As características da igreja verdadeira

Antes de tratar do assunto, propriamente, vou contar um fato interessante que li no livro “Paulo de Tarso”, escrito pelo ex-padre jesuíta Huberto Rohden, livre pensador. O famoso escritor, discorrendo sobre a idolatria do povo de Listra, afirmou: “O homem é religioso por natureza, e, quanto mais ignorante, tanto mais se aferra às suas ideias por mais absurdas que sejam. Ofender os seus queridos ídolos, procurar arrebatar-lhe os seus queridos ídolos, procurar arrebatar – lhe os seus sublimes fetiches é o mesmo que arrancar das mãozinhas de uma criança o seu único brinquedo. ” Por fim Rohden completa: “Em matéria de religião, todo homem profano é uma criança. Ai de quem ouse afirmar que aquele toro de madeira esculpida não é Deus! Que aquela lasca de granito não é um santo! Que aquele amuleto que o devoto traz ao peito não contém nenhuma virtude sobrenatural! Que determinada fórmula cabalística não produz nenhum efeito milagroso. ”
Pois bem, depois do preâmbulo, afirmo que respeito todas as religiões e todas as igrejas, mas sou escravo da verdade. Embora haja no mundo várias igrejas cristãs, várias denominações, várias congregações, várias comunidades e por aí vai, é fácil saber qual é a verdadeira.
A igreja verdadeira possui três características principais: A primeira se refere a Palavra de Deus. A verdadeira é aquela que prega com fidelidade a Sagrada Escritura. A Bíblia, portanto, é a única regra de fé e prática. São Pedro disse: “Verbum autem Domini manet in aeternum” ( A Palavra do Senhor, porém, permanece eternamente.)
A segunda se refere aos sacramentos. Sacramento, de acordo com Santo Agostinho, é um sinal visível de uma graça invisível, portanto são apenas dois, de acordo com a definição: Santa Ceia ou Eucaristia e Batismo. Os sinais visíveis da Eucaristia são o pão e o vinho. O sinal invisível é a nossa união espiritual com Cristo. O vinho é o símbolo do sangue de Cristo que foi derramado para nos purificar e o pão é o alimento que nos fortalece. Cristo é o pão da vida e aquele que tem Jesus no coração, jamais terá fome. O sinal visível do batismo é a água e o invisível é a nossa purificação.
A terceira é a disciplina. Quem peca deve ser disciplinado. Disciplinar não é transferir o faltoso de uma igreja para outra ou de um lugar para outro, mas é corrigi-lo. A norma está na Escritura Sagrada.
Portanto são três as características da Igreja verdadeira: Pregar a Palavra de Deus com fidelidade, administrar corretamente os sacramentos e disciplinar os faltosos.
Gratia Domini nostri Iesu Christi cum omnibus vobis. (A graça do nosso Senhor Jesus Cristo seja com todas vós.)

Últimas

Começou esta semana a vacinação contra a gripe em idosos e profissionais da saúde

Sábado é dia de vacinação contra a Covid e Gripe

Com a grande adesão da população às repescagens da vacinação contra Covid-19 realizadas aos sábados no shopping de Itapetininga, a Secretaria de Saúde do município decidiu incluir no esquema de...

Vitrine – Realismo

Vitrine – Realismo

A coluna Vitrine desta semana apresenta algumas produções dos alunos do Art Studio & Atelier Henrik Ribeiro.Henrik Ribeiro trabalha há dois anos e meio como tatuador. Ele sempre pensou em...

Confira a programação no aniversário de Alambari

Confira a programação no aniversário de Alambari

A prefeitura de Alambari preparou diversas atividades em comemoração ao 30° aniversário de emancipação político-administrativa. A agenda começou no último sábado, dia 14, com concurso da rainha do rodeio e...

mais lidas

Assine o Jornal e tenha acesso ilimitado

a todo conteúdo e edições do jornal mais querido de Itapetininga