Um piano para Orlando

Há fatos ocorridos constantemente em qualquer cidade que, ficam perenemente na memória de algumas pessoas.

Pode ser atos sem importância como a falta de luz na cidade até 1958, ou outros que as pessoas esquecem com facilidade. A vida, como dizia o saudoso professor Belizandro Barbosa, considerado como uma pessoa das mais cultas da cidade, ele dizia isso: tudo é passageiro em nossa existência.

Após lembrarmos de diversas ocorrências, tanto trágicas como satisfatórias para todos e Itapetininga e região, o que nos veio a mente, o episodio pitoresco sucedido em fins da década dos anos 50.

Foi quando o celebrado canto-o número das multidões esteve em Itapetininga. Muitos hajam esquecidos essa ocorrência o que repercutiu em algumas cidades do Brasil. Embora sem consequências graves, ficou gravada nos anais de história.

Orlando Silva, irrompeu de maneira fulminante no cenário do rádio e do disco na década de 1930.

O artista que alcançou através dos então nascentes meios de comunicação, da moderna tecnologia ainda não era conhecido como ídolo o nome para esse tipo de fenômeno era cartaz. Um jogador, um artista de cinema, do meio radiofônico ou do teatro, tão logo firmavam seu nome acima dos jornais competidores, passava à categoria de cartaz.

Da estreia radiofônica, em 26 de junho de 1934, ao falecimento, ocorrido em 07 de agosto de 1968, o moço do subúrbio que se transformou em ídolo nacional, criando escolas influenciando estilos e correria, longa trajetória marcada por triunfos, revezes e passagem pitoresco aqui o fervor dos admiradores e a intolerância de antagonista tiveram eles chegaram ao apogeu.

Em fins dos anos 40, Orlando Silva quem encontrava-se exibindo no Sul do país, chegou em Itapetininga e se apresentou entoava ao publico suas melhores canções. Na ocasião não havia piano no local para o espetáculo e após duas horas de procura centenas de pessoas ouviram e se comoveram com as musicas entoadas pelo “cantor 1 das multidões”.

O piano foi emprestado pelo clube Venâncio Ayres e resolveu o problema esse episódio foi comentado pelas rádios de todo o brasil e repercutiu em todo o território nacional.

Últimas

Câmara cassa mandato do vereador Codorna

Câmara cassa mandato do vereador Codorna

Na última quinta-feira, dia 22, em Sessão Extraordinária realizada na Câmara Municipal de Itapetininga (CMI), 15 dos 19 vereadores votaram pela cassação do mandato do parlamentar de oposição Eduardo Codorna...

Prefeitura promove Campanha com exames de Hepatite B e C

Prefeitura promove Campanha com exames de Hepatite B e C

No mês em que é celebrado o “Dia Internacional do Combate às Hepatites Virais”, a Prefeitura de Itapetininga, por meio da Secretaria de Saúde e Departamento de Vigilância Epidemiológica promovem...

mais lidas

Assine o Jornal e tenha acesso ilimitado

a todo conteúdo e edições do jornal mais querido de Itapetininga