De um Pai para seu Pai

O Rev. Elbert, no dia dos pais, na Igreja Presbiteriana de Itaquera, disse, com a voz embargada: “Ser pai o que seria? Foi a minha indagação, quando nem mesmo sabia o que vivia, vivia a vida pela emoção. Percebia o seu toque, sorriso e amor. Meu presente era sua presença, seu maior dom é ser, pai em essência.

Depois, o jovem Ministro, dirigindo-se ao seu pai disse: “Você foi o semeador de minha responsabilidade, do diálogo, respeito e amor, gerando em minha vida a felicidade. Pai, sua presença é a certeza de fazer o bem, e seu maior “bens” são os filhos. Feliz aquele que os têm e por eles são reconhecidos. No momento difícil da minha vida, você foi homem de ação, demonstrando em minha lida, agindo e dando-me proteção. Sua ação amorosa foi edificante, transformadora.”
Logo em seguida, o Pastor Elbert recordou o passado de dificuldades e disse: “A vida foi comigo rancorosa, encontrei em você a
mão auxiliadora.”
Em seguida, disse: “Hoje sou pai e pretendo ser tão bom quanto foi. Sei de minhas limitações, e acredite, não chega as suas ações.”
Na parte final desse discurso, em forma de poesia, com versos livres, quando a congregação já enxugava as lágrimas por vê-lo chorar, confessou:
“Tornou-se modelo para mim, e confesso que senti medo quando pensei que seria o fim de ter ao meu lado o meu pai, meu verdadeiro amigo, que me orienta, que me corrige, que me entende, em quem confio.
O pai amigo que sabe dizer “sim” ou “não”, quando preciso for, age com admiração.”
Depois, quase se ajoelhando aos pés de seu pai, disse, comovendo a todos: “- Sabe, pai, hoje quero lhe dizer que não é fácil ser pai. Eu lhe compreendo e quero dizer uma novidade, sinceramente, de um pai para seu pai digo: SER PAI É SER O SENHOR, UM PAI AMIGO.”
A congregação colocou-se em pé e disse: – “Honra a teu pai e a tua mãe, para que se prolonguem os teus dias na terra que o Senhor teu Deus te dá.”( Êxodo 20: 12) Cantou-se o hino : Tu és fiel, Senhor, ó Pai Celeste,/ Teus filhos sabem que não falharás!/ Nunca mudaste. Tu nunca faltaste./ Tal como eras tu sempre serás./ Pleno perdão tu dás! Que segurança/ Cada momento me guias, Senhor,/ e no porvir, oh! Que doce esperança/ desfrutarei do teu rico favor. No final do cântico, todos cantaram o amém tríplice, lembrando-se do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

Últimas

CORREIO POLÍTICO 997

CORREIO POLÍTICO 997

Exército Após o final do prazo para a filiação de possíveis candidatos, continua a corrida atrás de partidos políticos. Um número maior de partidos traz mais candidatos a vereador e...

Itapetininga tem quase 300 casos de dengue confirmados

Cidade registra 450 casos de Dengue em uma semana

Itapetininga registrou 450 novos casos de Dengue em uma semana. Ao todo, a cidade confirmou neste ano 1.531 casos positivos da doença. Um único caso de Chikungunya foi identificado em...

Queimadas aumentam em mais de 30% em 2024

Queimadas aumentam em mais de 30% em 2024

Em Itapetininga, nos primeiros quatro meses do ano, houve um aumento de 30% nos registros de queimadas em comparação com o mesmo período do ano passado. De acordo com os...

mais lidas

Assine o Jornal e tenha acesso ilimitado

a todo conteúdo e edições do jornal mais querido de Itapetininga

Bem vindo de volta!

Faça login na sua conta abaixo


Criar nova conta!

Preencha os formulários abaixo para se cadastrar

Redefinir senha

Por favor, digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.