Homo sapiens plug

Desço na Rodoviária de São Paulo e noto que a maioria das pessoas está com fone de ouvido… Caminhando pelas ruas da Capital, de Salto, Sorocaba, Tatuí é a mesma coisa: todo mundo está com um fiozinho que desce do pavilhão auditivo e conecta-se a um celular guardado no bolso, nalgum lugar da anatomia… Ao que parece, tá todo mundo plugado!
Enquanto aguardo um coletivo num ponto de ônibus, presto bem atenção: velhos, senhoras, jovens, todos têm um fiozinho descendo da orelha! Parecem ETs! Senti vontade de perguntar: o que o distinto está ouvindo aí, tão compenetrado? Mas, eu poderia ser mal interpretado e arrumar encrenca à toa… Ninguém gosta de ser interrogado por um estranho… Então, resolvi ficar em silêncio e apenas observando… Tá ligado?
Noite dessas, num restaurante, de repente, entra um grupo de pessoas tagarelas, alegres, rindo não sei de quê… Na horinha pensei: que legal, são amigos marcaram um encontro, vão prosear, relembrar seu passado, contar piadas, fofocas, mas, que nada! Como se fossem robôs, todos eles enfiaram o maldito fone de ouvido no orifício escutador e ficaram alí: um olhando para o outro, como se o cidadão à sua frente fosse de outro planeta!
Na minha solidão, eu me perguntava: então agora, ninguém mais deseja ouvir o som natural da vida ao derredor? As vozes das pessoas vivas, o ruído dos automóveis, a melodia do vento, o ruflar de asas de uma pomba, o riso de uma criança?
Sei lá o que tantos filhos de Deus ouvem conectados aos seus celulares! Mas, do jeito que a coisa vai, o ser humano corre o risco de, no futuro, passar a nascer com estranha metamorfose: uma veia estará ligada do ouvido a algum lugar do organismo… E, se estiver ligada ao fiofó, azar do homo sapiens: a espécie será obrigada a curtir, querendo ou não, o som do próprio pum!
A Era do Homo sapiens-plug já chegou!

Últimas

Correio Político 1002

Correio Político 1002

Tabata Amaral Um importante projeto para criar um protótipo de uma cadeira de rodas movida apenas pelos movimentos da cabeça, está sendo desenvolvido no Campus de Itapetininga do Instituto Federal...

Rita de Cássia Moraes Leonel

Itapetininga perde Alceu Nanini

Esta semana faleceu o empresário Alceu Nanini. Católico fervoroso, teve uma vida exemplar dedicada a ajudar o próximo. Pessoa muito querida na cidade, Alceu foi vice-prefeito e vereador. Uma grande...

Rita de Cássia Moraes Leonel

O Pint of Science Itapetininga foi um sucesso

A avaliação de Cassiano Terra Rodrigues , organizador do evento , é que o Pint of Science Itapetininga 2024 foi um sucesso, com  participação intensa , diversificada e altamente gratificante....

Rita de Cássia Moraes Leonel

O impacto das chuvas do RS no agronegócio brasileiro

Por Maria Clara Ferrari - graduada em Engenharia Agronômica pela Escola Superior de Agronomia de Paraguaçu Paulista em 1980, Latu Sensu em Gestão Agroindustrial pela Universidade Federal de Lavras. Experiência...

Rita de Cássia Moraes Leonel

Rogério Sardela retorna aos palcos

Depois de quatorze anos, um experiente ator da cena teatral itapetiningana retornou aos tablados, Rogério Sardela, com a peça “Agora Eu Tô Solteiro” de sua autoria. A comédia é dirigida...

mais lidas

Assine o Jornal e tenha acesso ilimitado

a todo conteúdo e edições do jornal mais querido de Itapetininga

Bem vindo de volta!

Faça login na sua conta abaixo


Criar nova conta!

Preencha os formulários abaixo para se cadastrar

Redefinir senha

Por favor, digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.