Assassinato na Região

Eram irmãos. Os dois eram religiosos. Cada um queria adorar a Deus de seu modo. O ensino era prático. Aprendia-se fazendo e vendo fazer. Era oral e demonstrava–se pelas obras manuais.
Os dois aprenderam com os seus pais, uma vez que na região não havia escola regular. Caim era o nome do mais velho e Abel o nome do segundo. Com o tempo, cada um passou a trabalhar, segundo o seu tino ou intuição. Caim tornou-se agricultor e Abel cuidava de ovelhas.
Certo dia, Caim sentiu no seu coração o desejo de cultuar a Deus. Fez um altar de pedras, pois na época não havia templos, Colocou sobre ele o fruto da terra. Eram muitos frutos, porém não se sabe o nome deles.
Abel fez o mesmo, só que colocou sobre o altar, sacrificando, um dos primogênitos do seu rebanho de ovelhas. Note, caro leitor, que era um primogênito saudável e vistoso.
Deus havia ensinado aos seus pais, fazendo túnicas, tanto para Adão como para Eva de peles. Como já afirmei o ensino não era teórico, mas prático. Os dois haviam notado que estavam nus, logo depois, da transgressão da lei divina. Tinham pecado e Deus, como é amor, bondade e misericordioso, cobriu-os de vestes de salvação. Isaías, inspirado por Deus, muitos séculos depois, lembrando-se do fato, disse: – “Regozijar-me-ei muito no Senhor, a minha alma se alegra em Deus: porque me vestiu de vestidos de salvação, me cobriu com o manto de justiça…” (Isaías 61:10)
Tanto Caim como Abel já sabiam que sem derramamento de sangue não havia salvação. Jesus, quando instituiu o sacramento da eucaristia, disse:- “Isto é o meu sangue, o sangue do Novo Testamento, que por muitos é derramado.” Jesus é o cordeiro de Deus, primogênito de Maria. Observe que o sangue é derramado para muitos e não para todos, visto que nem todos crêem.
Deus, como já havia ensinado, aceitou o sacrifício de Abel, porém rejeitou o de Caim. Um oferecera, obedecendo, o outro de acordo com a sua vontade, pensando que a beleza dos frutos agradaria a Deus.
Caim, depois disso, deixou cair o seu semblante, tornando-se triste e irascível e mais irado ficou, conversando com o seu irmão. No campo, usando uma arma branca, derramou o sangue de Abel.
Tudo isso aconteceu na região do Éden. Foi o primeiro assassinato que depois recebeu o nome de fratricídio pelos juristas. “Não matarás” é o mandamento de Deus que “exige todos os esforços lícitos para conservar a nossa vida e a dos nossos semelhantes.”

Últimas

Peça “Os malandros” estreia nesta segunda-feira

Espetáculos teatrais retornam com sucesso

Nesse final de semana, dois grupos teatrais da cidade estarão em cartaz. No Jardim Marabá, o auditório Municipal apresenta “Os Malandros”, produzido pela cia Tapanaraca Mutatis Mutandis. O musical será...

Professores dão dicas para segundo dia de provas

Professores dão dicas para segundo dia de provas

No próximo domingo (28), os candidatos do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2021 farão as provas de matemática e ciências da natureza. Para se sair bem, professores entrevistados recomendam...

mais lidas

Assine o Jornal e tenha acesso ilimitado

a todo conteúdo e edições do jornal mais querido de Itapetininga