Paz, Pax, Peace, Shalom, Eirene

“Pax vobis” quer dizer: Paz seja convosco. Quando Jesus ressuscitou, no período da tarde, se apresentou aos seus discípulos que estavam reunidos numa casa com as portas fechadas, disse, cumprimentando-os: Eirene imin ou Pax vobis. O primeiro cumprimento está no grego e o segundo no latim. Talvez tenha usado o shalom, que é paz no hebraico, pois ele era judeu. Jesus é o Deus encarnado. Maria, a virgem, era judia, assim como José, seu marido.

A virgem fora agraciada por Deus, uma vez que o Eterno a escolheu para que através dela a Segunda Pessoa da Santíssima Trindade se encarnasse. O Criador, em Maria, que era semita, cumpriu a profecia que fizera e que Moisés, o cronista da criação, registrou no seu livro de Gênesis. A divagação é para tornar claro o ensino, pois continuou sendo professor, embora aposentado pelo Estado e Município de São Paulo.

Eis a profecia: “E porei inimizade entre ti e a mulher, e entre a tua semente e a sua semente: esta te ferirá a cabeça e tu lhe ferirás o calcanhar. ” (Gên. 3:15) Foi assim que Deus disse à serpente que servira de hospedeira para Satanás. O “ti” está se referindo ao inimigo de Deus, que é o Dragão. A semente da mulher é Jesus. (Notou, caro leitor, como se faz uma interpretação de texto. Leia o texto na íntegra.)

Maria, a virgem doou o seu ventre, útero, e um gameta, que santificado pelo Espírito Santo, serviu para que o verbo Divino se encarnasse. É a semente da mulher que fere a cabeça do Dragão. Não é a mulher que fere, mas a sua semente que é Jesus. Ele, Jesus, é onipotente e só ele tem esse poder.

Pois bem, os discípulos estavam reunidos e Jesus se apresentou no meio deles, aceitando o culto e a mudança do dia e disse-lhes, cumprimentando-os: Paz seja convosco. O cristão verdadeiro em vez de atear o fogo da discórdia, deve aproveitar todas as oportunidades para dar as explicações necessárias ou os conselhos que podem tirar as dúvidas e restaurar a paz.

O cristão verdadeiro de Jesus evita de todas as maneiras a perturbação e procura por atos ou palavras mantê-la. Cristo nunca desejou que os seus ensinos fossem propagados pela espada ou por leis penais, porém pela pregação e ensino. Disse ele: “Ide por todo mundo e pregai o Evangelho para toda criatura. ” O Evangelho deve ser pregado e o ministro deve usar de argumentos lógicos e convincentes para atrair os seus ouvintes. Disse, ainda: “Ensinai todas as nações…” As universidades surgiram com o cristianismo.

O aluno de Jesus deve ser uma pessoa dotada de espírito público e trabalhar em prol do bem comum, esforçando-se até onde as suas forças o permitam para promover a paz entre os homens, nas famílias e nações e acabar com as questões litigiosas.

Aquele que prega, promove a paz será feliz neste mundo e receberá o título honroso de filho de Deus. Eis a prova: “Bem-aventurados os pacificadores, porque serão chamados filhos de Deus, ” palavras de Jesus, que é o Redentor dos escolhidos de Adonai.

 

 

 

Últimas

mais lidas

Assine o Jornal e tenha acesso ilimitado

a todo conteúdo e edições do jornal mais querido de Itapetininga