Paulo, o alegórico, volta à cena

Ele, por certo, não foi um astro de primeira grandeza, mas afirma-se convictamente que os astros não morrem. Os astros mortos continuam fulgurando por muito tempo. Conhecido em toda a cidade, naquele tempo, ele, em silencio, andava pelas ruas nas horas em que não estava em seu salão de barbeiro na Aristides Lobo.
Enigmático, estouvado e destrambelhado, considerado um estranho ser, Paulo praticava inconcebíveis diálogos fora da realidade. Várias são as histórias em que se envolveu, “as mais estranhas e esdrúxulas”.
Uma das que protagonizou se passou na parte central de Itapetininga, ocasião em que foi a um dentista com consultório na Saldanha Marinho, próximo à José Bonifácio.
Após os cumprimentos e a razão de sua presença, o dentista – profissional muito conhecido – disse: – Abra a boca. – Com todo o gosto, respondeu Paulo. –E devo fechar os olhos, ou não? continuou. – Como quiser, respondeu o dentista, para mim é indiferente. – Muito bem, se fechar apenas um o sr não se zanga? perguntou Paulo.
-Por mim…, respondeu o dentista, feche só um se assim o entender
-E qual devo fechar, perguntou Paulo. – O direito ou esquerdo? – Espere, talvez seja melhor fazer assim: fechar primeiro o direito e depois o esquerdo, que lhe parece?
– Para mim é suficiente que o sr abra a boca, resmungou o dentista que começava a perder a paciência.
-Mas eu não tenho dificuldade nenhuma em abrir a boca, observou Paulo. – Se o sr deseja que eu a abra, é desnecessário tanta complicação. Vim consulta-lo, justamente para fazer aquilo que o sr entendesse, por conseguinte, deve pedir-me seja o que for sem receio. Tanto é assim que lhe perguntei se queria que fechasse os olhos. E se quiser, fecho-os. Repare!
Paulo fechou os olhos, depois abriu e olhou sorrateiro para o dentista.
-Viu? Faço tudo o que o sr desejar. Julga que eu ponho dificuldade em levantar uma perna se o sr desejar? Nem por sombra?
– Levante-as imediatamente. Ordenou o dentista.
Paulo levantou uma perna.
-Irra! berrou o dentista, perdendo enfim a paciência e atirando os instrumentos no chão. Por quem me toma o senhor, por um cretino? Vá-se embora.
Paulo levantou-se. – Não compreendo, balbuciou aborrecido, venho aqui para que me cure um dente e faço tudo o que sr deseja; abro a boca. Fecho os olhos, levanto a perna e no fim põe-se a berrar dessa maneira! Estou até disposto a lavar a cara, tirar o paletó, a cortar o cabelo e coçar o joelho! Que mais quer? Irra, digo eu, que raio de dentista! Nada, nada, vou procurar outro profissional. E o intrigante Paulo pegou o chapéu e saiu resmungando
Só não sabemos se foi então a outros dentistas da cidade, como os competentes Francisco Fabiano Alves, Dr Fortes, Oswaldo Weis, Zilda Calux, Mauro Levi, Eli Trench, Bento de Lara, Nachara, Floriano Villaça e outros daquela saudosa quadra da vida.

Últimas

Correio Politico – Edição 1010

Experiência e Renovação A Federação Brasil Esperança (PV, PT e Pc do B) está com uma chapa forte de pré-candidatos a vereador. Unindo experiência e renovação, a chapa de pré-candidatos...

Câmara aprova projeto de substituição de sacos plásticos convencionais por ecológicos

Prefeitura e Câmara suspendem publicações em sites

Devido à lei eleitoral, a Prefeitura e a Câmara de Itapetininga suspenderam, temporariamente, a exibição de notícias no site e no semanário oficial que impliquem em publicidade institucional. A medida...

Confira as principais notícias de 2022

Jeferson Brun lança pré-candidatura

O atual prefeito de Itapetininga, Jeferson Brun, atualmente filiado ao Republicanos, lançou oficialmente sua pré-candidatura a prefeito de Itapetininga. Caso se confirme o apoio oficial, Brun terá a companhia de...

Novos nomes surgem para  vice-prefeito

Novos nomes surgem para vice-prefeito

Na edição passada, o Jornal Correio publicou seis nomes que estão na disputa para entrar de vice-prefeito em Itapetininga. Mais duas pessoas estão ainda no jogo como ex-secretário municipal de...

Clima desfavorável afeta produção de figo na cidade

Clima desfavorável afeta produção de figo na cidade

No município de Itapetininga, o clima desfavorável marcou a temporada de colheita de figos neste ano, conforme relata Daniel Nache, produtor local. “Este ano foi desafiador desde o início, com...

Rodovias registram 12 mortos em acidentes

Rodovias registram 12 mortos em acidentes

Durante o feriado prolongado de 9 de julho, as rodovias administradas pela CCR SPVias em Itapetininga e região registraram um saldo de 12 mortos e 51 feridos em 22 acidentes....

mais lidas

Assine o Jornal e tenha acesso ilimitado

a todo conteúdo e edições do jornal mais querido de Itapetininga

Bem vindo de volta!

Faça login na sua conta abaixo


Criar nova conta!

Preencha os formulários abaixo para se cadastrar

Redefinir senha

Por favor, digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.