Arte, cultura, e emoção nas telinhas

A chamada “melhor idade” (hoje acima de 70 anos) deve estar gostando muito de sintonizar o canal T.C.M. (canal pago, 115, na SKY). O referido canal voltou a exibir com mais frequência (muito mais!) de filmes antigos, principalmente norte-americanos que deliciaram em outras décadas (décadas de 1940,1950, 1960) situando aqui em Itapetininga quem frequentava os cines São Pedro (na Campos Salles), São José (na rua Venâncio Ayres), Olana (depois Itapetininga) na Monsenhor Soares e depois o Aparecida do Sul (que transformou-se na fábrica Magister).
Naquelas décadas ir ao cinema era uma excelente diversão. Na sala de espera, encontrava-se os amigos e os papos eram muitos. Mas vamos ao assunto principal, ou seja, os filmes destas décadas que estão sendo exibidos neste canal T.C.M (televisão paga). Alguns são considerados obra de arte, enquanto houver filmes. Muitos destes, quando era exibidos nestes cinemas citados eram proibidos para menores de 18 anos de idade e muitos não conseguiam entrar. Agora assistem no citado canal pela primeira vez, livremente. Nas décadas de 1940, 1950, om filme norte americano dominava. Quando era de outra nacionalidade o público itapetiningano (e brasileiro) estranhavam já a partir da língua falada, mesmo o parisiense e italiano que ameaçava Hollywood. O idioma inglês era tão natural quando o português. Mesmo quando o filme era nacional (brasileiro) os expectadores também estranhavam. Recentemente o T.C.M. exibiu filmes que marcaram os anos 50, como “Sindicato de Ladrões” e “Júlio Cesar” (este baseado na obra de William Shakespeare), ambos com o ator Marlon Brando (nesta época considerado um dos maiores atores do mundo). Outro excelente desta mesma década (produzido em 1954) foi “Vidas Amargas”, baseada na obra bíblica de Caim e Abel, estrelado pelo ator James Dean, que depois de participar de dois filmes, faleceu em um acidente de carro (setembro de 1955). Brando e Dean ícones do século XX ainda são citadíssimos neste século XXI.
Na semana passada foi exibido o musical “Sinfonia de Paris” tido o segundo melhor do mundo (o primeiro ainda é “Cantando na Chuva” ambos com o ator, bailarino Gene Kelly. Uma delícia! E volta e meia alguns filmes carnavalescos (cariocas) são exibidos. Nas já citadas décadas, o público lotava os cinemas e cantavam juntos com os cantores as marchinhas e sambas feitos para o reinado de Momo. E as séries como “Batman”, “O Fantasma”, “Nyoka, a Rainha das Selvas”, nas matinês aos domingos no Cine São Pedro. Saudades muitas.

Últimas

Itapetininga tem quase 300 casos de dengue confirmados

Cidade registra 450 casos de Dengue em uma semana

Itapetininga registrou 450 novos casos de Dengue em uma semana. Ao todo, a cidade confirmou neste ano 1.531 casos positivos da doença. Um único caso de Chikungunya foi identificado em...

Queimadas aumentam em mais de 30% em 2024

Queimadas aumentam em mais de 30% em 2024

Em Itapetininga, nos primeiros quatro meses do ano, houve um aumento de 30% nos registros de queimadas em comparação com o mesmo período do ano passado. De acordo com os...

mais lidas

Assine o Jornal e tenha acesso ilimitado

a todo conteúdo e edições do jornal mais querido de Itapetininga

Bem vindo de volta!

Faça login na sua conta abaixo


Criar nova conta!

Preencha os formulários abaixo para se cadastrar

Redefinir senha

Por favor, digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.