Moucachen centenária, sempre sob a mesma direção

Era dia primaveril do ano de 1919, a rua com os antológicos paralepípedos, antiga Rua do Comércio e atual Campos Sales. Desde aquela época, já era considerada como a principal via pública de Itapetininga, por onde transitavam veículos e centenas de moradores de vários pontos da cidade. A mais movimentada e elegante, talvez da região, em razão da existência de estabelecimentos de vários gêneros implantados na área.

Pois, cerimônia singela, sem aparatos, com a presença do então prefeito da época, João Batista de Moraes, modestamente, um sírio chamado Nagib Moucachen, abre as portas daquela casa, que se tornaria, com o decorrer dos anos, vitoriosa e conceituada em toda a região. No início vendia armarinhos e produtos diversos, posteriormente se transformou numa grande loja de tecidos.

No mesmo ano, 1919, nascia os cantores Linda Batista e Nelson Gonçalves. Rodrigues Alves é eleito presidente da República, mas não toma posse, pois falece de gripe espanhola, o Brasil ganha o campeonato Sul Americano de Futebol e em nova eleição presidencial, Epitácio Pessoa vence Ruy Barbosa. Rosa de Luxemburgo funda o Partido Comunista da Alemanha e Benito Mussolini cria o Partida Fascista na Itália. Também nesse ano nascia em Damasco, capital da Síria, François Moucachen, sobrinho de Nagib. Em 1922, François, sua mãe Rosa e seus irmãos Gabriel e Antônio vêm para o Brasil. Rosa, viúva, casa-se com o cunhado Nagib.

Não só pelos artigos colocados à venda, com preços módicos, ao alcance de qualquer cidadão, mas, principalmente, pela atenção e carinho que o casal dedicava a quem adentrasse o estabelecimento. Tecidos da melhor qualidade e procedência, liberdade total do freguês em toda a área, tudo à disposição.

Prática para a atividade a que se destinava, inteligência e probidade não eram desconhecidas para os proprietários, provindos da Síria, com a mor pelo Brasil, onde fixaram residência permanente.

A abertura da loja foi saudada pela quase totalidade da população local da época, almejando uma vitória definitiva para as suas aspirações e de maneira a colaborar para o desenvolvimento do município. Localizada na Campos Sales, esquina com a José Bonifácio, contava na época com os vizinhos Calil Halak-barbearia, Emílio Nastri-confeitaria e padaria, Euclides de Moraes Rosa,- empório, Orestes Oris de Albuquerque e as farmácias de Sérgio (Jujú) e Waldomiro de Carvalho, além de Ramiro Vieira, Virgilio Silveira, entre outros.

Em 1939, François Moucachen, assume ao lado de seu tio e sua mãe, a direção da Loja. Jovem e empreendedor, dá um novo impulso ao comércio. Casou-se com a competente e querida professora Carmen Legaspi. François dirigiu a Loja Moucachen por cinco décadas, quando a dividiu para três dos seus cinco filhos, Zé Henrique, Gabriel (Buda) e Francisco. Guilherme e Carlos escolheram outras profissões, médico e dentista, respectivamente. Os três dividiram a Loja Moucachen em setores, Francisco criou uma das melhores lojas de brinquedos da região, com uma variedade enorme, Gabriel resolveu se fixar no ramo dos presentes, com bom gosto e qualidade e José Henrique, a princípio loja de roupas e posteriormente Lotérica.

Completa agora um século de existência como o comércio mais antigo da cidade dirigido pela mesma família, com êxito acentuado e procurando servir a cidade da melhor maneira possível, porquanto não são só os anos que contam, mas o que se constrói nesse tempo.

Últimas

Reunião dos funcionários do IFSP com os pais de alunos para explicar a greve

Campus de Itapetininga do IFSP entra em greve

Os servidores docentes e técnico-administrativos do Campus de Itapetininga do IFSP decidiram aderir a paralização nacional da categoria, por tempo indeterminado. O Campus de Itapetininga teve praticamente adesão total dos...

CORREIO POLÍTICO

CORREIO POLÍTICO

Procura-se um Vice Continua a indefinição da candidatura de vice prefeito na chapa do prefeito Jeferson Brun , candidato a reeleição. Nos bastidores fala-se que a deputada Simone Marquetto iria...

Casos de Dengue chegam a 69 no ano e acendem alerta

Itapetininga passou de mil casos de dengue em 2024

De acordo com informações da Prefeitura, até o momento foram registrados 1.081 casos de Dengue, 01 de Chikungunya e nenhum de Zika, e até o momento nenhum óbito foi registrado....

mais lidas

Assine o Jornal e tenha acesso ilimitado

a todo conteúdo e edições do jornal mais querido de Itapetininga

Bem vindo de volta!

Faça login na sua conta abaixo


Criar nova conta!

Preencha os formulários abaixo para se cadastrar

Redefinir senha

Por favor, digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.