As olímpiadas nesta nossa Athenas

Itapetininga num passado não tanto distante, promovia com entusiasmo desabrido da população a tão decantadas olimpíadas estudantis.

Essas olimpíadas, provenientes da Grécia realizavam-se de quatro a quatro anos em muitas dezenas de países.

Nessas arrebatadoras competições destacaram-se atletas como o brasileiro João do Pulo, Oscar, Zatopek, Carlos Leng, Marcelo, Negrão, Giovani, Fabio e outros.

Pois essas competições tornaram-se novidades e suas realizações eram apreciadas em toda a esfera mundial, principalmente para os países participantes. Numa dessas competições grandiosas estiveram presentes os saudosos itapetininganos, os professores de educação física Jonas Alves de Araújo e Basile, no México.

A atmosfera olímpica havia se espalhado em todo o Brasil, e promoviam jogos esportivos com grande interesse das populações, despertando também interesse dos jovens de toda a classe social.

Foi então que a partir dos anos 1940 que Itapetininga, através de suas escolas, com entusiasmo arrebatador promovia as olimpíadas estudantis nessa terra denominada Athenas do Sul.

Os responsáveis por essa iniciativa foram os então diretores do grêmio estudantil Fernando Prestes. Dirigido na época então pelos estudantes Tercis de Melo Almada, Carlos Ribas, Leonardo Milani, Nelson Guanieri e outros.  E, o certame era realizado anualmente. Participavam então do evento o ginásio, a escola de comercio, a Peixoto Gomide com os cursos complementares, magistério, o clássico, e escola agrícola. As arquibancadas, sempre com a presença de entusiasmados torcedores, presenciavam então as escutas de futebol, de campo e salão, pedestrianismo, atletismo em todas as modalidades, inclusive natação além da prova intelectual.

Todos os jogos eram realizados no campo Quinto Batalhão de Caçadores (BC), hoje DR e também na Associação Atlética. O grêmio funcionou primeiramente na rua Monsenhor Soares, depois no salão anexo ao antigo Cine São José, na Venâncio Ayres e posteriormente na rua Campos Salles, hoje Biblioteca Municipal promovia solenidades e festas, contando também com uma biblioteca. Teve suas portas encerradas definitivamente, durante o golpe militar em 1964. A denominação de Athenas do Sul para Itapetininga foi colocada pelo professor Francisco Fabiano Alves em razão do grande número de escolas.

Últimas

Cidade registra 66 furtos de veículos no ano

Cidade registra 66 furtos de veículos no ano

Os itapetininganos têm convivido com uma realidade preocupante, o aumento dos casos de furto de veículos e as ocorrências de roubo de veículos. Dados estatísticos da Secretaria de Segurança Pública...

Comércio começa atender com horário estendido

Comércio começa atender com horário estendido

Se preparando para a melhor data para o comércio do ano, as lojas de Itapetininga começaram a atender em horário especial a partir desta semana. De segunda-feira a sexta-feira, as...

Junta Militar de Itapetininga realiza o EXAR

Junta Militar de Itapetininga realiza o EXAR

O Exercício de Apresentação da Reserva (EXAR) é realizado anualmente no período de 09 a 16 de dezembro, e tem como principais finalidades: praticar o mecanismo de convocação, atualizar dados,...

Mutirão retira 147 toneladas de resíduos

Mutirão retira 147 toneladas de resíduos

A Prefeitura de Itapetininga realizou mais um “Mutirão contra a Dengue” que retirou 147 toneladas de resíduos nas vilas Arruda e Paulo Ayres, neste final de semana. Junto com as...

Cidade recebe Campanha Natal Literário

Cidade recebe Campanha Natal Literário

A Biblioteca Municipal “Dr. Júlio Prestes de Albuquerque” lançou mais uma campanha para que os usuários com livros em atraso possam resolver suas pendências.É a Campanha Natal Literário que acontece...

mais lidas

Assine o Jornal e tenha acesso ilimitado

a todo conteúdo e edições do jornal mais querido de Itapetininga