Um piano para Orlando

Há fatos ocorridos constantemente em qualquer cidade que, ficam perenemente na memória de algumas pessoas.

Pode ser atos sem importância como a falta de luz na cidade até 1958, ou outros que as pessoas esquecem com facilidade. A vida, como dizia o saudoso professor Belizandro Barbosa, considerado como uma pessoa das mais cultas da cidade, ele dizia isso: tudo é passageiro em nossa existência.

Após lembrarmos de diversas ocorrências, tanto trágicas como satisfatórias para todos e Itapetininga e região, o que nos veio a mente, o episodio pitoresco sucedido em fins da década dos anos 50.

Foi quando o celebrado canto-o número das multidões esteve em Itapetininga. Muitos hajam esquecidos essa ocorrência o que repercutiu em algumas cidades do Brasil. Embora sem consequências graves, ficou gravada nos anais de história.

Orlando Silva, irrompeu de maneira fulminante no cenário do rádio e do disco na década de 1930.

O artista que alcançou através dos então nascentes meios de comunicação, da moderna tecnologia ainda não era conhecido como ídolo o nome para esse tipo de fenômeno era cartaz. Um jogador, um artista de cinema, do meio radiofônico ou do teatro, tão logo firmavam seu nome acima dos jornais competidores, passava à categoria de cartaz.

Da estreia radiofônica, em 26 de junho de 1934, ao falecimento, ocorrido em 07 de agosto de 1968, o moço do subúrbio que se transformou em ídolo nacional, criando escolas influenciando estilos e correria, longa trajetória marcada por triunfos, revezes e passagem pitoresco aqui o fervor dos admiradores e a intolerância de antagonista tiveram eles chegaram ao apogeu.

Em fins dos anos 40, Orlando Silva quem encontrava-se exibindo no Sul do país, chegou em Itapetininga e se apresentou entoava ao publico suas melhores canções. Na ocasião não havia piano no local para o espetáculo e após duas horas de procura centenas de pessoas ouviram e se comoveram com as musicas entoadas pelo “cantor 1 das multidões”.

O piano foi emprestado pelo clube Venâncio Ayres e resolveu o problema esse episódio foi comentado pelas rádios de todo o brasil e repercutiu em todo o território nacional.

Últimas

Cidade registra 66 furtos de veículos no ano

Cidade registra 66 furtos de veículos no ano

Os itapetininganos têm convivido com uma realidade preocupante, o aumento dos casos de furto de veículos e as ocorrências de roubo de veículos. Dados estatísticos da Secretaria de Segurança Pública...

Comércio começa atender com horário estendido

Comércio começa atender com horário estendido

Se preparando para a melhor data para o comércio do ano, as lojas de Itapetininga começaram a atender em horário especial a partir desta semana. De segunda-feira a sexta-feira, as...

Junta Militar de Itapetininga realiza o EXAR

Junta Militar de Itapetininga realiza o EXAR

O Exercício de Apresentação da Reserva (EXAR) é realizado anualmente no período de 09 a 16 de dezembro, e tem como principais finalidades: praticar o mecanismo de convocação, atualizar dados,...

Mutirão retira 147 toneladas de resíduos

Mutirão retira 147 toneladas de resíduos

A Prefeitura de Itapetininga realizou mais um “Mutirão contra a Dengue” que retirou 147 toneladas de resíduos nas vilas Arruda e Paulo Ayres, neste final de semana. Junto com as...

Cidade recebe Campanha Natal Literário

Cidade recebe Campanha Natal Literário

A Biblioteca Municipal “Dr. Júlio Prestes de Albuquerque” lançou mais uma campanha para que os usuários com livros em atraso possam resolver suas pendências.É a Campanha Natal Literário que acontece...

mais lidas

Assine o Jornal e tenha acesso ilimitado

a todo conteúdo e edições do jornal mais querido de Itapetininga