O rádio brasileiro nas Copas do Mundo

A transmissão começou em 1938, um ano antes da Segunda Grande Guerra Mundial (Alemanha e Itália contra a Europa). A guerra continuou até 1945 por isso que não houve nenhuma Copa do Mundo de Futebol na década de 1940. O retorno da competição futebolística internacional aconteceu em junho – julho de 1950 realizada na então capital federal brasileira, Rio de Janeiro. Desde essa época o Brasil tinha uma enorme insuficiência de hospitais, rede de esgoto, escolas (de ensino fundamental!) e outras “mil” necessidades, mas mesmo assim alguns estádios começaram a serem construídos em estados, destacando-se o então enorme Maracanã, no Rio, e que seria o maior do mundo. Por que no Brasil? A Europa estava dilacerada para promover um evento de tal porte (por causa da Guerra, evidentemente) e daí o Brasil foi escolhido, entre outros motivos, por ser considerado o futuro país do futebol.
Em 1950, além da Copa que aconteceu aqui, o que dava uma ansiedade entre o povo, haveriam eleições em outubro e um dos candidatos seria Getúlio Vargas, que como vocês sabem, tinha presidido o Brasil entre 1930 até 1945. Getúlio tirou o poder do itapetiningano Júlio Prestes de Albuquerque, que iria ser presidente do país. Seriam dias excitantes!
Lógico que os departamentos esportivos das rádios tupiniquins excitaram-se para o evento. Principalmente as do eixo Rio-São Paulo como a carioca Rádio Nacional do Rio de Janeiro e a paulista Bandeirantes. Somente alguns afortunados iriam ver os gols antológicos do atacante Ademir de Menezes centroavante da Seleção Brasileira, como as “performances” do goleiro Barbosa e outros craques, todos escolhidos por jogarem o “fino” do futebol pátrio. Milhões iriam apenas ouvir as transmissões, pois ainda não havia televisão no Brasil (só aconteceria em setembro daquele mesmo ano, primitivamente ainda). Ouvidos a parte, caberia a imaginação dos torcedores quando ouvissem as narrações nos rádios. Diziam alguns que era até emocionante… Será?
Na final no (fatídico) 16 de julho de 1950, num domingo, os locutores só faltavam esgoelar antes do início do jogo, e anteviam a vitória do Brasil frente ao Uruguai, ambos finalistas diretamente de um Maracanã repleto (cerca de 200 mil espectadores, segundo algumas estatísticas). O Brasil perdeu por 2×1 e alguns comentaristas chegaram a soluçar diante dos microfones, como Ary Barroso, da Rádio Nacional (e autor de “Aquarela do Brasil”, uma canção que se tornou um hino).
Em 1954 nova derrota na Suíça, e em 1958, ainda sem televisão (essa só transmitiria em 1970, em plena ditadura militar). Mas em 1958 foi tudo diferente, o Brasil sagrou-se campeão mundial de futebol e os brasileiros vibraram quando ouviram os gols irradiados por Edson Leite, da Rádio Bandeirantes de São Paulo. O zagueiro galã Hideraldo Luís Bellini ergueu a taça “Jules Rimet”. Aconteceu na Suécia, e Estocolmo parecia tão longe que, as vezes, a voz do próprio Edson parecia sumir. Algumas horas depois surgiram musicas alusivas a conquista nas rádios, como aquela que dizia: “A taça do mundo é nossa, com o brasileiro não há quem possa…”.

Últimas

O Espaço Cultural Travessa 81 recebe Cris Bloes e banda dia 8/6

O Espaço Cultural Travessa 81 recebe Cris Bloes e banda dia 8/6

Formado por Cris Bloes (piano), Celso Veagnoli  (saxofone),  Sérgio Frigerio (baixo) e Rodrigo Marinonio  (bateria), o quarteto Cris Bloes  e Banda reúne  músicos com  carreiras individuais consolidadas. Todos  são professores...

Correio Político 1003

Correio Político 1003

Pai da Criança Já começou o “vale tudo” na política de Itapetininga. Osmar Thibes, pré-candidato a prefeito pelo PSDB, começou mal a sua campanha. Declarou a um portal de notícias...

Justiça proíbe eventos com maus tratos aos animais

Justiça proíbe eventos com maus tratos aos animais

Uma Ação Civil Pública feita pela advogada Maria Leticia Benassi Filpi na 2ª Vara Cível do Foro de Itapetininga, foi julgada parcialmente procedente pelo Juiz Aparecido César Machado No ano...

Recusas ao bafômetro crescem em Itapetininga

Recusas ao bafômetro crescem em Itapetininga

O Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran-SP) realizou quatro operações de Direção Segura Integrada no município de Itapetininga entre 2022 e 2024. Durante essas ações, foram abordados 2.367...

Professores criticam o Programa Escola Cívico-Militar

Professores criticam o Programa Escola Cívico-Militar

Em uma sessão marcada pelo confronto de estudantes com policiais militares, a Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) aprovou o projeto enviado pelo governador Tarcísio de Freitas sobre o Programa...

Prefeitura entrega 164 lotes do Programa Lote Social

Prefeitura entrega 164 lotes do Programa Lote Social

A data 17 de maio consolida, definitivamente, o maior programa de habitação popular já realizado pela Prefeitura de Itapetininga com a entrega oficial dos 164 terrenos do Programa Lote Social,...

mais lidas

Assine o Jornal e tenha acesso ilimitado

a todo conteúdo e edições do jornal mais querido de Itapetininga

Bem vindo de volta!

Faça login na sua conta abaixo


Criar nova conta!

Preencha os formulários abaixo para se cadastrar

Redefinir senha

Por favor, digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.