Câmara agora está no devido lugar

Completou-se no denominado planalto itapetiningano, na zona oeste, a Praça dos 3 Poderes, com a solene inauguração, recentemente, da novíssima sede da Câmara Municipal, cuja construção deve-se a iniciativa do ex-vereador Heleno de Souza e continuação das obras dos também presidentes Fuad Abrão Isaac e Bispo André Luiz.
Com dependências funcionais, torna-se agora um órgão muito digno deste município que “caminha para um futuro promissor”, na avaliação do historiador, advogado e ex-vereador José Ribeiro, em sua alocução durante as solenidades no recinto. Revolvendo a memória, é normal que muitos ainda se recordem da primeira Câmara, instalada após a redemocratização do Brasil em 1945, quando Orestes Orsi de Albuquerque presidiu o legislativo com vereadores, eleitos, de primeira linha e pertencentes a partidos políticos do PSP, PTB, PSD, UDN, cujos debates eram considerados acirrados e de alto nível.
Instalado em uma ala especial da antiga Prefeitura, hoje o Centro Cultural deteriorado e em processo (muito lento) de restauração, a Câmara em determinada ocasião foi fechada para que não houvesse uma sessão previamente marcada. E ação ocorreu a mando prefeito da época, mas o presidente da Casa rompeu o cadeado da porta de entrada e realizou a sessão à luz de velas. Foi também, em sessão conturbada que propositura do prefeito foi aprovada, denunciando e impondo pesadas multas a diversos comerciantes da cidade, que há tempo, não saldavam suas dívidas com os cofres municipais.
A Câmara foi palco de alguns episódios, até violentos, quando, durante a sessão, um vereador criticava acerbamente o aumento do preço do leite no município. Um dos proprietários de laticínios de Itapetininga invadiu o plenário e agrediu o vereador. Debates acalorados e tensos ocorreram muitas vezes, sendo protagonizados por Humberto Pellegrini, Hirana Ayres Monteiro, Galvão Junior, José Válio, Hely Trench, João Batista Gavião, Alcides Noronha, Araldo Lirio, Olavo Hungria, José Maria Gonçalves Bastos. Capítulo inesquecível foi na ocasião em que a empresa Braskaft pretendia se instalar na cidade com “certeza poluindo as águas do rio Itapetininga, com sua indústria de papel”. Foi quando o vereador Hiran Ayres Monteiro e o engenheiro veterinário Milton Vieira da Cunha se insurgiram contra a medida, desmascarando o propósito dos proprietários e levando provas “evidentes da possível poluição das águas límpidas do rio Itapetininga”.
Recorda-se da presença de personalidades como o governador Ademar de Barros, Carvalho Pinto, o senador do Rio Grande do Sul, Raul Pilla, que estiveram visitando a Câmara e os trabalhos das primeiras vereadoras eleitas, Juliana Fabiano Alves e Ester Naxara, e posteriormente Duda Correa de Moraes, Cristina Barreti, Ernesta Rabelo Orsi, Maria do Máximo, Aracy Bonifácio , Leila Tardelli, Therezinha Matarazzo, Maria Barbará e as eleitas neste mandato Denise Franci, Maria Lúcia Aydar e Selma de Moraes..
Transferida para o prédio onde funcionou o Banco do Brasil, na Monsenhor Soares, em negociações entabuladas pelo presidente da Câmara Celso Prado e do prefeito Joaquim Aleixo Machado,no ano de 1984, o legislativo municipal votou projetos importantes como o fim da aposentadoria dos vereadores, a doação de áreas para a implantação de indústrias, para a construção dos 3 Poderes, além da entrega de títulos de cidadania a pessoas de virtudes meritórias. “Mas não conseguiu realizar o sonho de um vereador, através de um projeto, concedendo a galhardia ao ex-presidente João Goulart. Com a eclosão do regime militar, Jango teve seu mandato cassado, refugiou-se no Uruguai e o título “foi para as Calendas Gregas”. A Câmara encenou também a cassação de seis vereadores, episódio de repercussão nacional. Agora nova fase parece que se apresenta. Vamos aguardar e ver.

Últimas

Câmara cassa mandato do vereador Codorna

Câmara cassa mandato do vereador Codorna

Na última quinta-feira, dia 22, em Sessão Extraordinária realizada na Câmara Municipal de Itapetininga (CMI), 15 dos 19 vereadores votaram pela cassação do mandato do parlamentar de oposição Eduardo Codorna...

Prefeitura promove Campanha com exames de Hepatite B e C

Prefeitura promove Campanha com exames de Hepatite B e C

No mês em que é celebrado o “Dia Internacional do Combate às Hepatites Virais”, a Prefeitura de Itapetininga, por meio da Secretaria de Saúde e Departamento de Vigilância Epidemiológica promovem...

Filmes para quem gosta de comer… e cozinhar

Filmes para quem gosta de comer… e cozinhar

BAO (2018). O curta-metragem dirigido por Domee Shi fala de amor, e usa comida para representar uma mãe cuidando e acompanhando o crescimento do filho. Tem um viés bastante simbólico,...

mais lidas

Assine o Jornal e tenha acesso ilimitado

a todo conteúdo e edições do jornal mais querido de Itapetininga