia 14, com concurso da rainha do rodeio e...

mais lidas

Assine o Jornal e tenha acesso ilimitado

a todo conteúdo e edições do jornal mais querido de Itapetininga