Agenda – 478

Irmãos
(Esquerda para direita): José Roberto de Paula Barreira, promotor de justiça, José Ciro de Paula Barreira, médico psiquiatra e José Sidney de Paula Barreira (Ney), comerciante, na comemoração de aniversário de Ciro, no último dez (abril)

 

Comentário
Presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo, a Fiesp, e com sua pré candidatura já confirmada, ao governo do Estado de São Paulo nas eleições do próximo outubro, Paulo Skaf esteve visitando esta cidade no último oito (abril), numa terça-feira, principalmente o Sesi, em Vila Rio Branco. O empresário Skaf em entrevista para a imprensa local, no quesito Educação, criticou bastante a política educacional da secretária da Educação paulista em relação a chamada “progressão continuada” que Paulo Skaf denomina de “descontinuada”. Skaf estava se referindo ao projeto pedagógico em atividade desde quando o governador Mário Covas assumiu o poder em São Paulo (1995), no sentido de facilitar a aprendizagem de crianças e adolescentes, não reprovando-os no final do ano letivo. E segundo ainda Skaf os resultados foram desastrosos, já que o aluno termina o ensino médio sabendo o mínimo dos conteúdos aprendidos. E na maioria das vezes, nem isso.

Agosto
Alberto Isaac, o cronista das saborosas crônicas sobre esta cidade que vocês lêem semanalmente no suplemento “Cultura” deste “Correio”, “está de olho” no filme “Getúlio” que estreou ontem, feriado, primeiro de maio, em circuito comercial no Rio de Janeiro, São Paulo e outros Estados. Tendo Toni Ramos (da Tv Globo) como ator principal “Getúlio”, evidentemente é um filme que conta as últimas semanas do segundo mandato de Getúlio Vargas (1950-1954) como presidente da república brasileira até ser destituído por militares e pela oposição civil, acusado entre outros motivos de ordenar o assassinato do então deputado federal Carlos Lacerda (que apenas ficou ferido no episódio denominado de “Crime da rua Toneleiros no Rio de Janeiro). O jornalista Alberto Isaac está ainda mais empolgado em assistir ao filme (“vale uma viagem a São Paulo, segundo ele) ao saber que muitas cenas foram filmadas no Palácio do Catete e no próprio quarto do presidente. No elenco, também, Drica Moraes (como Alzira Vargas, filha de Getúlio) e Alexandre Borges (como Carlos Lacerda). Alberto Isaac acompanhou todo o drama de Getúlio Vargas, pelo rádio e pelas revistas “O Cruzeiro” e “Manchete”. Getúlio Vargas suicidou-se no dia vinte e quatro, no mês que o povo chama “do cachorro louco”, em 1954.

 

Trabalho novo
Agora não mais lecionando em faculdade e atuando exclusivamente como relações públicas no restaurante “Banzai Nipon” – comida oriental, na rua Domingos José Vieira, região central, nesta cidade, Iracema de Cáritas Muza Soares deu de presente para si mesma uma viagem à Europa (segundo ela própria e que estava merecendo) e no último dia de março (trinta e um) voou para a Itália onde visitou Roma, Florença, entre outras cidades. A professora Iracema, em Roma (a cidade Eterna) ficou hospedada no (luxuoso) Hotel Amalia (Via Germanico, 66, no centro) próximo do Vaticano, da Praça de Espanha e do metrô Oltaviano / São Pedro. Três grandes emoções vividas em Roma pela itapetiningana Iracema Muza: – “Roma é toda linda, em todos os seus cantos; assisti a ópera “La traviata”, música de Giuseppe Verdi no Chiesa Evangélica Valdese (na Via IV Novembre) e entre milhares de pessoas, fiquei bem perto do papa Francisco, na praça São Pedro, no Vaticano. Iracema de Cáritas Muza Soares voltou no nove de abril, completamente revigorada e pronta para uma vida nova.

 

Broadway
No último sábado, vinte e seis, Leomira Camargo Nunes levou integrantes do itapetiningano grupo “Vamos ao Teatro”, para assistir no teatro do Sesi na avenida Paulista, em São Paulo, o musical “A madrinha embriagada”, direção de Miguel Falabella, uma adaptação da comédia norte-americana “The drowsy choperone”, com grande elenco, e a história original foi transferida para São Paulo da década de 1920. Aliás, Miguel Falabella foi contratado novamente pelo Sesi/São Paulo para outro musical e já está realizando testes para a formação de novo elenco. É o momento de talentosos artistas do teatro amador itapetiningano se habilitarem a estes testes. Por que não?

 

Neon
O repórter Fernando Daguano e o repórter cinematográfico Fábio Campos, ambos da TV-TEM local passaram uma semana em New York, USA trabalhando na produção de uma série sobre Exportação, ou mais especificamente, sobre produtos e pessoas das regiões focalizadas pela TV TEM (como: São José do Rio Preto, Bauru, Sorocaba (e Jundiaí) e Itapetininga) que se notabilizaram na maior cidade norte-americana (e uma das maiores do planeta). Os repórteres em questão, Fernando e Fábio ficaram em Nova York, de dezessete a vinte e quatro do último abril e entrevistaram, entre outros, duas executivas paulistas que exercem funções graduadas, respectivamente na Colgate e no style.com, um dos poderosos “sites” de moda dos Estados Unidos. Um fato curioso aconteceu com os moços repórteres em plena Times Square, “coração” da cidade, à noite. Enquanto trabalhavam lá para mostrar o momento noturno de New York, foram saudados, principalmente por turistas de vários países, com gestos de admiração. Daguano e Fábio Campos chegaram até a posar para fotos dos entusiasmados simpatizantes.

 

Cidade luz
A itapetiningana Maria Cristina Nery, que viajou para França e Espanha no dezenove de março, um dia antes do seu aniversário e ficou cinco dias em Paris (fazia algum tempo que Cristina Nery não visitava a capital francesa). No quarto e penúltimo dia de sua estadia lá, Cristina foi passear no lendário bairro Saint Germain dés Prés, no vinte e três, num domingo, onde visitou o restaurante “Les Deux Magots” (famoso nas décadas de 1920 e 1930 e era frequentado por jovens escritores, entre eles, o norte-americano Ernest Hemingway e filósofos), também o Café de Fiore (onde o filósofo Jean Paul Sartre e sua mulher, a escritora feminista Simone de Beauvoir eram assíduos frequentadores nas décadas de 1950 e 1960). Cristina Nery também visitou o café Le Procope, onde já tinha estado em 1994 com as itapetininganas Regina Leonel e sua filha Flávia Leonel, esta, na época fazia um curso na Universidade Sorbonne, lá mesmo em Paris.

Últimas

Câmara cassa mandato do vereador Codorna

Câmara cassa mandato do vereador Codorna

Na última quinta-feira, dia 22, em Sessão Extraordinária realizada na Câmara Municipal de Itapetininga (CMI), 15 dos 19 vereadores votaram pela cassação do mandato do parlamentar de oposição Eduardo Codorna...

Prefeitura promove Campanha com exames de Hepatite B e C

Prefeitura promove Campanha com exames de Hepatite B e C

No mês em que é celebrado o “Dia Internacional do Combate às Hepatites Virais”, a Prefeitura de Itapetininga, por meio da Secretaria de Saúde e Departamento de Vigilância Epidemiológica promovem...

Filmes para quem gosta de comer… e cozinhar

Filmes para quem gosta de comer… e cozinhar

BAO (2018). O curta-metragem dirigido por Domee Shi fala de amor, e usa comida para representar uma mãe cuidando e acompanhando o crescimento do filho. Tem um viés bastante simbólico,...

mais lidas

Assine o Jornal e tenha acesso ilimitado

a todo conteúdo e edições do jornal mais querido de Itapetininga