Tocam os sinos

Uma tristeza. Fotos, vídeos, filmes, mostram neste Natal de 2023, a desolação que ocorre nas igrejas: da Ressurreição (Santo Sepulcro) em Jerusalém, Israel e a da Natividade, em Belém, Cisjordânia, Palestina. Poucos presentes nas duas, o que antes eram superlotadas. Na antevéspera (23/12) e véspera (24/12) de Natal, o mundo estava focalizado nas duas, juntamente com o Vaticano, em Roma. Perda da fé? Não absolutamente, mas de medo natural do ser humano de eventuais bombas que poderiam cair, não justamente nelas, mas próximas.
A tragédia secular dos dois povos, o palestino e o judeu, chegou ao máximo neste final de 2023 e é quase impossível prever se haverá luz no “fim do túnel”. Desde o final da Segunda Grande Guerra Mundial em 1945, quando em 1948, as Nações Unidas, sediada em New York, Estados Unidos, promulgou um decreto (lido, aliás pelo brasileiro Oswaldo Aranha) exigindo que os judeus (que não emigraram para outros países) fossem povoar a região da Palestina, já habitada há séculos palestinos.
A nação palestina via os judeus como invasores (não foi bem assim) e a rivalidade começou. O início foi com guerrilhas (de ambos os lados) e a nação judaica foi empurrando os primeiros habitantes para uma região bem menor, ocupada por milhões de palestinos (que se recusaram a viver no novo Estado de Israel). A cidade santa de Jerusalém, antes dividida territorialmente pelos judeus e palestinos, foi ficando somente com os primeiros.
Não esquecemos que Israel sempre foi apoiado pelos Estados Unidos, principalmente nos armamentos. Daí chega outubro do corrente ano e instala-se a barbárie praticada pelo Hamas, grupo guerrilheiro logicamente contrário a Israel, que invadiram os “kibutzim” e assassinaram 1.500 judeus entre homens, mulheres e crianças. O revide foi rápido. Israel prometeu banir o Hamas “do mapa”. Somente é que não é fácil distingui-lo do palestino civil.
E caíram bombas sobre a população civil. Até o Natal, segundo fontes, 20.000 palestinos morreram (inclusive 5.000 crianças). De novo a barbárie. Até quando? No último 23, a TV Cultura (São Paulo) apresentou um programa natalino com três jovens tenores italianos cantando músicas da data (lindo! “Ave Maria”, de Gounod) diretamente de Jerusalém, toda iluminada.
Qual seria a data da gravação? 2022, 2021, 2019? Deste ano não foi, certamente, devido aos horrores da guerra. Não haveria o clima natalino.

 

Se fato é foto…
O casal itapetiningano Carlos Henrique (promotor de justiça) e Sandra Bandeira (dentista) conhecendo as belezas e encantos da cidade de Helsinki, capital da Finlândia na Europa neste mês de dezembro. Foto – Arquivo Pessoal

Últimas

Correio Politico – Edição 1010

Experiência e Renovação A Federação Brasil Esperança (PV, PT e Pc do B) está com uma chapa forte de pré-candidatos a vereador. Unindo experiência e renovação, a chapa de pré-candidatos...

Câmara aprova projeto de substituição de sacos plásticos convencionais por ecológicos

Prefeitura e Câmara suspendem publicações em sites

Devido à lei eleitoral, a Prefeitura e a Câmara de Itapetininga suspenderam, temporariamente, a exibição de notícias no site e no semanário oficial que impliquem em publicidade institucional. A medida...

Confira as principais notícias de 2022

Jeferson Brun lança pré-candidatura

O atual prefeito de Itapetininga, Jeferson Brun, atualmente filiado ao Republicanos, lançou oficialmente sua pré-candidatura a prefeito de Itapetininga. Caso se confirme o apoio oficial, Brun terá a companhia de...

Novos nomes surgem para  vice-prefeito

Novos nomes surgem para vice-prefeito

Na edição passada, o Jornal Correio publicou seis nomes que estão na disputa para entrar de vice-prefeito em Itapetininga. Mais duas pessoas estão ainda no jogo como ex-secretário municipal de...

Clima desfavorável afeta produção de figo na cidade

Clima desfavorável afeta produção de figo na cidade

No município de Itapetininga, o clima desfavorável marcou a temporada de colheita de figos neste ano, conforme relata Daniel Nache, produtor local. “Este ano foi desafiador desde o início, com...

mais lidas

Assine o Jornal e tenha acesso ilimitado

a todo conteúdo e edições do jornal mais querido de Itapetininga

Bem vindo de volta!

Faça login na sua conta abaixo


Criar nova conta!

Preencha os formulários abaixo para se cadastrar

Redefinir senha

Por favor, digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.