Aperte o Play! No Final Rebobine…

Neste artigo encerro a trilogia sobre produtos nostálgicos, artigos do entretenimento que já não se produzem mais ou que estão prestes a acabarem. Virarão peças, ou já viraram peças de museu.

Na primeira da série nostálgica falei sobre os discos de vinil, na 2ª escrevi sobre as revistas e jornais de circulação nacional que aos poucos estão extinguindo.

Nesta vou falar sobre o vídeo cassete e suas fitas, chamadas de VHS (abreviatura da língua inglesa “ Vídeo Home System”) o que é aqui no Brasil mais ou menos traduzindo seria “ Sistema de Vídeo em Casa”.

Surgido no início dos anos 80 o vídeo cassete veio para revolucionar o comportamento de todos principalmente para os cinéfilos inveterados. A partir daí poderia assistir filmes em casa, a qualquer hora do dia, alugando as fitas nas vídeos locadoras, que se espalharam por todo país. Além de alugar os filmes, podia-se gravar programas, novelas, shows, futebol entre outros das emissoras de tv, para assisti-los e arquiva-los.

Mas a sua popularidade e adesão em massa, foi somente no final dos 80. Com preço ainda muitos “salgados” muitos iam até o Paraguai para comprar o famoso Panasonic G9, com preço bem mais acessível. Parece piada mas não é! Até consórcios existia na época para adquiri-lo. No Brasil eram fabricados as marcas Sharp, CCE e Toshiba.

Ter o tal do vídeo cassete era artigo de luxo, e quem tinha esnobava até no bom sentido, ou não! Kkk As pessoas se reuniam nas salas para dar o play na fita e claro rebobinar quando acabasse o filme, senão pagava multa.

Ir a locadora, principalmente ás sextas feiras, pois finalmente chegava o fim de semana, era um passeio, que por sinal era muito prazeroso, era uma delícia.

Tivemos locadoras excelentes aqui na cidade. A primeira que eu me lembro foi a “ Itapevideo” que tinha várias salas com um grande “arsenal” de filmes ficava na Silva Jardim em frente onde é hoje a boutique “Novita”, depois surgiu a locadora Avenida em frente à praça do Cofesa, do saudoso Clarindo Lamourier, que durante muitos anos foi chefe do Corpo de Bombeiros Voluntários aqui de Itapetininga e um amante da arte de se fazer vídeo, foi responsável por inúmeros registros através da sua Câmera VHS , que poucos tinham, na mesma época surgiu também a Star Vídeo do Carlos Sonoda, na Rua Expedicionários, próximo ao Ginásio Mário Carlos Martins e que durante muitos anos por lá permaneceu.

Com o tempo surgiram inúmeras locadoras por diversos cantos da cidade, e como tudo com o tempo se acaba, elas foram se acabando. Hoje temos apenas 2 locadoras que alugam DVD’s na cidade, onde teve mais de dez. A Locadora Quintino na rua Quintino Bocaiuva e a Agapito Locadora, do Fabrício Agapito, outro amante da sétima arte e que há mais de 20 anos tem a sua excelente locadora. Dois proprietários guerreiros que “ tiro o meu chapéu” pois muitos ainda não sabem baixar filmes na internet ou não possuem os Netflix da Vida.

Na época achavam que elas iriam “exterminar” com os cinemas e eles iriam se acabar. Pelo contrario, só aumentaram e cada vez mais com tecnologias moderníssimas e salas cada vez mais confortáveis e aconchegantes.

Nada como ver um filme na “telona” com um bom som e uma boa companhia, e claro uma daquelas pipocas que cheiram “ a filme”.
Os tempos são outros, as tecnologias se inovam muito rapidamente, mas o cinema sempre será a mesma obra de sempre, como dizem a 7º Arte, que para muito pode se dizer que é a Primeiríssima Arte!
Até a próxima.

Últimas

Câmara cassa mandato do vereador Codorna

Câmara cassa mandato do vereador Codorna

Na última quinta-feira, dia 22, em Sessão Extraordinária realizada na Câmara Municipal de Itapetininga (CMI), 15 dos 19 vereadores votaram pela cassação do mandato do parlamentar de oposição Eduardo Codorna...

Prefeitura promove Campanha com exames de Hepatite B e C

Prefeitura promove Campanha com exames de Hepatite B e C

No mês em que é celebrado o “Dia Internacional do Combate às Hepatites Virais”, a Prefeitura de Itapetininga, por meio da Secretaria de Saúde e Departamento de Vigilância Epidemiológica promovem...

mais lidas

Assine o Jornal e tenha acesso ilimitado

a todo conteúdo e edições do jornal mais querido de Itapetininga