Está chegando a hora

Certamente. Daqui a duas semanas o Brasil vai parar por conta dos feriados de Momo. Digo feriados porque muita gente “tira por conta” alguns dias de folga. Oficialmente só existe um: o de terça-feira também chamada de “gorda”. As pessoas aproveitam para descansar viajar e ‘pular” o carnaval seja onde for. Para os que tem mais idade e são chamados de idosos, os carnavais das décadas de 1940, 1950 e 1960 eram os mais animados. Pela mocidade i dinamismo de quem fala e pelo entusiasmo de esperar o tríduo. A vida era mais comedida. Os costumes (da época) eram mais aceitas e a quebra de algumas regras da moralidade poderiam serem quebradas no carnaval. Mesmo assim somente algumas. Talvez houvesse mais pureza e os atos eram mais observados. A intenção maior era brincar, divertir-se dentro dos padrões vigentes. Além disso, haviam os bailes nos clubes ou outros recintos, se possível com orquestra que tocavam sambas, marcha-rancho e marchinhas compostas para aquele ano e que eram cantadas por todos que as ouviam principalmente pela possante Rádio Nacional do Rio de Janeiro que começavam a escutá-la já no início de janeiro. Algumas destas ficaram imortalizadas no cenário da música popular brasileira. Quais? São tantas. Mas, a última parece ser “Bandeira branca”, gravado por Dalma de Oliveira em 1971.

O carnaval mudou? Sim, bastante. Hoje quase não existem mais bailes em clubes ou recintos nos grandes centros. Como por exemplo o do Theatro Municipal do Rio de Janeiro. Dos salões, voltaram para as ruas, muitos com música própria e que chegam a reunir vinte, trinta, cinquenta mil foliões atrás deles.
Existem blocos para tudo, como o do “Beatles” de “Rock and roll” de “Sofrências”, “Funk” e tudo que não pertence aos carnavais antigos.

Além disso, também não existia antigamente: a orquestra, a confusão musical, a banda que hoje fica num tablado e o povo dança em volta. Também não existiam blocos de Fulano ou Fulana de tal. Eram apenas blocos com nomes bem carnavalescos como o carioca Bloco do Bola-Preta, que reúne cerca de um milhão de pessoas, segundo a mídia. Depois de dois anos de ausência por causa da pandemia, os foliões não vem a hora de sair às ruas para pular. Até a poderá TV Globo vai transmitir (por horas) alguns deles de todos o Brasil. Até a cidade de São Paulo, que anos atrás não possuía blocos (de rua), agora espera quinze milhões de pessoas nas ruas. Poxa!

Últimas

Correio Político 1003

Correio Político 1003

Pai da Criança Já começou o “vale tudo” na política de Itapetininga. Osmar Thibes, pré-candidato a prefeito pelo PSDB, começou mal a sua campanha. Declarou a um portal de notícias...

Justiça proíbe eventos com maus tratos animais

Justiça proíbe eventos com maus tratos animais

Uma Ação Civil Pública feita pela advogada Maria Leticia Benassi Filpi na 2ª Vara Cível do Foro de Itapetininga, foi julgada parcialmente procedente pelo Juiz Aparecido César Machado No ano...

Recusas ao bafômetro crescem em Itapetininga

Recusas ao bafômetro crescem em Itapetininga

O Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran-SP) realizou quatro operações de Direção Segura Integrada no município de Itapetininga entre 2022 e 2024. Durante essas ações, foram abordados 2.367...

Professores criticam o Programa Escola Cívico-Militar

Professores criticam o Programa Escola Cívico-Militar

Em uma sessão marcada pelo confronto de estudantes com policiais militares, a Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) aprovou o projeto enviado pelo governador Tarcísio de Freitas sobre o Programa...

Prefeitura entrega 164 lotes do Programa Lote Social

Prefeitura entrega 164 lotes do Programa Lote Social

A data 17 de maio consolida, definitivamente, o maior programa de habitação popular já realizado pela Prefeitura de Itapetininga com a entrega oficial dos 164 terrenos do Programa Lote Social,...

Lei antifumo completa 15 anos no estado

Lei antifumo completa 15 anos no estado

A Lei Estadual nº 13.541 de 7 de maio de 2009, também conhecida como lei antifumo, completa 15 anos neste mês de maio. Ela foi proposta e aprovada para preservar...

mais lidas

Assine o Jornal e tenha acesso ilimitado

a todo conteúdo e edições do jornal mais querido de Itapetininga

Bem vindo de volta!

Faça login na sua conta abaixo


Criar nova conta!

Preencha os formulários abaixo para se cadastrar

Redefinir senha

Por favor, digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.