O Primeiro Crime

Eu me lembro que, quando era adolescente, gostava de saber quem era o primeiro. Aprendi que Manuel Botelho de Oliveira, baiano, foi o primeiro poeta do Brasil e ficou muito orgulhoso de ser “o primeiro filho do Brasil que faça publicar a suavidade do metro”. Explico, foi o primeiro brasileiro a editar poesias, isto em Lisboa, em 1705.
A Bíblia, que para os reformados é a única regra de fé e prática, afirma que o primeiro crime foi um furto. Depois, bem depois, Adonai deu para Moisés, o cronista da criação, dez mandamentos e, entre eles, este: Não furtarás.
Foi por causa de um furto que o homem foi condenado a morte, que se desdobra em três: morte física, espiritual e eterna. O homem foi criado para viver eternamente, mas morre por causa de um furto. Deus criou o homem a sua imagem e semelhança para manter com ele comunhão, porém, por causa de um furto, perdeu essa intimidade com o Ser Supremo. O homem foi criado para gozar da felicidade eterna, todavia até essa felicidade ele perdeu por causa de um furto.
Explico melhor: Quando Deus criou o homem, deu-lhe esta ordem: -“ De toda árvore do jardim comerás livremente, mas da árvore do conhecimento do bem e do mal, não comerás; porque no dia em que dela comeres, certamente morrerás”. Não se sabe, quando o homem foi tentado para comer do fruto proibido. A sagrada Escritura afirma que o Demo, inimigo de Deus e do homem, se incorporou numa serpente que era o animal mais sagaz e tentou a mulher, com a seguinte pergunta: “É assim que Deus disse: Não comereis de toda árvore do jardim? ” Satanás generalizou e a mulher, consertou a pergunta satânica, dizendo na sua resposta: “Do fruto da árvore do jardim podemos comer, porém do fruto da árvore que está no meio do jardim, disse Deus: Dele não comereis, nem tocareis nele, para que não morrais”. Se o Demo generalizou, a mulher acrescentou, dizendo que não era para tocar. Satanás, com a sua argúcia, categoricamente, afirmou: “é certo que não morrereis. Porque Deus sabe que no dia em que comerdes se vos abrirão os olhos e, como Deus, sereis conhecedores do bem e do mal”.
A mulher, cujo nome era Eva, viu “que a árvore era boa para se comer, agradável aos olhos e árvore desejável para dar entendimento, tomou-lhe do fruto e comeu e deu também ao marido e ele comeu”. A mulher furtou o fruto e comeu e o homem participou, comendo. Não morreram, fisicamente, na hora, mas no sentido espiritual e, como tal, surgiu a malícia, pois ambos notaram que estavam nus. Perderam a comunhão agradável e aprazível da presença divina e resolveram se esconder de Deus, quando ouviram a sua voz. Deus, que é amor, procurou o homem e este tentou se esconder do Eterno. Tal ato pecaminoso diminuiu o afeto entre o homem e a mulher, surgindo uma revolta contra Deus. Adão disse: “a mulher que me deste por esposa ela me deu da árvore e eu comi”. De lá para cá o crime que mais se comete é o furto e com ele o roubo, o sequestro relâmpago a adulteração dos pesos e das medidas e por aí vai.
Quem furta não tem amor ao próximo e a Deus.

Últimas

CORREIO POLÍTICO 997

CORREIO POLÍTICO 997

Exército Após o final do prazo para a filiação de possíveis candidatos, continua a corrida atrás de partidos políticos. Um número maior de partidos traz mais candidatos a vereador e...

Itapetininga tem quase 300 casos de dengue confirmados

Cidade registra 450 casos de Dengue em uma semana

Itapetininga registrou 450 novos casos de Dengue em uma semana. Ao todo, a cidade confirmou neste ano 1.531 casos positivos da doença. Um único caso de Chikungunya foi identificado em...

Queimadas aumentam em mais de 30% em 2024

Queimadas aumentam em mais de 30% em 2024

Em Itapetininga, nos primeiros quatro meses do ano, houve um aumento de 30% nos registros de queimadas em comparação com o mesmo período do ano passado. De acordo com os...

mais lidas

Assine o Jornal e tenha acesso ilimitado

a todo conteúdo e edições do jornal mais querido de Itapetininga

Bem vindo de volta!

Faça login na sua conta abaixo


Criar nova conta!

Preencha os formulários abaixo para se cadastrar

Redefinir senha

Por favor, digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.