Maria, a virgem, prestou o melhor culto a Deus

Maria, a virgem, estava no recôndito de seu quarto, quando apareceu o anjo Gabriel e disse-lhe: “Salve, agraciada! O Senhor é contigo. Bendita és tu entre as mulheres! ” Ela ficou assustada com a presença do anjo e perturbou-se com a saudação e as suas palavras. A princípio ficou emudecida. O ser celestial cortou o silêncio e disse-lhe: “Maria, não temas, pois achaste graça diante de Deus. Conceberás e darás à luz um filho e porás o nome de Jesus. Este será grande e será chamado Filho do Altíssimo. O Senhor Deus lhe dará o trono de Davi, seu pai. Ele reinará eternamente sobre a casa de Jacó e o seu reinado não terá fim. ”(Lc. 1:26)
Graça, explicando de acordo com a Teologia, quer dizer favor imerecido. Maria não merecia tal benefício, como nenhuma mulher, porém Deus, na sua infinita misericórdia, escolheu-a para ser a mãe do seu e do nosso Redentor. Foi o seu salvador, pois no seu cântico, inspirada pelo Espírito Santo, disse, confessando: “A minha alma engrandece ao Senhor e o meu espírito se alegra em Deus, meu salvador. ” Ela possuía, também, o pecado original. Todos os descendentes de Adão e Eva possuem o pecado original.
Continuemos, depois do esclarecimento. A virgem, conforme narrávamos, retrucou-o, nestes termos: “Como se fará isto, visto que não tenho relações com homem algum? ” Gabriel, conhecedor dos mistérios divinos, respondeu-lhe: “Descerá sobre ti o Espírito Santo, e o poder do Altíssimo te cobrirá com a sua sombra. Por isso o ente santo que de ti há de nascer, será chamado Filho de Deus. Até Isabel, tua prima, concebeu um filho em sua velhice, sendo este o sexto mês para aquela que era considerada estéril, pois para Deus nada é impossível. ” Nada é impossível para o Criador, pois, até uma virgem pode dar à luz, bem como uma velha, assim quis dizer o anjo.
A virgem, prometida para José, diante de todos os argumentos razoáveis, disse, numa submissão inigualável: “Cumpra-se em mim, segundo a tua palavra. ” Creio que todos os anjos da hoste celestial ficaram admirados e alegres e ouviu-se, em toda a orbe, a interjeição: Oh! Oh de alegria. Oh de admiração. Oh! Maria, tu aceitaste! – Disseram todos.
Maria foi a mulher que prestou o melhor culto para Deus, uma vez que ofereceu um gameta feminino, que santificado pelo Espírito Santo, permitiu a encarnação da Segunda Pessoa da Santíssima Trindade. Em Maria cumpriu-se a profecia de Gênesis: – “E porei inimizade entre ti e a mulher, e entre a tua descendência e o seu descendente; este te ferirá a cabeça e tu lhe ferirás o calcanhar. ” (Gênesis 3:15) É o descendente da mulher, que é Jesus, que fere a cabeça do Dragão e Maria contribuiu para isso. Para Jesus, que é o Mediador entre Deus e os homens, devemos usar o “Ó”, que é vocativo, porém para Maria devemos usar o “OH! ” De admiração e alegria.
Paulo, o apóstolo, muitos anos depois, exortou: “Rogo-vos, pois, irmãos, que apresenteis o vosso corpo, como sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional. ”
Maria ofereceu o seu corpo para que Jesus se encarnasse, prestando assim o melhor culto para Deus.

Últimas

Câmara cassa mandato do vereador Codorna

Câmara cassa mandato do vereador Codorna

Na última quinta-feira, dia 22, em Sessão Extraordinária realizada na Câmara Municipal de Itapetininga (CMI), 15 dos 19 vereadores votaram pela cassação do mandato do parlamentar de oposição Eduardo Codorna...

Prefeitura promove Campanha com exames de Hepatite B e C

Prefeitura promove Campanha com exames de Hepatite B e C

No mês em que é celebrado o “Dia Internacional do Combate às Hepatites Virais”, a Prefeitura de Itapetininga, por meio da Secretaria de Saúde e Departamento de Vigilância Epidemiológica promovem...

Filmes para quem gosta de comer… e cozinhar

Filmes para quem gosta de comer… e cozinhar

BAO (2018). O curta-metragem dirigido por Domee Shi fala de amor, e usa comida para representar uma mãe cuidando e acompanhando o crescimento do filho. Tem um viés bastante simbólico,...

mais lidas

Assine o Jornal e tenha acesso ilimitado

a todo conteúdo e edições do jornal mais querido de Itapetininga