Título: 08/01/2023

Ele almoçou em casa, lá pelas duas horas da tarde resolveu tirar uma boa soneca. Aos domingos o seu sono era prolongada após o almoço pois aproveitava a paz e o silêncio da rua tão movimentada nos dias de semana. Acordou lá pelas cinco horas como o sol ainda quente e ligou a televisão para verificar se havia notícias novas. O que não era muito fácil. O campeonato de futebol já havia acabado. O Congresso Nacional em recesso. O presidente eleito (democraticamente) havia assumido uma semana, tudo iria parecer calmo. De repente, as primeiras imagens da emissora escolhida pareciam bastante estranhas. Uma multidão de homens e mulheres com a bandeira nacional nas costas subiram as rampas de Brasília para (parece) invadir as sedes do Executivo, Judiciário e Legislativo. Parece que queriam destruir tudo. Entravam nestas sedes com uma facilidade enorme. E as tropas militares de segurança (muitas!) pareciam facilitar inclusive até orientando a turba. Os locutores da emissora que transmitiam a invasão e pareciam atônitos. O que seria isto? Mas aos poucos ele foi entendendo. Parecia uma espécie de golpe no novo governo eleito nas ordens do Supremo Tribunal Federal enfim, na Constituição. O ex-presidente já não estava no Brasil e sim em Miami, Estados Unidos aproveitando as delicias de lá. Tudo parecia espontâneo mas aos poucos revelou-se um planejamento que já vinha acontecendo desde o resultado final das urnas. Daí vários acampamentos civis (só?) foram instalados pedindo a intervenção militar no resultado eleitoral. A maioria em frente aos tiros de guerra e edifícios militares. O acampamento respondia as críticas afirmando que era por liberdade de expressão. No final daquela tarde as tropas militares legalistas (pela democracia) reagiram e aconteceram as prisões. Eles entenderam que não foi só um susto mas uma alerta. O golpe não chegou a ser dado. E a pergunta que não quer calar. Por que alguns governadores estaduais não foram a celebração da 1° comemoração pró Constituição, nesta última segunda-feira na Capital Federal, pró democracia. Por que?

 

Se fato é foto…
A Itapetiningana Cristine Abração Morelli, a Tuti (diretora geral da rádio Superdifusora de Itapetininga) realizando outra “paixão” que possui que é a corrida e participou novamente da tradicional maratona de São Silvestre em Sampa no dia 31 de dezembro.

Últimas

CORREIO POLÍTICO 997

CORREIO POLÍTICO 997

Exército Após o final do prazo para a filiação de possíveis candidatos, continua a corrida atrás de partidos políticos. Um número maior de partidos traz mais candidatos a vereador e...

Itapetininga tem quase 300 casos de dengue confirmados

Cidade registra 450 casos de Dengue em uma semana

Itapetininga registrou 450 novos casos de Dengue em uma semana. Ao todo, a cidade confirmou neste ano 1.531 casos positivos da doença. Um único caso de Chikungunya foi identificado em...

Queimadas aumentam em mais de 30% em 2024

Queimadas aumentam em mais de 30% em 2024

Em Itapetininga, nos primeiros quatro meses do ano, houve um aumento de 30% nos registros de queimadas em comparação com o mesmo período do ano passado. De acordo com os...

mais lidas

Assine o Jornal e tenha acesso ilimitado

a todo conteúdo e edições do jornal mais querido de Itapetininga

Bem vindo de volta!

Faça login na sua conta abaixo


Criar nova conta!

Preencha os formulários abaixo para se cadastrar

Redefinir senha

Por favor, digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.