Em defesa do cavalo

Quarta feira, de manhã, eu precisava transportar uma estante para outro endereço e na hora decidi: vou chamar um carroceiro. E fui… Na Avenida Peixoto Gomide, em frente ao Cofesa, lá estava ele, ao lado de sua carroça e, claro, seu heróico ajudante, o cavalo… Nem precisei falar muito, o moço, de pronto, respondeu: é pra já, vamos lá agora, suba aí…
Enquanto me ajeitava na boléia, ao lado do condutor, passei a observar seu diligente auxiliar… Era forte, parecia bem tratado… Logo, pôs-se a trotar manso e decidido… Seguiu pela Praça Gaspar Ricardo e percebi que o valente dirigia-se em direção a um bebedouro bem em frente à antiga Estação Ferroviária… Fazia um calor de Saara e pensei comigo: “judiação, ele tá com sede e vai tomar um pouco d’água antes de continuar sua jornada…”.
E o valoroso animal aproximou-se tranquilamente do cocho para saciar-se… Mas, ché, abanou a cabeça e ficou imóvel aguardando nova ordem! Foi aí que eu olhei a água, aliás, alguma coisa que um dia teria sido água… Um lodo verdolengo, infestado de insetos mortos e detritos… Um nojo! Acho que nem no inferno, alguém daria algo assim a um pecador! Senti um nó na garganta! Quase solucei…
O gentil cavalo, ao qual foi negado água, afastou-se calmamente do lugar, trotando, subiu pela Rua Paulo Ferraz e pegou o rumo da Alfredo Maia… Indignado, perguntei ao cocheiro se faz muito tempo que o recipiente está assim, tão abandonado! E ele, de pronto, respondeu: “há mais de dois anos, o da Praça da Aparecida também está ao deus-dará, todo mundo reclama, reclama, mas o pessoal da Prefeitura não tá nem aí”!
No trajeto até minha casa, pus-me a pensar: coitadinho do muar, ele queria apenas beber um pouco d’água antes de seguir com seu trabalho… Ele também tem alma…! Está junto de nós desde que começamos nossa jornada sobre a Terra, esteve presente em todos os nossos momentos, nas guerras, nas festas… na manjedoura… Mas esta cidade, que foi fundada por tropeiros, não tem a delicadeza de manter limpa a água que sacia sua sede!
E o carroceiro também tem culpa nesse crime… Sabedor que as fontes d’água estão sujas, ele poderia muito bem carregar um pequeno balde e pedir ajuda em qualquer lugar da freguesia. Duvido que alguém negue água limpa a um cavalo-operário!
Ele também é filho do Divino-Santo-Pai!

Últimas

Usuários aprovam transporte coletivo gratuito

Após 100 dias população aprova ônibus gratuito

Com avaliação positiva da maioria da população, o transporte público gratuito em Itapetininga fez cem dias no início do mês de abril. A medida foi implementada pelo prefeito Jeferson Brun...

Cidade confirma primeiro caso de varíola dos macacos

Itapetininga registra novo caso de Chikungunya

Itapetininga registrou um novo caso de Chikungunya nesta quinta-feira, o paciente é uma mulher de 25 anos, que já está recuperada. O caso é autóctone, ou seja, que se origina...

Correio Político 998

Correio Político 998

Sueli Marquetto Presente no leilão durante a abertura da 51ª EXPOAGRO 2024, a deputada federal (PMDB) Simone Marquetto, circulou entre os convidados nas diversas mesas, conversando bastante com estes, sempre...

Pronto Socorro 2 do Hlob começa a funcionar

Pronto Socorro 2 do Hlob começa a funcionar

O Hospital Doutor Léo Orsi Bernardes, sob gestão da Beneficência Nipo-Brasileira de São Paulo (Enkyo), abriu ontem (17/04), de forma emergencial, o Pronto Socorro 2, devido à alta demanda de...

mais lidas

Assine o Jornal e tenha acesso ilimitado

a todo conteúdo e edições do jornal mais querido de Itapetininga

Bem vindo de volta!

Faça login na sua conta abaixo


Criar nova conta!

Preencha os formulários abaixo para se cadastrar

Redefinir senha

Por favor, digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.