É Fantástico!

A história dos hebreus é fantástica. Uso o vocábulo fantástico no bom sentido. Falo assim, pois no final do ano ouvi um pregador combater a palavra magia, usada por um jornalista, quando assim se expressou: “ A magia do Natal…” as palavras adquirem, com o tempo, vários significados. O Reverendo Miguel Rizzo, grande paladino presbiteriano, pastor que enchia o templo, num sermão natalino, disse: “Natal! Palavra Mágica! Que mundo de emoções e de ideias a ti se associam! ” E por aí vai… Rizzo usou a palavra “magia” com o significado de sensação de prazer, enlevo, fascínio. Um repórter futebolístico assim se expressou: “Perdiam de 4X0 e viraram o jogo. Que magia foi essa? ”
Pois bem, uso o vocábulo fantástico no sentido inacreditável, extraordinário.

A Bíblia afirma que Jonas permaneceu na barriga de um peixe por três dias e três noites. Não é fantástico! A Bíblia diz, também, que o peixe que engoliu Jonas foi preparado por Deus, e, naturalmente, com um tamanho gigantesco. (Jonas 1:17) Jesus disse: “Errais não conhecendo as Escrituras e nem o poder de Deus. “Jesus ressuscitou Lázaro depois de morto e sepultado. João, o secretário do coração de Cristo, afirma que já fazia quatro dias que Lázaro morrera e Jesus deu-lhe vida. Não é fantástico? Não é inacreditável?

A Bíblia narra a história dos hebreus. Cita o lado bom e o lado mau. Descreve as várias fases políticas, como sejam: Patriarcas, Juízes e Reis. Descreve a divisão do reino. Cita os reis de Judá e os de Israel. Os de Judá eram, na sua maioria, bons e os de Israel, maus. Conta a história de um rei que não queria morrer. Eis o fato:

Ezequias, rei de Judá, começou a reinar no ano em que Oséias, filho de Elá era rei de Israel. A Sagrada Escritura afirma que ele fez o que era reto perante o Senhor, segundo o que fizera Davi, seu pai.

As suas obras são: Removeu os altos, quebrou as colunas e deitou abaixo o posto-ídolo; e fez em pedaços a serpente de bronze que Moisés fizera, porque até aquele dia os filhos de Israel lhe queimavam incenso e lhe chamavam de Neustã. Ele confiava no Senhor e não em ídolos. O historiador assevera que quanto mais passava o tempo, mais se apegava a Deus e jamais deixou de segui-lo e guardava os mandamentos que o Senhor ordenara a Moisés. Foi um grande guerreiro e feriu os filisteus até Gaza.

Deus concedeu a ele a vitória sobre vários reis, entre eles Senaqueribe, rei da Assíria. A Sagrada Escritura assegura que o Anjo do Senhor feriu cento e oitenta mil soldados assírios, porque Ezequias, o rei, era fiel a Deus. Não é fantástico?

Um dia, no entanto, Ezequias ficou doente. A sua doença era mortal. O Profeta Isaías foi ao palácio e disse ao monarca: “Põe em ordem a tua casa, porque morrerás e não viverás. ”

Depois que o profeta saiu, Ezequias, como estava deitado, virou o rosto para a parede e orou: ”Lembra-te, Senhor, peço-te, de que andei diante de ti com fidelidade, com inteireza de coração e fiz o que era reto aos teus olhos. ” Depois se pôs a chorar e chorou muito.

Antes que Isaías saísse da parte central da cidade, Deus falou para o profeta voltar ao palácio e dizer para Ezequias: “Ouvi a tua oração e vi as tuas lágrimas; eis que eu te curarei; ao terceiro dia subirás à Casa do Senhor. ” Deus, o Criador, concedeu-lhe mais quinze anos de vida.

É fantástico!

Últimas

Câmara cassa mandato do vereador Codorna

Câmara cassa mandato do vereador Codorna

Na última quinta-feira, dia 22, em Sessão Extraordinária realizada na Câmara Municipal de Itapetininga (CMI), 15 dos 19 vereadores votaram pela cassação do mandato do parlamentar de oposição Eduardo Codorna...

Prefeitura promove Campanha com exames de Hepatite B e C

Prefeitura promove Campanha com exames de Hepatite B e C

No mês em que é celebrado o “Dia Internacional do Combate às Hepatites Virais”, a Prefeitura de Itapetininga, por meio da Secretaria de Saúde e Departamento de Vigilância Epidemiológica promovem...

mais lidas

Assine o Jornal e tenha acesso ilimitado

a todo conteúdo e edições do jornal mais querido de Itapetininga