Uma eleição inusitada

No começo da noite desta último trinta, anunciada a vitória de Luís Inácio Lula da Silva como o novo presidente da república brasileira, ele próprio depois de saudado por correligionários próximos, começou a ler uma carta aberta a nação cujo texto tentava “quebrar” o momento de ódio que imperava já alguns meses da eleição e restabelecer um programa de paz entre os brasileiros. “Sou um presidente de todos os brasileiros”, disse ele (queira ou não os antagonistas). Alguns dos senadores políticos estranharam a rapidez de como foi feito isto. Logo depois os presidentes da Câmara Federal e do Senado Federal também foram rápidos em reconhecer a vitória do petista.
E logo logo começaram a chegar congratulações de presidentes como Joe Biden (Estados Unidos da América), Emmanuel Macron (da França), Alberto Fernándes (da Argentina), entre tantos, tudo muito rápido. E havia um motivo para isso? Parecia que sim. “Haveria no ar” um clima de inconformismo caso o adversário Jair Messias Bolsonaro vencesse. Ou seja, ele poderia não gostar do resultado negativo. Daí começaram as manifestações dos petistas e simpatizantes. Em alguns mais (como Salvador na Bahia), Recife (Pernambuco) e cidades do Estado de São Paulo (como Jundiai, Sorocaba e Itapetininga). Mas a festança foi grande em quase todo o país, tendo como epicentro a cidade de São Paulo. Até a meia-noite (ou bem mais) a volumosa Avenida Paulista recebeu milhares (ou milhões) que não paravam de gritar um só momento. Um membro do partido vencedor relembrou: “Se, no dia 7 de setembro de 2021 colocou milhões de adeptos colocou milhões nesta Avenida, agora somos nós”.
A vitória de Luís Inácio não foi fácil. Passo a passo, número por número, “pau a pau” como se dizia antigamente. Afinal, num país de 214 milhões de habitantes ou mais (é lógico que nem todos são eleitores) mas mesmo assim Lula venceu com 2 milhões de votos a mais, é bem difícil. Mostrou um país dividido politicamente. Não! O governo Lula em 2023 não vai ter um governo como gostaria.
Não se pensava, há um ano ou dois que acontecesse uma eleição tão disputada. No segundo turno houve uma maior votação do que o próprio primeiro (turno). Idosos (mulheres e homens), com dificuldade de locomoção (e outras sequelas), jovens (dezesseis, dezessete anos) esqueceram um pouco seus celulares e foram para as urnas. Foi um ato cívico em todo o país.
Lula antevendo que o pleito seria dificílimo tentou (e conseguiu) em parte formar uma “frente ampla” de muitos partidos. Acharam até que o “barbudo” estava exagerando. Não, não estava. Suas negociações políticas fizeram efeito.
Lula conseguiu adeptos de nomes celebres da cultura brasileira, como: Joaquim Barbosa, ex-presidente do STF, Fernando Henrique Cardoso (da USP), Francisco Buarque de Holanda (cantor e compositor) e Caetano Veloso (um homem maduro).
E que Luís Inácio Lula da Silva construa mais escolas técnicas, faculdades e universidades, construções inexistentes no governo Bolsonaro. E continuem votando sempre, não deixem que outros escolham para você qualquer que seja o candidato.

Últimas

Semana registra 44 novos casos de Covid-19

HLOB tem queda nas cirurgias eletivas em 2024

O Hospital Doutor Léo Orsi Bernardes (HLOB) registrou uma queda no número de cirurgias eletivas realizadas em 2024, comparado ao ano anterior. Segundo a assessoria de imprensa do HLOB, no...

Vendas do Dia das Mães aquece comércio

Vendas do Dia das Mães aquece comércio

Neste domingo, dia 12 de maio, é celebrado o Dia das Mães, em vários países e é uma ocasião para homenagear as mães e outros cuidadores que desempenham um papel...

Correio Político 1001

Correio Político 1001

Novo Presidente do Clube Venâncio Numa eleição muito disputada, com a presença de 625 sócios votando, Décio Araújo venceu por 19 votos Mário Genaro, atual presidente e candidato a reeleição....

Jardim Bela Vista recebe mutirão contra dengue neste final de semana

Cidade registra 272 casos de Dengue em uma semana

Itapetininga enfrenta um aumento de casos de Dengue, registrando 272 novas infecções em apenas uma semana. No total, já foram confirmados 2.688 casos na cidade, além de dois casos de...

Saúde Mental é tema de debate na Câmara Municipal

Saúde Mental é tema de debate na Câmara Municipal

Nesta segunda-feira (06/05) esteve na Tribuna Livre da Câmara Municipal de Itapetininga a psicóloga Cássia Matarazzo, especialista em Recursos Humanos, pesquisadora sobre saúde mental e suicidologia. A psicóloga levantou a...

Itapetininga abre inscrições para Cursos de Costura

Itapetininga abre inscrições para Cursos de Costura

Qualificação é o caminho mais rápido para obter trabalho e melhor rendimento mensal. Assim, o Fundo Social de Solidariedade de Itapetininga está com inscrições abertas até o dia 10 de...

mais lidas

Assine o Jornal e tenha acesso ilimitado

a todo conteúdo e edições do jornal mais querido de Itapetininga

Bem vindo de volta!

Faça login na sua conta abaixo


Criar nova conta!

Preencha os formulários abaixo para se cadastrar

Redefinir senha

Por favor, digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.