Agora uruguaio comanda o mercadão

Não se trata do excepcional Mujica, ex-presidente do Uruguai, mas simples e unicamente de Hector Daniel Suárez, patrício de sangue e alma daquele que foi considerado o maior dirigente de todos os paises do mundo. Ele, Hector Daniel Suárez, por sinal parente do aguerrido centro-avante Suárez da seleção celeste, foi escolhido por unanimidade pelos próprios comerciantes daquele local para dirigir o conhecido Mercadão de Itapetininga em substituição a Cleonice Uriel, deixando o cargo que ocupou por diversas administrações.
Com a simpatia e simplicidade, com características semelhantes a seu compatriota José Mujica, Daniel, há muito residindo em Itapetininga – da qual se tornou admirador – estabelecido no ramo de relojoaria e na área de ourivesaria, pretende administrar em clima de harmonia. Está disposto, principalmente, em proporcionar um trabalho conjunto com os próprios comerciantes da entidade (Associação dos Comerciantes do Mercadão).
Isto, notadamente, para o total desenvolvimento daquele logradouro, tornando-o com a colaboração de todos colegas, uma área comercial dinâmica, através de novo visual do prédio e outros melhoramentos necessários, atraindo desta forma um maior número de clientes de toda região.
O Mercadão, que neste próximo 7 de setembro, terça-feira, comemorará 56 anos de existência, foi inaugurado solene e festivamente na administração do prefeito Darci Vieira, funcionando, igualmente, a partir daquela data novel como Estação Rodoviária, esta até meados dos anos 70.
Inicialmente, seu pavimento superior era também um entreposto de produtos oriundos da zona rural, mas “diante da frustração do projeto”, serviu como vem servindo , para os ensaios da Banda Lira Municipal, a quem, há muito tempo, a Prefeitura fez a doação em “comodato por 90 anos”.
Deste então, á época de sua inauguração, opera similarmente a um “shopping popular”, com produtos diversificados e atendendo, inclusive, clientes de municípios vizinhos.
Embora não tenha qualquer vínculo com a Prefeitura, o novo presidente Hector Daniel Suárez, tem a firme intenção de entabular conversações com o chefe do Executivo, Di’ Fiore, sobre a possibilidade de uma parceria entre as duas entidades, sem, no entanto, onerar os cofres do município causando-lhe prejuízos.
Apesar dos percalços percorridos, como a retirada dos ônibus com a construção da nova Rodoviária – no bairro da Aparecida – a suspensão da colaboração da Prefeitura desde a gestão do Prefeito Joaquim Aleixo Machado e a mudança recente do itinerário dos ônibus circulares e intermunicipais, o Mercadão poderá ter um comércio mais dinâmico, segundo o presidente que se encontra com coragem e determinação para enfrentar o desafio.
À frente do Mercadão, estiveram os comerciantes Concilio Bicudo e João Andrade, Odir Marques, Cleonice Uriel, Jair Gracia, Wancley Érik, Éres Franciosi, Márcia Bicudo, contando também a colaboração de Zecaborba Soares Hungria e outros abnegados.

Últimas

Cidade tem 25 mortes em sete dias e UTIs estão 100% lotadas

Cidade registra 24 mortes em apenas dez dias

Os primeiros dez dias do mês de junho registram uma marca preocupante, a cidade confirmou 24 mortes em decorrência da Covid-19 e 579 novos casos. Nesta quinta-feira, dia 10, o...

Modelo denuncia racismo em oferta de trabalho

Modelo denuncia racismo em oferta de trabalho

A modelo e estudante de fisioterapia Bruna Campos denunciou uma situação de racismo que sofreu durante uma oferta de trabalho. Ela combinava, pelo whatsapp, detalhes de um trabalho freelancer que...

mais lidas

Assine o Jornal e tenha acesso ilimitado

a todo conteúdo e edições do jornal mais querido de Itapetininga