Os Olhos de Cristo

Lucas, o historiador dos trabalhos missionários dos apóstolos, narra um fato curioso que se deu com Cristo e Pedro. Foi na noite que Jesus foi condenado. Pedro, que era sanguíneo no caráter, afirmara, algumas horas antes da condenação de Cristo: “Senhor, estou pronto a ir contigo , tanto para a prisão, como para a morte.” ( Lucas 22:33) Jesus que vê o rosto e o íntimo do coração humano, sabendo que as palavras não acompanham o desejo, disse-lhe: “Afirmo-te, Pedro, que, hoje, três vezes negarás que me conheces, antes que o galo cante.” (Luc. 22:34) Marcou Cristo o dia, a hora e o número de negações. Pedro calou-se, porque não conhecia a si mesmo.
Como profetizou Jesus, o seu discípulo negou que o conhecia perante uma criada e dois homens do povo. Na última negativa, Cristo fixou os seus olhos amorosos e cansativos no seu discípulo e Pedro lembrou-se da palavra do Senhor:-“Hoje, três vezes me negarás, antes de cantar o galo.”
Pôs Cristo os olhos em Pedro e ele se lembrou do ensino do seu Mestre. Os olhos de Jesus são a fonte do amor, do perdão e da misericórdia.
Lembrou-se do sermão de Cristo, quando disse:-“Ouvistes que foi dito : Amarás o teu próximo e aborrecerás o teu inimigo.” Na ocasião chegou a sacudir a cabeça, afirmando que se lembrava. Depois ouviu a explicação magistral de Cristo:-“Eu, porém vos digo: Amai a vossos inimigos, bendizei os que vos maldizem…” (Mat.5:44) Ficou admirado com o ensino de Cristo e dizia para todos a nova interpretação do Torá.
Lembrou-se do paralítico que fora curado por Cristo e na ocasião Jesus disse-lhe: “Filho, perdoados estão os teus pecados.” (Mar. 2:5) Lembrou-se que os escribas, que estavam ali presentes, criticaram-no e diziam: “Por que diz este assim blasfêmias: Quem pode perdoar pecados senão Deus?” Não sabiam que Jesus era o Deus encarnado, o Emanuel e quem pecava não era Jesus, mas eles.
Lembrou-se da ordem de Cristo aos fariseus: “Ide, porém, e aprendei o que significa: Misericórdia quero e não sacrifício.” (Mat. 9:13) Naquela hora aflorou em sua mente uma das bem-aventuranças: “Bem-aventurados os misericordiosos; porque eles alcançarão misericórdia.”(Mat. 5:7)Lembrou-se que misericórdia “é uma aversão a tudo que é severo, cruel, opressivo ou injurioso, e, por outro, na disposição de se condoer das misérias dos semelhantes e de fazer tudo que é possível para aliviá-las ou removê-las.”
Jesus pôs os olhos em Pedro e ele se lembrou das palavras e dos ensinos de Cristo. Diante disso só nos resta pedir para que Jesus, também, ponha os seus olhos sobre nós, pois eles são a fonte do amor, do perdão e da misericórdia .

Últimas

Vitrine – Realismo

Vitrine – Realismo

A coluna Vitrine desta semana apresenta algumas produções dos alnos do Art Studio & Atelier Henrik Ribeiro.Henrik Ribeiro trabalha há dois anos e meio como tatuador. Ele sempre pensou em...

Confira a programação no aniversário de Alambari

Confira a programação no aniversário de Alambari

A prefeitura de Alambari preparou diversas atividades em comemoração ao 30° aniversário de emancipação político-administrativa. A agenda começou no último sábado, dia 14, com concurso da rainha do rodeio e...

Atletas participam de competições no Rio de Janeiro

Atletas participam de competições no Rio de Janeiro

A Prefeitura de Itapetininga, por meio da Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude parabeniza a brilhante participação dos atletas Paulo Henrique Vieira Martins "PH", e Vinícius Proença, onde representaram Itapetininga,...

mais lidas

Assine o Jornal e tenha acesso ilimitado

a todo conteúdo e edições do jornal mais querido de Itapetininga