Seu Abelardo e sua gentileza

Nesses dias de pandemia, assistindo um filme numa das plataformas existentes, deparei-me com um interrogatório da inquisição, onde o juiz e seu assistente deixaram as inquiridas loucas, confundindo-as com suas perguntas sem nenhum sentido, fazendo-as confessarem serem bruxas, mesmo sem saberem o que significava o nome. Isso me fez lembrar o nosso Abelardo, aquela figura kafkiana de “O processo”, excêntrica, um verdadeiro inquisidor da idade média, que saindo de sua residência na rua Aristides Lobo, em frente à casa da família Salomão Abib, sempre encontra uma vítima para atormentar. Desta vez, próximo à sua residência parou um cavalheiro que passava naquele local e disse:

– “Desculpe, mas quanto o senhor pesa?”

– “Eu?” – perguntou o homem, que não entendeu o significado da abordagem.

– “Sim, o senhor”. Respondeu Abelardo.

– “Mas que interesse tem com isso? ” Que interesse tem para o senhor saber o meu peso”, repetiu o cidadão.

– “Que interesse tem para mim?”, disse Abelardo, dando mostras de admiração. – “Não sabendo quanto pesa, não posso sequer saber se me é possível levantá-lo com uma mão.”

– “Mas eu não quero que o senhor me levante com uma mão!” Gritou indignado o indivíduo. “Eu nem sequer o conheço!”

– “Não se zangue- protestou Abelardo. – “O senhor está no seu direito de não querer que eu o levante com uma mão e eu, então, levantá-lo-ei com as duas. Porém nunca me sucedeu que uma pessoa de bem, que vejo pela primeira vez na rua, pretenda que eu o levante coma as duas mãos. Ouça lá, o senhor era habituado a que os transeuntes o levantem com as duas mãos?”

– “Mas de modo nenhum!” berrou ele, perdendo a paciência.

– “Então só com uma” – concluiu Abelardo. – “Me desculpe, se não me diz quanto pesa, não posso levantar. O senhor desculpe mesmo.”

Parando outro transeunte que passava Abelardo disparou: “Diz o senhor que é mais robusto do que eu, que levanta este senhor só com uma mão!”

– “PQP! Vá para o inferno, você e os que lhe dão ouvidos! Gritou o indivíduo desatando a correr e desaparecendo no final da rua Monsenhor Soares.

– “Que tipo curioso” – disse Abelardo ao outro cidadão, que não entendeu nada do que se passava. – “Tem que ter paciência. Primeiro, queria que eu o levantasse com as duas mãos, depois só com uma, mas eu não me sinto capaz de fazer esforços esta manhã. E depois, uma pessoa que quer que os transeuntes a levantem deve ser doido varrido!”

Assim Abelardo, despediu-se, abanou a cabeça, cumprimentando a todos que presenciaram a cena e afastou-se tranquilamente.

Últimas

Cidade registra 66 furtos de veículos no ano

Cidade registra 66 furtos de veículos no ano

Os itapetininganos têm convivido com uma realidade preocupante, o aumento dos casos de furto de veículos e as ocorrências de roubo de veículos. Dados estatísticos da Secretaria de Segurança Pública...

Comércio começa atender com horário estendido

Comércio começa atender com horário estendido

Se preparando para a melhor data para o comércio do ano, as lojas de Itapetininga começaram a atender em horário especial a partir desta semana. De segunda-feira a sexta-feira, as...

Junta Militar de Itapetininga realiza o EXAR

Junta Militar de Itapetininga realiza o EXAR

O Exercício de Apresentação da Reserva (EXAR) é realizado anualmente no período de 09 a 16 de dezembro, e tem como principais finalidades: praticar o mecanismo de convocação, atualizar dados,...

Mutirão retira 147 toneladas de resíduos

Mutirão retira 147 toneladas de resíduos

A Prefeitura de Itapetininga realizou mais um “Mutirão contra a Dengue” que retirou 147 toneladas de resíduos nas vilas Arruda e Paulo Ayres, neste final de semana. Junto com as...

Cidade recebe Campanha Natal Literário

Cidade recebe Campanha Natal Literário

A Biblioteca Municipal “Dr. Júlio Prestes de Albuquerque” lançou mais uma campanha para que os usuários com livros em atraso possam resolver suas pendências.É a Campanha Natal Literário que acontece...

mais lidas

Assine o Jornal e tenha acesso ilimitado

a todo conteúdo e edições do jornal mais querido de Itapetininga