“Chico Buarque e a carrocinha”

O cantor e compositor Chico Buarque estreou em São Paulo, na última semana a sua nova turnê.
Com os ingressos esgotados até o final da temporada o show é unanimidade entre os críticos e todos os que tiveram oportunidade de assistir. “Que tal um Samba”, o título do espetáculo, ao lado da cantora Monica Salmazo tem encantado o Brasil desde setembro de 2022.
Eu, infelizmente, não poderei ir ao evento, mas ele me trouxe um desejo de ouvir as canções de Chico. Temos quase todos os seus álbuns em casa. E nessa viagem, uma música me chamou a atenção: “Maninha”. Acredito que seu forte apelo poético me reportou às infâncias que vivi, ou que vi passar em minha vida. … ” Se lembra da fogueira, se lembra dos balões, se lembra dos luares, dos sertões…”
Chico vai falar metaforicamente da ditadura militar, época da canção, que apagou tantos sonhos, “”…Os passos no porão, lembra da assombração?
E das almas com perfume de jasmim”
Mas nesse momento, me fez lembrar dos medos de minha e de todas as infâncias. Dos sacis, das bruxas e dos ” tipos diferentes” que tínhamos aqui em nossa pequena Itapetininga. Eram aqueles que viviam pelas ruas e que, de alguma maneira, nos assombravam, entravam em nossos sonhos, já contaminados pela repressão. Hoje sabemos que eram os sem tetos, sem esperança, os que perderam a consciência, que viviam à margem da sociedade e que não deveriam dar horror em nenhuma criança, mas tinha um medo de que nunca saiu de minha cabeça. Era da Carrocinha e do P Cavalo, o homem que à dirigia e capturava os cachorros que estavam na rua. Iriam virar sabão…. Quando a carrocinha se aproximava parecia, que, aliada ao horror, uma solidariedade coletiva acontecia. Os velhos, os jovens, as donas de casa, as crianças, gritavam: “Cuidado, a carrocinha vem vindo”. E todos tentavam recolher os bichinhos que estavam próximos.
E o Sr p Cavalo, com seu laço cruel aprisionava àqueles que ainda se encontravam nas ruas.
Eu tinha medo. Ouvia o choro dos animais dentro daquela carreta puxada por um cavalo e o Sr P e pensava, o que vai ser deles?
Mas como na música de Chico, o vilão “um dia vai embora, maninha, pra nunca mais voltar”, o destino foi cruel com o Sr P Cavalo.
Um certo dia indo levar os cachorros para o abrigo onde ficavam, próximo ao Carrito, onde hoje se realiza a Expoagro, uma cobra apareceu em frente ä Carrocinha e o cavalo brecou bruscamente, e o Sr P Cavalo foi arremessado para o chão, batendo a cabeça e vindo a falecer. A tranca da carroça se abriu e mais de uma dezena de animaizinhos correram pelas ruas da cidade.
Hoje sei também que seu P. Cavalo era um homem bom e trabalhador, mas invadiu meu mundo infantil tanto quanto os bandidos das fábulas e dos filmes que eu conhecia.

Últimas

Correio Politico – Edição 1010

Experiência e Renovação A Federação Brasil Esperança (PV, PT e Pc do B) está com uma chapa forte de pré-candidatos a vereador. Unindo experiência e renovação, a chapa de pré-candidatos...

Câmara aprova projeto de substituição de sacos plásticos convencionais por ecológicos

Prefeitura e Câmara suspendem publicações em sites

Devido à lei eleitoral, a Prefeitura e a Câmara de Itapetininga suspenderam, temporariamente, a exibição de notícias no site e no semanário oficial que impliquem em publicidade institucional. A medida...

Confira as principais notícias de 2022

Jeferson Brun lança pré-candidatura

O atual prefeito de Itapetininga, Jeferson Brun, atualmente filiado ao Republicanos, lançou oficialmente sua pré-candidatura a prefeito de Itapetininga. Caso se confirme o apoio oficial, Brun terá a companhia de...

Novos nomes surgem para  vice-prefeito

Novos nomes surgem para vice-prefeito

Na edição passada, o Jornal Correio publicou seis nomes que estão na disputa para entrar de vice-prefeito em Itapetininga. Mais duas pessoas estão ainda no jogo como ex-secretário municipal de...

Clima desfavorável afeta produção de figo na cidade

Clima desfavorável afeta produção de figo na cidade

No município de Itapetininga, o clima desfavorável marcou a temporada de colheita de figos neste ano, conforme relata Daniel Nache, produtor local. “Este ano foi desafiador desde o início, com...

Rodovias registram 12 mortos em acidentes

Rodovias registram 12 mortos em acidentes

Durante o feriado prolongado de 9 de julho, as rodovias administradas pela CCR SPVias em Itapetininga e região registraram um saldo de 12 mortos e 51 feridos em 22 acidentes....

mais lidas

Assine o Jornal e tenha acesso ilimitado

a todo conteúdo e edições do jornal mais querido de Itapetininga

Bem vindo de volta!

Faça login na sua conta abaixo


Criar nova conta!

Preencha os formulários abaixo para se cadastrar

Redefinir senha

Por favor, digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.