Agenda – 477

Cidade luz
No último março, a itapetiningana Maria Cristina Nery na famosa loja de compras Galeries Lafayette, região central de Paris, França, no andar superior onde está a enorme cúpula de vidro cercada por trinta e três balcões de vendas, estilo “ópera”.

 

Viola
Roberto Soares Hungria presidente do Museu da Imagem e Som, o M.I.S. local comunicando que a entidade itapetiningana está desenvolvendo um novo projeto da série “Fazer reviver os que já estavam esquecidos”, ou seja, depois de lembrar o cantor (da terra) Almir Ribeiro (com um documentário sobre Almir e um “show” em sua homenagem no Clube Venâncio Ayres) e a aviadora Anésia Pinheiro Machado, com estátua no Largo dos Amores, o M.I.S. homenageará agora um dos maiores compositores da música “raiz” sertaneja brasileira, Teddy Vieira, autor, entre outros clássicos, do famosíssimo “O menino da porteira”. Segundo Roberto Hungria, a motivação maior, para tal homenagem, foi saber através de uma pesquisa que, entre dez entrevistados, aqui, sete não sabiam que esse compositor, com mais de trezentas músicas, muitas das mais conhecidas nesta região sudeste (e por que não em todo o Brasil?), nasceu Itapetiningano. Daí que o MIS local mandou confeccionar uma estátua do compositor acompanhado de sua viola, em tamanho natural. E colaboraram para isso empresários e firmas locais como: Construtora Tardelli, Clodoaldo Gomes, Roberto Camargo, Franciosi Imóveis, Hiram Ayres Monteiro, Unimed, Supermercado “Pão de Mel”, J.F.I. e Styllos Eventos.

Meio ambiente
Carlos Alberto Soares, repórter, que vocês vêem nos jornais televisivos da TV TEM local, está contente da vida pois foi um dos cinco classificados ao “Prêmio de Sustentabilidade”, na categoria “reportagem televisiva”. Concurso promovido pela Federação do Comércio do Estado de São Paulo, com sede na capital. Concorram nessa categoria (reportagem televisiva) duzentos candidatos de todo o Brasil. O tema da reportagem de Carlos Alberto Soares (e que passou no noticiário da TV-TEM, daqui, foi um projeto que tornou-se realidade no município de Ribeirão Grande, próximo a Capão Bonito. Lá, reaproveita-se o lixo orgânico que é transformado em adubo para ser colocado nos jardins da cidade para a melhoria das árvores, plantas e flores (o lixo é encaminhado ao pátio de compostagem da Prefeitura local). A reportagem de “Beto” Soares sensibilizou a comissão e ele foi classificado. O prêmio (quinze mil reais) para o primeiro colocado será entregue no próximo maio, em solenidade, possivelmente no teatro Raul Cortez, no interior da Federação. Um outro concorrente nesta área é André Trigueiro do “Jornal da Globo” (TV Globo, meia noite) e da “Globo News”.

Alô, alô
Filho de Rita (Albuquerque) – Rafael Altério (que residem em Alambari), o músico, cantor e compositor Gabriel Altério está formando um trio com os também músicos Bruno Puazza e Fi Maiótica (ambos, de São Paulo) e “de quebra” pretendem logo, logo, gravarem um CD instrumental. Os moços já deram um nome para o novo conjunto: “Orita”. E segundo a mãe de Gabriel, a também compositora (itapetiningana) Rita Albuquerque Altério, atualmente, tornou-se comum um tipo de campanha para financiamento coletivo de projetos culturais pois, a boa música popular brasileira (a de alto nível) anda carente de atenção das emissoras de rádio e televisão e de investimentos de poderes públicos. Daí que empresários ou firmas particulares e mesmo cidadãos poderiam colaborar para tais projetos. No caso de Gabriel Altério e seu trio “Orita”, quem quiser colaborar é só digitar no “https://partio.com.br/projeto/orita. E Rita Altério complementa:- “Valerá sempre a pena pois os moços do (novo) trio, “Orita”, são muitos talentosos”.

A próxima atração
Maria Nazareth Rosa Rezende, Angelina Pereira Cardoso Hungria, Cláudia Fernandes Dandreta, Maria Nívea Guarneri Machado, Olga Pellegrini, Eunice Ferreira Granato e mais itapetininganos já colocaram em suas agendas. No início de outubro, o maestro André Rieu, o “rei da valsa” com sua orquestra, de nome “Johan Strauss” cantores, dançarinos, voltam ase exibirem no Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo. Serão várias noites de recitais e como o sucesso de André Rieu no Estado de São Paulo é tanto que os ingressos serão vendidos antecipadamente. E esgotam-se logo, logo…

Em atividade
Ex-colunista da imprensa itapetiningana na década de noventa, Amauri Filho, funcionário municipal, está trabalhando no ginásio “Ayrton Sena”, em Vila Barth, pela secretária de Esportes. E segundo Amauri, o trabalho é tanto que vai da manhã até a noite. Mas o moço nem liga pois gosta (muito) do que faz. Mas, não deixa de sentir saudades do tempo de jornalismo, mesmo sabendo que não era (e não é) fácil uma coluna de notícias mesmo sendo semanal.

Remodelação
No anunciado projeto de revitalização do Largo dos Amores (ou praça Marechal Deodoro) no centro da cidade, um dos convocados foi a arquiteta Ludmila Pinheiro da Costa. Formada em Sorocaba, Ludmila é filha da nutricionista Maria Lúcia Pinheiro e do cerealista Horácio da Costa e sobrinha neta, pelo lado materno, da sempre saudosa professora Maria Zélia Pinheiro, de Português – Inglês, da rede estadual de ensino. Ludmila vai trabalhar muito para embelezar o atual largo. Também no projeto (que terá patrocínio da Nisshinbo do Brasil), o engenheiro Aristeu Correia de Moraes Filho e Galvão Engenharia.

Mudança de Idade
Neste mês de abril: no último dia dez, completando noventa e dois anos de idade, Lourdes Zaidan; no dezoito, penúltima quinta-feira, Márcia Camargo Mello (do DER local) que reuniu familiares e amigos numa festa intima na casa do Athenas do Sul, hoje, sexta-feira, vinte e cinco, Mercedes de Almeida Palomo (professora e diretora do então Instituto de Educação “Peixoto Gomide”), domingo, vinte e sete: Márcia de Almeida Palomo, professora de Francês e também Tânia Moreno, jogadora de vôlei, do time Master, da Prefeitura daqui.

Últimas

Operação detém suspeito com droga na Vila Mazzei

Operação detém suspeito com droga na Vila Mazzei

Nesta quarta-feira, dia 16, durante patrulhamento da Operação Itapê + Segura, equipes da Guarda Civil Municipal de Itapetininga prenderam um suspeito nas proximidades de uma escola municipal na Vila Mazzei....

Mangá: ícone pop da cultura japonesa

Mangá: ícone pop da cultura japonesa

Por: Milton Cardoso Havia um enorme abismo cultural entre os imigrantes europeus e japoneses, mas a educação dos filhos era um ponto comum entre eles. Uma das prioridades era a...

Céu das Artes abre inscrições para cursos e oficinas

Céu das Artes abre inscrições para cursos e oficinas

O Centro de Artes e Esportes Unificados em Itapetininga, mais conhecido como Céu das Artes, abriu desde segunda-feira, dia 14, inscrições para diversos cursos e oficinas, todos de graça, voltados...

A chegada dos imigrantes japoneses em Itapetininga

A chegada dos imigrantes japoneses em Itapetininga

Milton Cardoso Especial para o Correio Há exatos 113 anos no porto de Santos desembarcaram do navio Kasato Maru 781 imigrantes japoneses, todos agricultores. Na bagagem traziam muitos sonhos: o...

mais lidas

Assine o Jornal e tenha acesso ilimitado

a todo conteúdo e edições do jornal mais querido de Itapetininga